DESTAQUE

Contatos Imediatos do Terceiro Grau continua a render teorias de conspiração

Por
28 de Junho de 2018
Contatos Imediatos do Terceiro Grau, um dos maiores clássicos do cinema
Créditos: Columbia Pictures

Contatos Imediatos do Terceiro Grau (Close Encounters of the Third Kind, Columbia Pictures, 1977) ocupa um lugar de destaque como uma das maiores produções cinematográficas de todos os tempos. A década de 70 havia sido muito difícil para a sociedade norte-americana, sentindo ainda os reflexos da Guerra do Vietnã e do escândalo Watergate, e Spielberg chegou com sua fábula sobre pacíficos visitantes do espaço, na esteira de outros filmes de ficção científica e temática espacial que contribuíram para elevar a moral da audiência, como Star Wars de 1977 e Superman de 1978. Contatos Imediatos foi ainda o primeiro filme com alienígenas de Spielberg, tema que o fascinava e ao qual voltaria em E.T.: O Extraterrestre, O Milagre Veio do Espaço e muitos outros.

Há muito se fala também que Contatos Imediatos fazia parte de um programa de gradual abertura quanto à questão ufológica, com apoio secreto de agências governamentais e até do próprio governo norte-americano, assunto que, como outras teorias baseadas no filme, carece de evidências. Porém, entre os fatos registrados, há certos elementos que parecem indicar que havia de fato algo por trás da produção. Um dos exemplos aconteceu em 23 de julho de 1976, após um extenuante dia de filmagens, quando a equipe e o elenco, incluindo os nomes principais de Richard Dreifuss e Melinda Dillon, assistiram a uma palestra do consultor do filme, o grande pioneiro da Ufologia Mundial J. Allen Hynek. Após a apresentação do astrofísico, o ator Bob Balaban, que interpretou David Laughlin, discutiu com seus colegas um rumor que circulava entre a produção.

Tal rumor, conforme Balaban registrou no diário que depois publicaria como livro, apontava que "Diziam que o filme era parte de um treinamento necessário para a raça humana, a fim de que estivesse preparada e aceitasse o pouso real dos alienígenas, e está sendo secretamente patrocinado por uma agência governamental que trata dos UFOs". Consta que, durante entrevista em 2014, o desenhista de produção Joe Alves foi questionado a respeito, e afirmou que havia muitos rumores antes de mudar de assunto. O próprio Steven Spielberg, em uma entrevista em 1977, disse: "Eu não apontaria para o governo atual que existe um Watergate cósmico pelos últimos 25 anos. Eventualmente eles talvez nos contem o que descobriram ao longo das décadas". O diretor mencionou ainda boatos de que o então presidente norte-americano, Jimmy Carter, poderia liberar algumas informações sobre UFOs, o que nunca aconteceu.

J. Allen Hynek em sua aparição em Contatos Imediatos, crédito Columbia Pictures

PERSISTENTES RUMORES

Outro fato interessante é que a Biblioteca do Presidente Carter não possui qualquer registro de que ele tenha assistido ao filme enquanto estava no cargo. O estranho é que o próprio Spielberg afirmou em outra entrevista na época que o presidente não só assistiu como adorou o filme. Além disso, foi encontrada uma fotografia, dedicada por Carter a Spielberg, na Biblioteca do ex-presidente, embora não exista registro oficial de uma visita do diretor à Casa Branca no período. É bem conhecido o interesse de Carter pelos UFOs, lembrando que ele teve um avistamento em 1969, em Leary Georgia, acompanhado por outras doze pessoas. Já a mais recente teoria de conspiração ligada a Contatos Imediatos do Terceiro Grau fala do Projeto Serpo, que alega que em julho de 1965, em cumprimento a um acordo com uma civilização alienígena de Zeta Reticuli, 12 astronautas norte-americanos viajaram para o planeta Serpo, em troca de um representante alienígena ficar na Terra como hóspede do governo norte-americano. A temática do filme é muito parecida, mas como a história do Projeto Serpo só surgiu em 2005, em uma série de e-mails anônimos enviados a vários pesquisadores, pode-se tranquilamente afirmar que seja uma fraude inspirada pelo filme, e não o contrário.

O filme abriu uma nova era em produções envolvendo extraterrestres, crédito Columbia Pictures

Confira uma entrevista de Steven Spielberg na época do lançamento do filme

Assista a outra entrevista do diretor no mesmo ano

Trailer de Contatos Imediatos do Terceiro Grau

A Ficção Científica Brasileira e a Ufologia

Livros de ficção podem conter autênticos fatos ufológicos

Famoso filme dos anos 50 foi baseado em pesquisas ufológicas

Filme de curta metragem recria invasão alienígena de Los Angeles em 1942

Lançada edição de A Guerra dos Mundos com ilustrações de artista brasileiro

Saiba mais:

Livro: Roswell: Novas Revelações

O caso ufológico que dá origem a este livro é o mesmo que serviu de pretexto, quase sete décadas atrás, para a implantação da política governamental de acobertamento da presença alienígena na Terra. Foi imediatamente após a queda de um disco voador na cidade de Roswell, no meio do Deserto do Nevada, que as autoridades norte-americanas tomaram conhecimento de sua procedência extraterrestre e de sua elevada tecnologia. Roswell: Novas Revelações vai a fundo nesta questão e expõe todas as suas características com clareza, após décadas de pesquisas do autor e centenas de depoimentos de testemunhas civis e militares. Donald Schmitt é um dos maiores especialistas no Caso Roswell em todo o mundo. Foi diretor de investigações do Center for UFO Studies (CUFOS), fundado décadas atrás pelo pioneiro J. Allen Hynek.

DVD: Roswell: Arquivo Secreto

Já está no ar a Edição 36 da Revista UFO. Aproveite!

Setembro de 2005

Ficção Científica e Ufologia: até que ponto uma influencia a outra?

UPDATED CACHE