NOTÍCIA

Dois exoplanetas reúnem melhores condições para a vida do que antes se considerava

Por Equipe UFO | 10 de Julho de 2018

Kepler-186f foi descoberto em 2014 e considerado a primeira Terra alienígena
Créditos: NASA

Dois exoplanetas reúnem melhores condições para a vida do que antes se considerava

A questão da habitabilidade de outros mundos ainda é alvo de duros debates na comunidade científica. Marte está situado dentro da região habitável do Sistema Solar, porém é um deserto muito seco. Já as luas Europa de Júpiter e Enceladus de Saturno são candidatas a abrigar vida, porém se encontram bem mais distantes do Sol. O caso de exoplanetas ainda é mais complexo, porém dois mundos alienígenas, conforme novo estudo, possuem características ainda mais favoráveis à habitabilidade do que antes se pensava.

Um deles é Kepler-186f, cuja descoberta foi saudada como a do primeiro exoplaneta com tamanho e condições similares às da Terra. Situado a 500 anos-luz de distância ele é rochoso e cerca de 10 por cento maior que nosso planeta. O outro mundo alienígena do estudo é Kepler-62f, igualmente rochoso e 1,4 vezes maior que a Terra, situado a 1.200 anos-luz de distância. A pesquisa de cientistas da instituição Georgia Tech e do Centro Harvard-Smithsonian para Astrofísica descobriu que os dois mundos possuem um eixo de rotação cujo ângulo varia muito pouco, possivelmente permanecendo estável por milhões de anos. Essa é uma característica da Terra que é extremamente favorável à vida, permitindo um clima relativamente estável com estações do ano regulares.

O maior fator favorável para nós é a presença da Lua, que estabiliza o eixo de rotação da Terra contra as influências dos outros planetas. Marte tem somente duas luas muito pequenas e a inclinação de seu eixo de rotação varia muito, em até 60 graus, produzindo um clima instável e inadequado ao desenvolvimento de formas de vida complexas. Os cientistas envolvidos no estudo afirmam que Kepler-186f e Kepler-62f sofrem pouca influência de seus mundos vizinhos, ainda muito pouco conhecidos, e acrescentam que a existência de luas nos dois exoplanetas ainda é desconhecida. Mas os cálculos evidenciam a estabilidade no eixo de rotação dos dois mundos, tornando-os ainda mais favoráveis à presença de vida. A líder do estudo, Yutong Shan, complementa: "Não acho que entendemos o suficiente sobre as origens da vida para descartar a possibilidade de que exista em planetas com estações do ano irregulares. A vida na Terra é incrivelmente diversa e resistente a ambientes hostis, porém um planeta com clima estável é bem mais confortável para a vida começar".

Confira o artigo

Encontrada a primeira Terra alienígena

Exoplanetas mais parecidos com a Terra são encontrados

Descoberto outro sistema solar com oito planetas

Poeira espacial poderia espalhar a vida por outros planetas

Novo telescópio será o primeiro a conseguir imagens de mundos alienígenas

Saiba mais:

Livro: Guia da Tipologia Extraterrestre

Há séculos a espécie humana assiste à chegada de estranhos seres geralmente bípedes e semelhantes a nós, que descem de curiosos veículos voadores sem rodas, asas ou qualquer indício de forma de navegação. Quase sempre estas criaturas têm formato humanoide e não raro se parecem com uma pessoa comum, mas com um problema: elas não são daqui, não são da Terra. O que pouca gente sabe é que existem dezenas de tipos deles vindo até nós, alguns com o curioso aspecto de robôs, outros se assemelhando a animais e há até os que se parecem muito com entidades do nosso folclore. O Guia da Tipologia Extraterrestre faz uma ampla catalogação de todos os tipos de entidades já relatadas, classificando-as conforme sua aparência e características físicas diante de suas testemunhas, resultando num esforço inédito para se entender quem são nossos visitantes.

DVD: Buscando Vida Fora da Terra

Compartilhe essa notícia:

Saiba mais sobre este assunto na edição 217 da revista

Comentários