DESTAQUE

Epidemia de coronavírus e fake news adiam o XXV Congresso Brasileiro de Ufologia

Por
14 de Março de 2020
XXV Congresso Brasileiro de Ufologia
Créditos: Revista UFO

Diante do medo generalizado que se instalou no Brasil e no mundo em relação à contaminação pelo coronavírus, a Revista UFO se viu obrigada a adiar a realização do XXV Congresso de Ufologia, que ocorreria no final de março. Pela primeira vez desde que começou a promover eventos de Ufologia, a publicação teve que tomar tal atitude, justamente com aquele que é o mais tradicional de todos, o Congresso Brasileiro de Ufologia, por razões que escapam ao nosso controle.

Como é de conhecimento geral, o mundo está mergulhado em uma pandemia provocada pelo novo coronavírus. Sem querer diminuir o fato de que há muitos mortos e de que cuidados são extremamente necessários, não podemos deixar de mencionar o quanto a falta de responsabilidade de seterores da imprensa, sempre atrás de audiência, criou nas pessoas uma sensação de pânico tão grande, que algo que em outras ocasiões passaria como uma epidemia de gripe, ganhou tons de fim do mundo.

 

Responsabilidade e serenidade



 A UFO tem responsabilidade e segue as orientações das autoridades governamentais em relação à segurança de nosso público, por isso decidimos pelo adiamento de nosso evento. Seguimos, assim, em consonância com as universidades de Curitiba de todo o estado do Paraná, que começam a suspender suas aulas na segunda-feira.

Entendemos a gravidade da situação e também as medidas que estão sendo tomadas pelas autoridades de saúde do país, mas jamais coadunaremos com o sensacionalismo daqueles que lucram com o medo da população. A histeria e o pânico só ajudam àqueles que não se importam com o bem-estar público. O momento pede calma, serenidade e bom senso. Estamos diante de uma onda que passará, como passaram tantas outras.

O que temos visto em setores da imprensa e na internet são informações contraditórias e diversos “especialistas” que dizem coisas diferentes, além, claro de uma enxurrada de fake news que se propagam via redes sociais e aplicativos de mensagens. Não podemos nos deixar levar por aqueles que só pensam em si mesmos. Informação é o melhor remédio contra qualquer mal. Informe-se, mantenha a calma e fique ligado, logo postaremos novas informações sobre o congresso.

Importante: Se você tem reserva feita no Hotel Bourbon, entre em contato com eles e trate da situação: (41) 3221 4600. A equipe do hotel tem sido enormemente prestativa ao evento e aos participantes que já a contato. Já em outros hotéis, não sabemos como será, mas acreditamos que todos irão agir com a mesma lisura. Quanto a passagens aéreas e rodoviárias, já há uma forte pressão do Ministério Público Federal para que as empresas também restituam os valores pagos ou façam as trocas necessárias. Nós, assim como toda a população brasileira, estamos aguardando que as autoridades se posicionem sobre este assunto.

 

Confira este link sobre a ação do MPF:  https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2020/03/10/coronavirus-mpf-recomenda-que-aereas-cancelem-passagem-sem-cobrar-taxa.htm. Portanto, acredito que ninguém terá perdas.

 

Leia a este texto que escrevi ontem e postei nas redes sociais da UFO:

 

SOBRE O CORONAVÍRUS, DÓLAR E GOVERNO OCULTO

 
Ademar José Gevaerd, editor da Revista UFO

Tirei o final tarde e começo da noite de ontem (11) para ler na imprensa nacional e internacional sobre as ameaças do coronavírus. Fiquei tranquilo com o que li na imprensa do nosso país. A menos que você seja um velhinho de cerca de 80 anos, que já tenha condições de saúde precárias, você está a salvo. Mais de 90% das mortes pelo vírus se concentram nesta figura, Mas se você for um velhinho com boas condições de saúde, você também está a salvo.

Daí resolvi fazer algo que não fazia há anos: assistir ao Jornal Nacional. E foi aí que eu vi uma manipulação assustadora da verdade. O Jornal Nacional, em seu discurso de sempre, praticamente falou que o Brasil estaria despreparado para conter a ameaça, quando e se ela se espalhar por aqui, mas com um viés político repugnante, o de atribuir isso ao atual governo. Sutilmente, mas foi.

Bem, então liguei a um meu amigo de Curitiba, que foi várias vezes secretário de saúde de Curitiba e do Paraná, um especialista de saúde. E o que eu ouvi dele foi tranquilizador: talvez nem haja uma epidemia no Brasil, mas, se houver, a Curitiba ela não chega em menos de uns 2 meses, se chegar. E o Paraná é um dos estados mais bem preparados para a situação, com o maior número de leitos de hospital entre os outros estados, proporcionalmente à sua população.

Daí li numa nota internacional algo estarrecedor, para o qual eu não tinha me ligado ainda. Todos sabemos que a China é a maior possuidora de títulos do governo americano, ou seja, dólar, com um trilhão em suas reservas. Parece ser seguida pela Arábia Saudita, com quase o mesmo tanto. Agora imaginem, se o dólar saltou de R$ 4,20 para R$ 4,80 em algumas semanas, quem ganha com isso? Pois é, amigos. Estes países e outros, e todo mundo que tem dólar (principalmente os que os transportam na cueca, como se faz aqui no Brasil). A nota diz ainda que a China já aumentou suas reservas em mais de 100 bilhões de dólares desde o começo do vírus. 10% em 100 dias.

Para completar, suspeita-se que o coronavírus seja um vírus criado artificialmente por engenharia genética nos anos 80 em um laboratório de Wuhan, onde tudo começou, e que recebeu na época o nome de Wuhan-400. Seria coincidência? Também seria coincidência o fato de que a cidade, uma das mais modernas da China, seja o maior polo mundial de pesquisa de vírus, sendo que no passado tal pesquisa, que levou ao Wuhan-400, tinha finalidades de guerra biológica? Hoje, setores sensatos de comunidades médicas e inteligência e de infectologia dizem que não. E se algo fugiu ao controle em algum laboratório de Wuhan, dos tantos que há lá para pesquisa de vírus? E se foi intencional, e não acidental?

Não estou querendo aqui insinuar nada, mas o mundo tem donos e eles mandam em nós. Quem pode, manda. Sempre tem alguém ganhando algo, mesmo com tragédias. Há um governo oculto muito esperto e manipulador que sempre tira proveito de tudo, e que nunca perde nada. Ontem, assistindo ao Jornal Nacional, da família Marinho, que sempre se oportunizou de tudo no Brasil, tive a clara sensação de que também está se oportunizando agora. E da forma mais vil.

Enfim, não sou um teórico da conspiração, porque teoria da conspiração é só antes de ela ser comprovada, e aí fica “fato de conspiração”, deixa de ser uma teoria. Fiquemos atentos, meus amigos e amigas, para o desenrolar desta história, que está longe de nos atingir aqui no Brasil, felizmente, mas que já está rendendo muito aos donos do mundo.

 

Por A. J. Gevaerd

Editor da Revista UFO

Coordenador do Congresso Brasileiro de Ufologia

Já está no ar a Edição 276 da Revista UFO. Aproveite!

Janeiro de 2020

A Ufologia e seus demônios