DESTAQUE

Especialista em abduções e consultor da UFO tem sua pesquisa catalogada como coleção na USP

Por
23 de Abril de 2020
Biblioteca USP
Créditos: USP

Mario Rangel, o mais conhecido hipnólogo da Ufologia Brasileira e consultor da UFO, com décadas seguidas de experiência e pesquisa, teve seu acervo transformado em Coleção pelo departamento de psicologia social do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP), enchendo a todos nós da Revista UFO de orgulho, por essa mais do que merecida homenagem.

Recentemente, o editor da UFO Ademar José Gevaerd foi contatado pelo professor doutor Wellington Zangari, que é o co-coodenador do Acervo Inter Psi USP do departamento de psicologia social do Instituto de Psicologia da USP.  que lhe comunicou a inclusão da Coleção Mario Rangel ao acervo da instituição.

Além de ser uma grande honra e também um ato de grande generosidade, a coleção contribuirá, e muito, com a pesquisa  de alunos, professores, mestres e doutores, se transformando em mais uma ferramenta de apoio à produção científica.


O ufólogo e hipnólogo Mario Rangel, à esquerda, ao lado de Max Berezowski
Crédito: Revista UFO

Mario Nogueira Rangel, para quem não sabe, é um piloto civil, com mais de 1.000 horas de comando em monomotores, muitas das quais em voos acrobáticos. Em Curitiba, foi diretor e presidente do Aeroclube do Paraná e apresentador do programa Entre Nuvens e Estrelas, da TV Paranaense, Canal 12.

Por serviços prestados à Aeronáutica e por ter idealizado e promovido o concurso Documentos Históricos de Santos Dumont, Rangel foi condecorado com a Medalha Santos Dumont, em imponente solenidade militar diante da tropa formada. O autor hoje está aposentado e se dedica ao reflorestamento, hipnose e à pesquisa ufológica.

Seu interesse por hipnose começou por volta dos 10 anos, ao ler as obras de Medeiros e Albuquerque. Seu livro Sequestros Alienígenas: Investigando Ufologia com e sem Hipnose [Biblioteca UFO, 2001] é um clássico da literatura ufológica, que agora está em sua segunda edição.

A obra expõe a realidade da presença extraterrestre em nosso planeta e nossas vidas. Nas palavras de Rangel, “nosso país tem incontáveis ocorrências de abduções praticadas por outras inteligências cósmicas, que vêm sendo registradas e investigadas há mais de seis décadas pelos pioneiros da Ufologia Brasileira e as gerações seguintes.

Na literatura ufológica mundial, por exemplo, o primeiro caso de sequestro de um humano por extraterrestres ocorreu em Minas Gerais, no final dos anos 50”.

 

  Coleção Mario Rangel


Pesquisa científica em bibliotecas
Crédito: USP

A Coleção Mário Rangel é parte do Acervo Inter Psi USP, que abriga outras coleções, como a Coleção Wellington Zangari & Fatima Regina Machado, denominada Biblioteca Eileen Coly, especializada em Psicologia Anomalística, Parapsicologia e Hipnose e a Coleção Ênio Finochi, especializada em Arte Mágica & Psicologia. 

Como você poderá verificar, na página da Coleção Mário Rangel já está disponível a listagem para download, organizada por título, autor e por data de publicação da obra. 

Há, também, importante material de pesquisa em pastas, não catalogado por razões éticas, já que envolvem dados de pessoas cuja identificação deve ser mantida sob sigilo, mas que estará disponível para pesquisadores. 

Todo o processo da montagem do acervo  foi acompanhado pelo ufólogo e consultor da UFO Claudio Brasil, amigo pessoal de Rangel. Segundo nos informou Brasil, "Como pesquisador de abduções que sou, me empenhei nesse processo até a biblioteca ser concluída por ser algo importante para a comunidade ufológica e, principalmente, aos estudiosos de abdução".


O ufólogo Claudio Brasil Crédito: Cláudio Brasil

A página da Coleção Mário Rangel deve ser revisada e ampliada constantemente. Estão no ar apenas as informações básicas para que os visitantes já pudessem ter acesso a informações relevantes acerca de seu conteúdo e do funcionamento das visitas.

Visitas postergadas


Prédio da Biblioteca do Instituo de Pasicologia da USP
Crédito: USP

Infelizmente, neste momento, a visitação presencial está suspensa em função das ações de combate ao coronavírus, mas Zangari avisa que ainda vai incluir alguns dados sobre o hipnólogo, biografia, fotos da coleção etc.

Isso não foi feito justamente porque a USP está praticamente paralisada e todos estão trabalhando de casa e sem possibilidade de acessar o sistema para atualizações que exijam o upload de mídias. 

 “É preciso notar a enorme generosidade do Rangel. Homem com princípios públicos tão elevados que certamente inspirará outros a segui-lo”, diz Zangari.  Como dissemos, ele e sua esposa, inspirados por Rangel, doaram sua coleção para o acervo Inter Psi USP.

“Ele nos inspirou a fazer essa doação que atualmente beneficia centenas de jovens estudantes, pesquisadores e interessados do público em geral. É uma alegria poder sediar esse trabalho em uma universidade pública e da importância da USP! É assim que fazemos balbúrdia”, declarou Zangari.

Assita, abaixo, um video sobre sequestros alienígenas:

Já está no ar a Edição 252 da Revista UFO. Aproveite!

Novembro de 2017

As abduções no Brasil