DESTAQUE

Estação de Alcântara registra passagem do satélite Corot

Por
28 de Dezembro de 2006
Telescópio foi lançado pela agência espacial francesa no dia 27 de dezembro. Centro brasileiro receberá dados sobre planetas extra-solares
Créditos: Divulgação

O satélite de busca planetária Corot deu seu primeiro sinal de vida ao Brasil. Ele foi rastreado quase seis horas e meia após seu lançamento, por uma estação localizada no Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão, em sua primeira passagem pelo local. O satélite foi lançado pela agência espacial francesa na última quarta-feira (27), em um projeto que tem participação brasileira.

O rastreio foi feito pela equipe do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), e mostrou a precisão de colocação em órbita do lançador russo Soyuz. O Corot passa para a fase operacional dentro de aproximadamente um mês. Nesse período, a Estação de Satélites Científicos do Inpe, também em Alcântara, receberá os dados científicos do satélite francês.

O Brasil entrou no projeto com pouco menos de US$ 2 milhões, em um orçamento total de US$ 100 milhões, e tem na estação de Alcântara sua principal participação. Com ela, será possível ampliar a quantidade de dados recebidos. O Corot tem como objetivo procurar planetas pequenos e rochosos como a Terra, com potencial para abrigar vida, fora do Sistema Solar.