DESTAQUE

Cosmonauta avista luzes se deslocando enquanto filmava as auroras. UFOs ou Starlink?

Por
24 de Agosto de 2020
Aurora Boreal
Créditos: Força Aérea dos Estados Unidos (USAF)

O cosmonauta russo Ivan Vagner capturou algumas vistas realmente incríveis da Terra a partir da Estação Espacial Internacional, mas seu último vídeo de auroras incluiu uma surpresa inesperada: cinco luzes brilhantes no horizonte que ele apelidou de 'convidados espaciais'. 

Provavelmente são obra de Elon Musk e não de alienígenas, mas ainda assim incríveis de se ver. O culpado mais provável são os satélites de banda larga Starlink SpaceX lançados na terça-feira, dia 18 de agosto, um dia antes de Vagner compartilhar seu vídeo, embora isso ainda não tenha sido confirmado.

“No vídeo, você verá outra coisa, não apenas a aurora”, disse Vagner no Twitter. Na verdade, na marca de 09 a 12 segundos, um grupo de luzes aparece rapidamente no vídeo antes de desaparecer.

"Cinco objetos aparecem voando lado a lado, com a mesma distância", escreveu o tripulante da Expedição 63. "O que você acha que são? Meteoros, satélites ou... ?”

Vagner acrescentou que informou à agência espacial russa Roscosmos sobre os objetos. 

Funcionários da Roscosmos destacaram o vídeo de Vagner no Twitter, e a fonte da mídia estatal russa TASS confirmou que a Roscosmos está investigando o vídeo.

 

 A infindável polêmica dos Starlink


Starlink sobre os Estados Unidos. Crédito: Medium

"É muito cedo para tirar conclusões até que nossos pesquisadores e cientistas da Roscosmos do Instituto de Pesquisa Espacial da Academia Russa de Ciências nos digam o que pensam", disse o porta-voz da Roscosmos, Vladimir Ustimenko, no relatório da TASS. “Decidimos entregar esses materiais a especialistas, que nos dirão qual é a opinião deles”.

Os satélites são a resposta mais provável. E é algo que os astronautas da Estação Espacial Internacional já viram antes. Em abril, os astronautas da ISS avistaram um trem de satélites Starlink que se parecem muito com esse conjunto de luzes.

 Os satélites da Starlink, cujo número ainda vai aumentar muito, chegando perto de 40.000 unidades, têm causado todo tipo de confusão e atrapalhado a observação de astrônomos, porque formam uma malha luminosa ao redor do planeta que interfere muito na observação do céu.

Elon Musk, o poderoso CEO da SpaceX prometeu resolver o problema revestindo a superfície dos objetos com material que não reflita a luz, mas isso só se aplica aos lançamentos futuros, portanto ainda teremos muita confusão pela frente.

Observadores do céu noturno pouco experientes têm confundido os satélites com UFOs em todo o mundo e aqui no Brasil eles já causaram confusão em vários estados, como você pode ler aqui e aqui.

Auroras, você sabe o que elas são?


Aurora filmada pelo cosmonauta Ivan Vagner

De qualquer maneira, vale a pena assistis ao vídeo feito pelo cosmonauta, pois é extremamente bonito. As autoras polares são um fenômeno óptico visto em forma de nuvens sobre as regiões polares e são produzidas pela ionização da atmosfera.

Isso acontece pelo impacto de partículas de vento solar com a alta atmosfera terrestre, canalizadas pelo campo magnético de nosso planeta. Ho Hemisfério Norte, o fenômeno recebe o nome de Aurora Boreal, em homenagens aos deuses gregos Aurora e Bóreas, que representam o amanhecer e os ventos do norte, respectivamente.

 Em latitudes do Hemisfério Sul é conhecida como aurora austral, nome dado pelo capitão James Cook, uma referência direta ao fato de estar ao Sul.

As Auroras não são exclusivas do planeta Terra, sendo também observável em outros planetas do Sistema Solar como Júpiter, Saturno, Marte e Vênus. Ele também poder ser produzido artificialmente,  por meio de explosões nucleares ou em laboratório.

Fonte: Space. com

Fonte:Assista, abaixo, o video feito por Ivan Vagnes

Já está no ar a Edição 265 da Revista UFO. Aproveite!

Fevereiro de 2019

O enigma das sondas