DESTAQUE

“É um vídeo incrível”, diz Trump sobre filmagens de UFOs liberadas pelo Pentágono

Por
02 de Maio de 2020
USS Nimitz e o UFO Tic tac
Créditos: Revista UFO

Como temos noticiado durante toda a semana, na segunda-feira, 27 de abril, o Pentágono liberou oficialmente vídeos feitos pela Marinha dos Estados Unidos, pegando a todos de surpresa. Agora, o presidente Trump parece estar mudando de opinião sobre o assunto. Há mais novidades a caminho?

No início desta semana, como noticiamos aqui, o Pentágono lançou oficialmente três vídeos que mostram o que parecem ser objetos voadores não identificados que se movem rapidamente enquanto são gravados por câmeras infravermelhas.

Dois dos vídeos contêm membros da Marinha reagindo com admiração à rapidez com que os objetos estão se movendo. Uma voz especula que poderia ser um drone. "Eu me pergunto se é real", disse Trump sobre os vídeos. "Esse é um vídeo incrível".

A Marinha reconheceu a veracidade das filmagens que, como sabemos, foram divulgadas, em 2017 pela To The Stars Academy, entidade liderada pelo músico Tom DeLonge.


Tom DeLonge, ex-guitarrista e vocalista do Blink 182. Agora CEO da To The Star Academy
Créditos: LeAnn Muller

A divulgação oficial desta semana ocorreu, segundo a porta-voz do Pentágono Susan Gough,  "a fim de esclarecer quaisquer equívocos do público sobre se as imagens que circulavam eram reais ou se existem ou não mais vídeos".

Aqui vale lembrar que a mesma porta-voz vem, desde que assumiu a função, dando respostas dúbias sobre o assunto, ora dizendo que o Pentágono não investigara UFOs, ora dizendo que Luis Elizondo, o homem responsável por trazer o assunto ao conhecimento público, jamais fora agente de Inteligência.

E se por um lado a porta-voz negava os fatos, por outro a Marinha e o Departamento de Defesa já haviam confirmado a autenticidade dos vídeos e os pilotos que os fizeram já foram entrevistados inúmeras vezes.

O comportamento errático do Pentágono vem gerando dúvidas desde o início, e a liberação dos vídeos, ao invés de saná-las só as aumentaram.

 

Trump e os UFOs

 
Presidente Donald Trump Crédito: KOAA News

Em 2017, um dos pilotos que viu um dos objetos não identificados em 2004 disse à CNN que se movia de maneiras que ele não conseguia explicar.

"Quando me aproximei ... acelerou rapidamente para o sul e desapareceu em menos de dois segundos", disse David Fravor, piloto da Marinha dos Estados Unidos.

Já Donald Trump, que muitas vezes espalhou teorias da conspiração, é cético em relação aos UFOs. Em entrevista à ABC News, no ano passado, o presidente disse que teve uma reunião sobre o assunto, mas que é cético em relação aos objetos velozes que são extraterrestres.

"Eu tive uma reunião muito breve", disse ele na entrevista. "Mas as pessoas estão dizendo que estão vendo UFOs. Eu acredito? Não particularmente", afirmou ele. Por outro lado, Trump fez questão de dizer que os pilotos americanos são os melhores do mundo e se eles dizem que viram algo, é melhor prestar atenção.


Um dos UFOs filmados pela Marinha dos Estados Unidos
Crédito: History Channel

O presidente dos Estados Unidos ainda afirmou que poderia mudar de ideia em relação aos UFOs se houvesse mais informações: “Vamos ver. Eu tenho a mente aberta, você sabe”, disse ele na ocasião.

O governo estuda discretamente a possibilidade de UFOs existirem há décadas, com o Pentágono estudando gravações de encontros aéreos com objetos desconhecidos como parte de um programa classificado que foi lançado a pedido do ex-senador Harry Reid, de Nevada. 

O programa foi lançado em 2007 e encerrado em 2012, segundo o Pentágono, porque avaliaram que havia prioridades mais altas que precisavam de financiamento. Já segundo afirma Elizondo, o programa continuou até sua saída em 2017, e ainda existe, porém com outro nome.

 

Longe do fim

 
Pentágoco, sede da Defesa dos Estados Unidos Crédito: Pentágono

Como vemos, essa história está muito longe de terminar, mas a pergunta continua: por que o pentágono achou que justamente agora, quando dezenas de milhares de pessoas já morreram vítimas da COVID-19 no país, seria um bom momento para se trazer esse assunto à tona?

Dentro da Ufologia surgem tentativas de explicar de forma terrestre e racional o que foi filmado pelos pilotos, o que está gerando muita discussão. E é legítimo que seja desta forma, porque a Ufologia é um estudo, não uma crença, então tudo deve ser investigado.

Mas o argumento vale ainda mais e de forma muito mais enfática para as Forças Armadas, que têm por razão de ser a defesa de seus territórios. Mas, quando as próprias forças de defesa divulgam algo sem dizer exatamente o que é aquilo, o que estão procurando? Esse assunto está muito longe de terminar.

 

 Fonte:  CNN  

Veja abaixo entrevistas com Donal Trump sobre UFOs:

 

Já está no ar a Edição 266 da Revista UFO. Aproveite!

Março de 2019

Fomos visitados