DESTAQUE

Conheça os misteriosos triângulos voadores do vale do Rio Hudson e o homem que os pesquisou

Por
09 de Setembro de 2020
UFO triangular sobre o rio
Créditos: Revista UFO

Certas partes dos Estados Unidos são conhecidas como pontos quentes para avistamentos de UFOs. São lugares onde aeronaves desconhecidas são vistas por várias testemunhas durante um longo período de tempo. O Vale do Rio Hudson é um desses locais.

 O doutor Bruce Cornet é um cientista que estudou esses pontos críticos e diz que viu a nave misteriosa com seus próprios olhos. Alguns desses avistamentos aconteceram em áreas do país que foram documentadas pelo astrônomo doutor J. Allen Hynek, no Projeto Livro Azul da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF).

Um dos pontos quentes é o Vale do Rio Hudson, em Nova York, um lugar onde milhares de testemunhas relataram ter visto aeronaves misteriosas. Em meados dos anos oitenta, o vale foi o lar de muitos incidentes ufológicos. 

Naquela época, milhares de relatórios policiais foram chamados sobre UFOs, às vezes o tráfego parava quando as pessoas olhavam para o céu. Os avistamentos não pararam e são relatados até hoje.

 

Os triângulos do Hudson

 
Filmagem de um triângulo voador

Cornet foi atraído para o Vale do Hudson e passou anos em campo falando com testemunhas. Ele claramente se lembra da noite em que viu uma aeronave misteriosa que mudou de forma.

“Era uma série de luzes seguidas. e parecia um objeto em forma de charuto subindo pela crista”, disse o doutor Cornet,

“E quando ele passou pela crista, ele abriu asas. As asas apenas se dobraram e as luzes que estavam nas pontas, você podia vê-las saindo. Então ele se achatou, e se inclinou para o outro lado do vale e ligou o som. Ele não só abriu asas, mas também ligou o som”, disse o cientista.

Cornet tem uma formação científica longa e aclamada. Ele é bacharel em biologia e mestre em paleobotânica pela Universidade de Connecticut, e doutor em geologia e palinologia – o estudo de esporos fósseis e pólen, usados para datar rochas – pela Penn State.

Antes de se aposentar e dedicar mais tempo a escrever e pesquisar UFOs e casos de abdução, Cornet trabalhou em Houston, nas empresas Gulf Research & Development, Exxon USA, Mobil Oil Corporation e Superior Oil Company, e foi pesquisador no Observatório da Terra Lamont-Doherty, da Universidade de Columbia.

 

Os avistamentos continuam


Crédito: Mystery Wire

Durante vários de seus próprios avistamentos, Cornet registrou e analisou o som da nave que estava observando. Ele afirma que algumas naves usam o som de jatos comuns para se misturar ao ambiente humano normal.

A imagem acima mostra o que Cornet diz ser o efeito Doppler reverso quando uma das naves passou diretamente sobre ele. Ele também gravou esse evento e o compartilhou e descreveu em seu canal no YouTube.

“Na sexta-feira, 06 de agosto de 1993, pelo menos três aeronaves não-convencionais (UFOs) viajaram para o oeste do rio Hudson através do condado de Orange, em Nova York, até chegarem a Middletown, Chester e Maybrook, onde voltaram para o leste, retornando para onde se originaram. Muitas pessoas testemunharam o incidente e ele se tornou o assunto de um programa de TV em 21 de maio de 1993”.

Seus anos de pesquisa eventualmente o levaram a trabalhar para o Instituto Nacional de Descobertas Científicas (NIDS), um grupo investigativo especial criado pelo bilionário Robert Bigelow, que na época acabara de comprar um lugar agora conhecido como Skinwalker Ranch.

 

Fonte: Mystery Wire

 

Assista, abaixo, uma excelente entrevista com Bruce Cornet:

Já está no ar a Edição 278 da Revista UFO. Aproveite!

Março de 2020

Miscigenação com aliens