DESTAQUE

Elon Musk detalha planos para levar pessoas a Marte em 2024

Por
30 de Setembro de 2017
Os ambiciosos planos de Elon Musk para colonizar Marte já estão sendo iniciados
Créditos: SpaceX

No Congresso Internacional de Astronáutica (IAC) de 2016, realizado no México, o CEO da SpaceX, Elon Musk, apresentou seus ambiciosos planos de iniciar viagens tripuladas a Marte, com o intuito de estabelecer uma colônia no Planeta Vermelho. No IAC deste ano, desta vez na Austrália, o empresário apresentou novos detalhes da missão que pretende iniciar em 2022, com os primeiros lançamentos não tripulados para Marte. Conforme apresentado no ano passado a proposta girava em torno do Sistema de Transporte Espacial (ITS) um a combinação de um foguete propulsor movido por 42 motores do tipo Raptor, que a SpaceX já está testando, e uma nave capaz de levar até 100 pessoas. Dois foguetes colocariam a nave com tripulantes e uma nave tanque em órbita, retornando depois à Terra como o atual Falcon 9 faz. A nave tripulada seria abastecida, o tanque retornaria para a Terra e a nave partiria para Marte.

A nave ITS pousaria em Marte, onde cargueiros já teriam deixado todo o material para o estabelecimento de uma base, incluindo a produção de combustíveis como metano e oxigênio. A ideia é lançar várias naves ao mesmo tempo, culminando com a construção de uma cidade em Marte, tornando a humanidade uma espécie multiplanetária. Na apresentação feita nesta sexta-feira na Austrália Musk apresentou algumas mudanças. O foguete será menor, com 31 motores Raptor, e o executivo se referiu a ele como BFR, sigla em inglês para Big F...ing Rocket. Um dos pontos mais criticados pelos especialistas foi o financiamento de um projeto tão grandioso, e Musk disse que o processo de diminuir um pouco o inovador sistema de lançamento faz parte disso. Ele pretende ainda que o sistema BFR realize tudo que a SpaceX faz atualmente, incluindo o transporte para a Estação Espacial Internacional (ISS). Assim, o plano envolve aposentar na próxima década a nave Dragon, o foguete Falcon 9 e sua versão mais potente Falcon Heavy.

Elon Musk afirma que as quantias que a empresa recebe por seus serviços atuais e futuramente com o BFR irão financiar as expedições marcianas. Um estoque de Falcon 9 e Dragon será mantido nos primeiros tempos de operação do BFR. Cada veículo completo, foguete e nave, terá 106 metros de altura, cerca de 15 m menor que a proposta anterior, e o foguete BFR será capaz de colocar 150 toneladas em órbita da Terra. Por comparação o foguete mais poderoso já lançado, o Saturno 5 da NASA que levou as missões Apollo até a Lua, podia colocar 135 toneladas em órbita da Terra. A nave BFR terá 48 metros de altura, com 40 cabines capazes de acomodar entre 5 e 6 passageiros, mas provavelmente somente dois ou três nas primeiras missões. Haverá ainda um cômodo blindado para o caso de acontecer erupções solares durante uma missão, a fim de proteger os passageiros. A nave terá seis motores Raptor, permitindo uma viagem entre Terra e Marte de três a seis meses, pousando em Marte em posição vertical. A SpaceX já conta com 12 pousos seguidos e bem sucedidos do Falcon 9, e a ambição de Musk é tornar o sistema tão confiável quanto as atuais aeronaves de companhias aéreas.

crédito: SpaceX
A base em Marte que a SpaceX pretende construir na próxima década
A base em Marte que a SpaceX pretende construir na próxima década

SISTEMA VERSÁTIL

O empresário repetiu várias vezes o tema da reutilização de veículos espaciais, no que a SpaceX tem sido muito bem sucedida e ele considera fundamental para viabilizar viagens espaciais mais frequentes e para lugares mais distantes. A empresa está iniciando o desenvolvimento do sistema, e o objetivo é lançar ao menos duas naves não tripuladas para Marte em 2022, preparando o terreno para em 2024 duas naves cargueiras e duas com tripulação partirem e iniciarem o trabalho de produção de combustível e construção em Marte. Uma cidade irá crescer ali conforme mais missões BFR aconteçam. Elon Musk diz que o sistema BFR é versátil o suficiente para estabelecer uma presença humana em outros locais, como por exemplo na Lua. "É 2017 e deveríamos ter uma base lunar. O que está acontecendo?" ele questionou durante sua apresentação. O sistema BFR também pode auxiliar a manter a ISS, lançar satélites e mesmo ser usado em viagens transcontinentais aqui na Terra mesmo. Musk disse que, neste último caso, muitas viagens internacionais seriam realizadas em meia hora ou menos.

Visite o site da SpaceX

Confira a apresentação de Elon Musk

Elon Musk, da SpaceX, detalha seus planos para uma cidade de um milhão de pessoas em Marte

SpaceX reutiliza pela primeira vez um foguete Falcon 9

Bilionário da SpaceX afirma que alienígenas já podem estar entre nós

Bilionário fundador da SpaceX pretende enviar humanos a Marte em 2024

SpaceX anuncia intenção de lançar nave Dragon não tripulada a Marte

Fundador da SpaceX diz que humanos precisam colonizar Marte para sobreviver

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

crédito: Revista UFO
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

Veja em 50 Anos de Exploração Espacial os momentos mais emocionantes da trajetória da NASA, desde o primeiro homem em órbita até as missões do ônibus espacial. Reveja o incrível voo de John Glenn na missão Friendship 7, o sucesso da Apollo 11 e os primeiros passos de Neil Armstrong na Lua, as viagens seguintes ao satélite e as operações conjuntas com a nave soviética Soyuz. Conheça a verdadeira razão de não voltarmos mais à Lua e descubra que o destino agora é Marte, Vênus, Júpiter e mundos além do Sistema Solar, e quais são os planos da NASA para alcançá-los.

Já está no ar a Edição 243 da Revista UFO. Aproveite!

Fevereiro de 2017

Um duro golpe nas pretensões humanas

UPDATED CACHE