NOTÍCIA

De Carona com os Óvnis ganha premiação. E assistimos a uma grande injustiça

Por A. J. Gevaerd | 24 de Abril de 2019

Divulgação
Créditos: History

De Carona com os Óvnis ganha premiação. E assistimos a uma grande injustiça

Já era esperado que a série De Carona com os Óvnis, apresentada ao longo de 2018 pelo canal History, recebesse a premiação de “Destaque da Produção Independente” do festival Rio2C, o maior evento de criatividade e inovação da América Latina, ocorrendo desde o dia 23 e indo até o dia 28 deste mês, na Cidade das Artes, no Rio de Janeiro. Afinal, De Carona com os Óvnis é uma verdadeira obra-prima da TV fechada do Brasil.

 

 

O que pouca gente sabe, no entanto, é que se trata da primeira série sobre o tema discos voadores da TV brasileira feita exclusivamente por brasileiros. Todas as demais que vimos até aqui foram produzidas no Brasil, mas por equipes estrangeiras. Desta vez não. De Carona com os Óvnis foi inteiramente idealizada, criada e realizada por profissionais brasileiros, contando com consultoria de ufólogos brasileiros. 

Mas o que deveria ser hoje um dia de comemoração para a Ufologia nacional, ou seja, ter uma série que em 13 episódios contou os seus principais e mais importantes casos, teve a participação de seus principais ufólogos e deu voz a inúmeras testemunhas genuínas e diretas da ação de discos voadores e seus tripulantes no país, é, na verdade, um dia de frustração e um engano que a sociedade e a Ufologia Brasileira agora vão saber.

 

 

Ao receber o prêmio “Destaque da Produção Independente” pela Clip Produtora, de Porto Alegre, ontem à noite, seu proprietário e diretor-executivo da série Leo Sassen, se disse “muito feliz” e expressou seu agradecimento ao History pela oportunidade. E ofereceu seu muito obrigado a alguns membros do canal, como Krishna Mahon e Artur Voltolini, que, nas palavras de Sassen, “acreditaram em mim desde o começo e em uma pequena produtora do RS”, referindo-se à Clip.

 

 

Na verdade, Leo Sassen e sua Clip, que ontem receberam alegremente os louros da produção de De Carona com os Óvnis no Rio de Janeiro, não tiveram praticamente nenhuma participação na criação da série, mas sim outra produtora, que é a verdadeira gigante por trás de cada segundo das milhares de horas trabalhadas para que De Carona com os Óvnis fosse o sucesso que é.

 

Leo Sasen recebendo o prêmio Rio2C pela série De Carona com os Óvnis.

 

Trata-se da Nebulosa Filmes, a legítima merecedora do título de “Destaque da Produção Independente” da Rio2C. Foi o mochileiro ufológico Fred Morsch, a figura alegre que se vê em todos episódios da série, quem criou De Carona com os Óvnis, a escreveu, cuidou de detalhes e até do figurino empregado. Foi seu parceiro na Nebulosa Filmes Duda Cabeda quem fez o roteiro e a direção.

 

Fred Morsch, após gravação do episódio do Caso Varginha, no muro do terreno baldio onde o ser foi encontrado, junto com integrantes da equipe de carona: Eduardo Cabeda, Marco Aurélio Leal, João Marcelo Rios, Alan Mendonça, Débora Palhares, Leandro Lefa, Roberto Coutinho, Diego Amorin Teixeira, Cristiano Seifert, Marcelo Curia, Alfredo Barros, Rogério Lopes Espíndola Espíndola, Simone Lersch, Ângelo Cabeda, Rafael Amorim, Vanessa Klitzke, Rafa Paco, Cláudio Xarao.

 

Ambos são os verdadeiros autores de De Carona com os Óvnis. E coube à valorosa equipe de profissionais gaúchos de cinema e televisão da Nebulosa a captação de imagens de alta qualidade e todos os inúmeros detalhes de infraestrutura que a produção de uma série como esta, para um canal exigente em qualidade como o History, necessita para ser viabilizada. Eles é quem deveriam hoje estar recebendo os louros, não o senhor Sassen, que em momento algum mostrou a realidade dos fatos por trás da realização de De Carona com os Óvnis.

