DESTAQUE

Encontrado planeta tão quente que brilha como brasa

Por
11 de Maio de 2007
Descoberto em 2005, HD 149026b é um pouco menor que Saturno. No entanto, tem mais massa que o planeta dos anéis, levando os cientistas a supor que tenha um núcleo com até 90 vezes a massa da Terra
Créditos: Divulgação

Uma equipe de cientistas determinou a temperatura do planeta mais quente já descoberto, e que chega a 2.000º C. Segundo um dos responsáveis pelo cálculo, o físico Joseph Harrington, acredita que, nessa temperatura, o planeta deve brilhar como uma brasa no espaço, emitindo uma tênue luz vermelha.

"HD 149026b é simplesmente o planeta mais bizarro e exótico", disse Harrington. "É relativamente pequeno, muito denso, e agora descobrimos que é extremamente quente".

Usando o telescópio espacial Spitzer, da Nasa, a equipe de Harrington determinou quanta luz o planeta emite, e com isso deduziu a temperatura. Os resultados estão publicados na edição desta semana da revista científica Nature.

Descoberto em 2005, HD 149026b é um pouco menor que Saturno. No entanto, tem mais massa que o planeta dos anéis, levando os cientistas a supor que tenha um núcleo com até 90 vezes a massa da Terra. Ele contém mais elementos pesados - com átomos mais complexos que hidrogênio e hélio - do que todos os planetas do Sistema Solar somados.

Para manter a temperatura detectada pelos cientistas, HD 149026b deve absorver toda a luz que chega de sua estrela, o que significa que sua superfície deve ser mais escura que carvão, o que é algo sem precedentes, no que diz respeito a planetas. HD 149026b também deve devolver toda a energia que absorve ao espaço, sob a forma de radiação infravermelha.