DESTAQUE

Conheça os relatórios da Força Aérea dos Estados Unidos sobre encontros com UFOs

Por
07 de Julho de 2020
Força Aérea dos Estados Unidos e os encontros com UFOs
Créditos: divulgação

Jornalistas norte-americanos conseguiram a liberação de relatórios de pilotos de caça da Força Aérea que detalham encontros com UFOs. Em um dos casos quase houve uma colisão fatal.

 No ano passado, surgiram relatos de pilotos de caça da Marinha dos Estados Unidos que tiveram vários encontros com UFOs enquanto voavam em espaço aéreo restrito na Costa Leste daquele país.

Os detalhes permanecem limitados, embora o site norte-americano The War Zone venha coletando cada vez mais informações que poderiam ajudar a explicar muitos desses incidentes.

Ao mesmo tempo, curiosamente, não houve praticamente nenhuma revelação sobre encontros semelhantes de outros ramos das Forças Armadas dos Estados Unidos, especialmente da Força Aérea, que é a entidade responsável por proteger o espaço aéreo do país.

 

A ação do Senado

 
Congresso dos Estados Unidos. Crédito: foto/divulgação

Toda essa questão, especialmente em relação às aeronaves militares que encontravam UFOs ao voar sobre ou perto dos Estados Unidos, voltou à consciência pública semana passada.

Isso porque o Comitê Seleto de Inteligência do Senado disse que buscava obter informações completas sobre a questão com a comunidade de Inteligência e com o Pentágono, conforme publicamos aqui.

Como parte de um relatório que acompanha o último rascunho da versão do Senado da Lei de Autorização de Inteligência para o ano fiscal de 2021, os membros do comitê incluíram um trecho solicitando uma revisão detalhada de exatamente quais informações sobre esse tipo de incidentes existem agora.

Eles também querem saber como novos dados são coletados, como tudo isso é compartilhado dentro do governo federal e que ameaças esses objetos aéreos podem representar, incluindo se eles podem refletir avanços tecnológicos de possíveis adversários.

Os relatórios da Força Aérea, que citaremos abaixo, bem como os divulgados anteriormente e que a Marinha tem em arquivo, poderiam estar facilmente entre as informações que a comunidade de Inteligência e o Departamento de Defesa podem acabar compilando para a revisão dos senadores.

 

Os relatórios divulgados

 
Encontro entre pilotos e UFOs Crédito: Revista UFO

Os 25 relatórios obtidos pelo The War Zone, cobrem vários tipos de incidentes em todo o mundo e provêm do banco de dados do Sistema Automatizado de Segurança da Força Aérea (AFSAS).

Eles foram obtidos como resposta a um pedido por cópias de "qualquer incidente de voo, risco, ou relatos semelhantes que o Centro de Segurança da Força Aérea recebeu durante os anos de 2013 a 2019 que lidam com encontros que qualquer aeronave da Força Aérea teve em qualquer lugar do mundo com objetos aéreos não identificados".

 As informações pessoais, assim como todas as outras partes privilegiadas do relatório foram editadas de acordo com a lei. "Infelizmente, algumas páginas são praticamente ilegíveis devido à qualidade do registro de microfilme e à nossa capacidade de reproduzi-lo", dizia a carta que acompanhou a liberação.

 Não está claro qual dos registros divulgados, se houver, foram reproduzidos a partir de relatórios contidos no microfilme. A Força Aérea ainda estava oferecendo a opção de enviar respostas de petição pela FOIA sobre microfilmes no final dos anos 2000, mas geralmente apenas para registros mais antigos criados anos antes da introdução generalizada de bancos de dados computadorizados, como o AFSAS.

Para conhecer o que dizem todos os relatórios, por favor, clique aqui

 

Isso é tudo?

 
CEna do seriado Blue Book. Crédito: History Channel

O fato de que apenas um desses relatórios lida especificamente com a experiência direta da tripulação de um jato de combate, uma quase colisão em 01 de novembro de 2017 e apenas um outro relatório menciona o envolvimento tangencial de uma aeronave tática, parece muito estranho.

Como o site The War Zone notou no passado, aeronaves táticas, especialmente caças com radares e outros sensores cada vez mais sofisticados já provaram estar particularmente bem preparadas para localizar e rastrear objetos pequenos e não identificados.

Existe a possibilidade ou, pelo menos uma probabilidade bastante alta, de que relatórios adicionais estejam passando ??por sistemas separados ou até confidenciais, incluindo aqueles fora dos canais normais de comunicação de incidentes de segurança da aviação militar.

Nesse sentido, o site The Black Vault recebeu vários e-mails internos da Força Aérea, via FOIA, relacionados a essa questão, incluindo um que dizia "Atualmente, a Força Aérea não está trabalhando em uma diretriz específica para relatar UAPs".

Essa não é uma questão fechada, as coisas continuam caminhando em seu próprio ritmo, e lentamente parece estar emergindo um quadro que aponta para armamentos de altíssima tecnologia, que nada têm de extraterrestres.

Nós continuamos acompanhando todas as facetas desse assunto, que pode, se houver vontade ou necessidade política, resolver um mistério que já dura há 73 anos.

 

Fonte: Canal João Marcelo

Assista, abaixo, um video legandado sobre o assunto:

Já está no ar a Edição 258 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2018

Que tecnologia é esta?