DESTAQUE

Departamento de Energia dos Estados Unidos discute Stranger Things

Por
08 de Dezembro de 2016
Arte de divulgação de Stranger Things; temas do seriado estão muito próximos das atuais pesquisas científicas de ponta
Créditos: Netflix

O canal online Netflix tem sido um grande sucesso ao redor do globo e um de seus maiores hits em 2016 foi a série de ficção científica Stranger Things. A trama acontece na pequena cidade de Hawkins, Indiana, quando em 04 de novembro de 1983 o jovem Will Byers (Noah Schnapp) desaparece misteriosamente. Seus amigos Dustin Henderson (Gaten Matarazzo), Mike Wheeler (Finn Wolfhard) e Lucas Sinclair (Caleb McLaughlin), iniciam uma busca para encontrá-lo. No processo conhecem a misteriosa Eleven (Millie Bobby Brown), garota que possui estranhas habilidades por ter sido usada como cobaia em experiências em uma instalação do Departamento de Energia (DOE).

Tais experiências levaram à abertura de um portal ligando Hawkins a uma versão sombria da cidade, situada em um universo paralelo ou, como mencionado na série, Mundo Invertido. O monstro que invade nossa realidade, apelidado com o nome Demogorgon, de um personagem do RPG jogado pelos garotos, ajudou na popularidade da série, bem como suas inúmeras referências a clássicos do cinema e da cultura pop. Contudo, o que é apresentado em Stranger Things pode não estar muito distante da realidade, graças a recentes vazamentos e liberação de documentos do órgão, com base na Lei de Liberdade de Informação (FOIA). Isso ocorreu após um criador de conteúdo digital do DOE, Paul Lester, publicar um post em um blog afirmando que as atividades do órgão não se aproximam em nada daquelas retratadas na série, dizendo que a instituição não lida com monstros nem explora universos paralelos.

Entretanto, o jornalista Lachlan Markay, do Washington Free Beacon, conseguiu com base na FOIA acesso a documentos que mostram as comunicações internas do DOE evidenciando a ligação do órgão com alguns dos temas tratados em Stranger Things. Por exemplo, um dos e-mails do físico nuclear Ernest Moniz, Secretário de Energia, aponta que: "Não é verdade que o Departamento de Energia não explora universos paralelos. Nós apoiamos físicos teóricos e cosmologistas através do programa de Ciência de Física de Altas Energias e muitos deles realizam pesquisas sobre universos paralelos". A existência dessas outras realidades, por sinal, é um sério tema atual da pesquisa científica, que ajudaria a explicar porque as quatro forças fundamentais de nosso universo, nuclear forte e fraca, eletromagnetismo e gravidade, são tão perfeitamente ajustadas para permitir a existência de átomos, matéria, estrelas, planetas, galáxias e vida.

crédito: Netflix
Em Stranger Things o Departamento de Energia norte-americano abre um portal para um universo paralelo sombrio
Em Stranger Things o Departamento de Energia norte-americano abre um portal para um universo paralelo sombrio

UNIVERSOS PARALELOS E EXPERIMENTOS COM SERES HUMANOS

Uma explicação decorreria do fato de o nosso ser um entre infinitos outros, alguns similares ao nosso, com leis físicas semelhantes, enquanto outros não passariam de uma sopa de partículas elementares. Outro interessante vazamento é um debate no Twitter do Departamento de Imprensa do DOE a respeito do trágico destino de Barbara "Barb" Holland (Shannon Purser), personagem secundária na série. John Larue, outro funcionário do DOE, comentou em outro e-mail que na história do órgão experimentos com humanos também foram realizados, como nas várias ocasiões em que soldados foram colocados em trincheiras próximas a locais de testes de armas nucleares. Quanto à Stranger Things, o seriado irá retornar em 2017 com nove episódios, um a mais que na primeira temporada. De acordo com Matt Duffer (roteirista e diretor ao lado do irmão Ross) a história se passará na segunda metade de 1984, com os personagens tentando retornar à vida normal. A trama deverá explorar mais da mitologia do sumiço de Will, assim como o destino de Eleven.

Veja o documento no qual o Departamento de Energia discute a série

Debate do DOW no Twitter sobre Barb

Confira o trailer da primeira temporada de Stranger Things

Stranger Things faz diversas referências a clássicos do cinema

A apresentadora Xuxa participou da divulgação da série no Brasil

A Ficção Científica Brasileira e a Ufologia

Filme de curta metragem recria invasão alienígena de Los Angeles em 1942

Nova série do canal TBS aborda grupo de apoio a abduzidos

Evidência de outro universo pode ter sido encontrada

O universo vai acabar! Saiba como a ciência nos permite uma fuga espetacular

Detecção histórica de ondas gravitacionais confirma predição de Einstein

Stephen Hawking afirma que buracos negros podem ser passagens a outros universos

Saiba mais:

Livro: MIB: Os Verdadeiros Homens de Preto

crédito: Revista UFO
MIB: Os Verdadeiros Homens de Preto
MIB: Os Verdadeiros Homens de Preto

Há um mistério que acompanha a Ufologia desde o início da Era Moderna dos Discos Voadores, em 1947, e que ainda resta ser decifrado. São os chamados homens de preto, também conhecidos como MIBs, do inglês men in black. Eles vêm há décadas surgindo em cenários de ocorrências ufológicas, muitas vezes apenas observando e noutras abordando com energia tanto testemunhas quanto pesquisadores destes fatos. MIB: Os Verdadeiros Homens de Preto disseca o assunto como nenhuma obra antes, e o faz sob o comando de um dos maiores especialistas no tema em todo o mundo, o ufólogo inglês naturalizado norte-americano Nick Redfern.

DVD: Pacote de DVDs do UFOZ 2014

Já está no ar a Edição 237 da Revista UFO. Aproveite!

Agosto de 2016

Visões diferentes para a mesma questão