 

Fred Morsch em uma das mais importantes entrevistas da série, com Tatá Noronha, Marco Aurélio Leal,  Leandro Lefa, Alan Mendonça, Eduardo Cabeda e Débora Palhares.

 

Foi por uma mera tecnicalidade que a Clip Produtora acabou sendo a detentora dos direitos de De Carona com os Óvnis, e não a Nebulosa Filmes. Leo Sassen, seu proprietário, teve praticamente zero de participação em todas as fases do processo. E agora, Sassen recebe os louros sem que aparentemente nem o próprio History conheça esta história. É um orgulho para a Ufologia Brasileira ter a importância de seus casos reconhecida em De Carona com os Óvnis, mas é uma tristeza profunda ver que as pessoas certas que fizeram isso acontecer não estão sendo lembradas.

  

Fred Morsch e a equipe da Nebulosa Filmes

 

Este editor ocupou a posição de consultor informal da série em todos os momentos e, junto a inúmeros ufólogos, quase todos da equipe da Revista UFO, é testemunha de jamais ter visto em qualquer momento da produção de De Carona com os Óvnis o senhor Sassen presente nas gravações, coisa no mínimo indispensável para um diretor executivo.

Muitos de nós, pesquisadores que participamos da série, inclusive, nos deslocamos centenas de quilômetros para gravar nossos momentos em De Carona com os Óvnis e nunca nos encontramos com Leo Sassen, mas sim, e esbanjando energia, Fred Morsch, Duda Cabeda e sua equipe. Verdade seja dita.

Esta equipe percorreu com dificuldade nada menos do que 13 estados do Brasil, de norte a sul, enfrentando obstáculos indizíveis para produzir a série. Até mesmo um assalto à mão armada ocorreu com o pessoal em uma viagem para gravação no interior do Rio Grande do Sul. “A equipe comeu muita poeira por estradas do interior para chegar a locais longínquos e fazer o seu trabalho”, diz o ufólogo Marco Aurélio Leal, consultor formal da série do começo ao fim, que acompanhou Morsch e Cabeda em todos os episódios em cada um dos 13 estados brasileiros. A Leal, este prêmio também se deve. 

 

Fred Morsch e Eduardo Cabeda com A. J. Gevaerd,  Cláudio Bau Jr., Gabriela Kohls, Marco Aurélio Leal e equipe de carona, durante uma das gravações.

 

É meu dever como ufólogo e jornalista, como editor da mais antiga revista de Ufologia do mundo, como formador de opinião na Ufologia Brasileira, mas sobretudo como pessoa, dar aqui este depoimento. Quem merece os louros do prêmio “Destaque da Produção Independente” do festival Rio2C por De Carona com os Óvnis é a brava equipe que Fred Morsch e Duda Cabeda levaram por este Brasil afora para mostrar na TV a riqueza, a diversidade e as curiosidades da casuística ufológica nacional. 

A série logo será apresentada em outros países da América Latina e também nos Estados Unidos, e certamente muitos outros merecidos prêmios virão. E igualmente, nestes momentos, estarei aqui para expor e defender a verdade de quem é quem nesta história e quem deve receber os méritos por este monumental trabalho. A Ufologia Brasileira deve se posicionar ao lado dos verdadeiros apaixonados criadores que fizeram De Carona com os Óvnis.

 

"A série brasileira De Carona com os Óvnis ganhou a premiação no Rio2C. E o Brasil assistiu a uma grande injustiça ser cometida." 
A. J. Gevaerd, editor da Revista UFO 

Compartilhe essa notícia:

Saiba mais sobre este assunto na edição 267 da revista

Comentários

Livros
recomendados

DVDs
recomendados

Edições
recomendadas