DESTAQUE

Descoberto um enorme círculo pré-histórico próximo a Stonehenge

Por
27 de Julho de 2020
Ufo sobre Stonehenge
Créditos: Revista UFO

Local de mistérios e segredos que até hoje inspiram novas teorias sobre a razão de ter sido construído e porque, Stonehenge está situado na região onde surgem muito agroglifos, o que só aumenta sua aura de mistérios. E ela não para de crescer.

 Uma equipe de arqueólogos descobriu um enorme anel de trincheiras pré-históricas no local de uma antiga vila a cerca de 3 km do famoso monumento de Stonehenge, no Reino Unido.

A equipe acredita que as valas circulares datadas de datado por carbono14 como sendo de 2.500 a.C. orientassem as pessoas em direção a locais religiosos na área, enquanto advertiam outras a não cruzar uma fronteira.

A descoberta também faz do site a maior estrutura pré-histórica da Grã-Bretanha e possivelmente da Europa, de acordo com o arqueólogo da Universidade de Bradford Vincent Gaffney, que é o principal autor da análise publicada em junho deste ano.  

Segundo Gaffney, a descoberta “transformou completamente a maneira como entendemos essa paisagem - não há dúvida sobre isso”.

 

Um grande círculo separando os vivos dos mortos


Stonehenge era um lugar de culto aos mortos ou tinha outro propósito?
Crédito: UOL

O anel de eixos tem 2 km de largura, 10 m de diâmetro e cinco metros de profundidade. Foi descoberto em torno de uma vila neolítica conhecida como Durrington Walls, o local de um monumento henge. Os pesquisadores identificaram até 20 eixos, mas estimam que possam ter havido mais de 30 originalmente.

Como o local onde os construtores de Stonehenge viveram e se deleitaram, Durrington Walls é a chave para desvendar a história da paisagem mais ampla do local, e essa descoberta surpreendente nos oferece novas ideias sobre as vidas e crenças de nossos ancestrais neolíticos.

Os arqueólogos acreditam que o círculo de eixos marca um limite em torno do henge maciço em Durrington. Os recursos, juntamente com uma linha de postagem interna, podem ter guiado as pessoas em direção a locais religiosos na área, e servido de alerta para não cruzarem aquele limite. 

Segundo Gaffney disse ao The New York Times, “Stonehenge era um lugar para os mortos. Durrington era para os vivos. Mas agora, o que provavelmente estamos endo era enorme limite em torno deles, provavelmente alertando as pessoas sobre o lugar”.

 

O maior da Grã-Bretanha


Com a nova descoberta Stonehenge se tornou a maior estrutura pré-histórica da 
Grã-Bretanha. Crédito: Jack B./Unsplash

Gaffney disse que é extraordinário que uma descoberta tão importante tivesse sido feita tão perto de Stonehenge. Aquela área está entre as paisagens arqueológicas mais estudadas da Terra, e “é notável que a aplicação de novas tecnologias ainda possa levar à descoberta de uma estrutura pré-histórica tão grande que, atualmente, é significativamente maior do que qualquer monumento pré-histórico na Grã-Bretanha”.

Quando essas covas foram notadas pela primeira vez, pensava-se que fossem características naturais. Somente quando a imagem maior emergiu, por meio de levantamentos geofísicos realizados como parte do Projeto da Paisagem Oculta de Stonehenge, os cientistas puderam juntar os pontos e ver que havia um padrão em grande escala.

“O tamanho dos eixos e circuitos ao redor da Durrington Walls não tem precedentes no Reino Unido. Isso demonstra o significado de Durrington Walls Henge, a complexidade das estruturas monumentais na paisagem de Stonehenge e a capacidade e o desejo das comunidades neolíticas de registrar seus sistemas de crenças cosmológicas de maneiras e em uma escala que nunca havíamos previsto anteriormente”.

A pesquisa foi realizada por um consórcio de arqueólogos como parte do Projeto de Paisagem Oculta de Stonehenge.

 


Agroglifo surgido em 15 de julho de Inglaterra Crédito: Crop Circle Connector

Lembrando sempre que a região é o palco predileto para o surgimento de agroglifos. Muitos verdadeiros e alguns feitos por humanos, o fenômeno sempre chama a atenção de turistas e curiosos.

 

Fonte: The Daily Galaxy

Veja, abaixo, um video explicativo da nova descoberta:

Já está no ar a Edição 266 da Revista UFO. Aproveite!

Março de 2019

Fomos visitados