DESTAQUE

Como o Pentágono lidou com relatos e imagens observadas de UFOs?

Por
20 de Maio de 2021
Será que o Pentágono revelará tudo o que sabe sobre UFOs em junho?
Créditos: Wikipedia

O governo dos Estados Unidos divulgará em junho um relatório que perderá o sigilo com informações sobre casos catalogados pelas Forças Armadas. Durante anos, o governo norte-americano ignorou amplamente os relatos de misteriosos objetos avistados enquanto se moviam em um espaço aéreo militar restrito. Agora, no entanto, os Estados Unidos lentamente começam a reconhecer que os UFOs são reais.

Embora seja certamente prematuro especular se esses objetos voadores são de outro mundo, a Marinha dos Estados Unidos recentemente confirmou a autenticidade de vários vídeos e imagens mostrando encontros com UFOs. Isso alimenta questões sobre o que o Pentágono sabe sobre esses incidentes e outros casos semelhantes. Relatórios de UFOs que perderão o sigilo estão programados para serem entregues ao Congresso pelo Escritório do Diretor de Inteligência Nacional e outras agências no mês de junho.

O inspetor-geral do Departamento de Defesa também deve examinar como o Pentágono lidou com os relatos de UFOs.  Uma fonte com conhecimento do assunto disse à CNN no início deste mês que novas investigações sobre como esses encontros foram tratados nos últimos anos serão anunciadas em breve. No mês passado, o Pentágono confirmou a autenticidade de fotos e vídeos feitos por militares da Marinha em 2019 que pareciam mostrar objetos em forma de pirâmide piscando e se movendo através das nuvens.

Outra série de fotos de oficiais da Marinha mostrou três objetos aparentemente voando no céu, em forma de esfera e uma aeronave metálica. Em abril de 2020, o Pentágono lançou três vídeos curtos de câmeras infravermelhas que pareciam mostrar objetos voadores se movendo rapidamente. Em dois dos vídeos, os militares reagem espantados com a rapidez com que os objetos se movem. Uma voz especula que poderia ser um drone.

A NASA reconheceu a veracidade dos vídeos em setembro de 2019, mas os lançou oficialmente meses depois, “(...) com o objetivo de esclarecer qualquer equívoco do público sobre se as imagens que estão circulando são reais ou não, ou se há algo mais nos vídeos ou não”, disse a porta-voz do Pentágono, Sue Gough, na época. “Após uma revisão completa, o departamento determinou que a liberação autorizada desses vídeos desclassificados não revela nenhuma capacidade ou sistema sensível”, disse Sue em um comunicado. “E não afeta nenhuma investigação subsequente sobre incursões no espaço aéreo militar por fenômenos aéreos não identificados.”


O Pentágono divulgou vídeos que mostram UFOs se movendo rapidamente enquanto eram gravados por câmeras com sistema infravermelho.
Fonte: To the Stars Academy of Arts & Sciences

Em 2017, um dos pilotos que viu um dos objetos não identificados em 2004 disse à CNN que ele estava se movendo de uma maneira que ele não sabia explicar. “Quando cheguei mais perto, ele acelerou rapidamente para o sul e desapareceu em menos de dois segundos”, disse David Fravor, um piloto aposentado da Marinha. “Isso foi extremamente brusco, como uma bola de pingue-pongue quicando em uma parede que, golpeada, iria para outra direção.”

Embora os especialistas na área tenham aplaudido os movimentos recentes do governo para compartilhar mais informações sobre os encontros relatados de UFOs nas últimas décadas, muitos permanecem céticos de que o próximo relatório do Escritório do Diretor de Inteligência Nacional e outras agências fornecerá um olhar abrangente sobre o problema. Isso porque o Pentágono relutou em reconhecer que parte do que foi observado é simplesmente inexplicável, apesar das evidências convincentes de que esses objetos exibem características normalmente não associadas a aeronaves convencionais, de acordo com Luis Elizondo, ex-chefe de um programa secreto do Departamento de Defesa para a investigação de UFOs em potencial.

“Na melhor das hipóteses, há um relatório provisório que cumprirá a intenção do Congresso com a promessa de fornecer outro relatório após este”, disse Elizondo a repórteres no mês passado. “Infelizmente, há muito mais coisas que não sabemos do que sabemos. A boa notícia é que finalmente estamos levando isso a sério.” O Pentágono já estudou gravações de encontros aéreos com objetos desconhecidos como parte de um programa secreto que não existe mais. Isso foi realizado a pedido do ex-senador democrata de Nevada, Harry Reid.

O programa foi lançado em 2007 e encerrado em 2012, segundo o Pentágono, porque o Departamento de Defesa avaliou que havia prioridades mais altas que precisavam de financiamento. Reid, Elizondo e outros que fizeram lobby para que o governo liberasse mais informações sobre UFOs dizem que os materiais liberados até agora apenas arranham a superfície do que é conhecido.

Fonte

Já está no ar a Edição 284 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2021

Biden revelará os segredos dos UFOs?