DESTAQUE

Cientistas enviam mensagem para possíveis alienígenas em sistema a 12 anos-luz de distância

Por
16 de Novembro de 2017
Concepção artística de GJ 273b, mundo para o qual foi direcionada a transmissão
Créditos: METI

A mais conhecida transmissão enviada para possíveis civilizações alienígenas é a Mensagem de Arecibo, enviada em 1974 através do radiotelescópio de Arecibo em Porto Rico. Composta por Frank Drake e outros pesquisadores, a transmissão foi direcionada ao aglomerado globular M13, a 25.000 anos-luz de distância. Esse tipo de experimento é conhecido como METI, sigla para Mensagem para Inteligência Extraterrestre. Já o conhecido programa SETI significa Busca por Inteligência Extraterrestre, e se concentra em somente captar possíveis transmissões de civilizações alienígenas.

A realidade incontestável das imensas distâncias interestelares, o que demandaria tempo considerável para uma troca de mensagens via rádio entre duas civilizações, mais o temor de que transmissões deliberadas poderiam atrair alienígenas hostis, algo que tem sido expresso em diversas ocasiões por, entre outros, o astrofísico Stephen Hawking, têm mantido a controvérsia em torno do METI. Contudo o projeto persiste, e uma nova mensagem foi enviada nos últimos dias 16, 17 e 8 de outubro utilizando o radiotelescópio de 32 m de Tromso, na Noruega. A transmissão foi direcionada para a estrela GJ 273, uma estrela anã vermelha também conhecida como Estrela de Luyten, e que dista somente 12,36 anos-luz de nós.

Esse sistema possui dois planetas confirmados, e GJ 273b, uma super-Terra com massa cerca de três vezes maior que a da Terra, reside dentro de sua região habitável, permitindo que na superfície desse mundo possa existir água líquida. O objetivo da transmissão, de acordo com o presidente do METI Douglas Vakoch, é não somente provocar uma resposta de possíveis alienígenas ali residentes, como lançar a fundação de um esforço de longo prazo. Vakoch disse: "É um protótipo do que pensamos que iremos precisar fazer 100, 1.000 ou um milhão de vezes. Para mim o maior sucesso será se, daqui a 25 anos, alguém de nossa equipe se lembrar de verificar se obtivemos resposta". Um pouco menos de 25 anos seria o tempo para a transmissão chegar a GJ 273b e algum alienígena ali residente decidir responder quase imediatamente.

AMPLIANDO A EXPERIÊNCIA HUMANA

Douglas Vakoch afirma não temer possíveis alienígenas hostis nesse sistema, já que em mais de meio século de transmissões terrestres "vazando" para o espaço nenhum conquistador extraterrestre chegou para nos ameaçar. O projeto foi chamado de Sónar Calling GJ 273b, uma colaboração entre o METI International, o Instituto de Estudos Espaciais da Catalunha, Espanha, e o festival de música, criatividade e tecnologia Sónar, de Barcelona, também da Espanha. A mensagem, transmitida em código binário, contém um tutorial científico e matemático e 33 curtas composições musicais dos artistas do Sónar. O grupo planeja enviar um tutorial estendido em abril de 2018, como a primeira mensagem também transmitido em várias frequências. Vakoch completou: "Fazer isso junto com os artistas do Sónar é nossa maneira de mostrar a necessidade de incorporar uma perspectiva científica, e também reconhecer que somente ela não captura a totalidade do espírito humano".

Entre no site do projeto METI

Assista um vídeo sobre a iniciativa

Mais um vídeo do Sónar Calling GJ 273b

Explicação para o Sinal Uau envolvendo cometas é contestada

Stephen Hawking volta a advertir sobre os riscos de contato com alienígenas

Vida alienígena será encontrada em até 20 anos, diz cientista do SETI

Misteriosas emissões de rádio podem ser de alienígenas impulsionando naves estelares

Sinal de rádio detectado por astrônomos pode provir de alienígenas

Projeto Breakthrough Listen capta 15 misteriosos sinais de galáxia distante

Saiba mais:

Livro: Guia da Tipologia Extraterrestre

crédito: Revista UFO
Guia da Tipologia Extraterrestre
Guia da Tipologia Extraterrestre

Há séculos a espécie humana assiste à chegada de estranhos seres geralmente bípedes e semelhantes a nós, que descem de curiosos veículos voadores sem rodas, asas ou qualquer indício de forma de navegação. Quase sempre estas criaturas têm formato humanoide e não raro se parecem com uma pessoa comum, mas com um problema: elas não são daqui, não são da Terra. O que pouca gente sabe é que existem dezenas de tipos deles vindo até nós, alguns com o curioso aspecto de robôs, outros se assemelhando a animais e há até os que se parecem muito com entidades do nosso folclore. O Guia da Tipologia Extraterrestre faz uma ampla catalogação de todos os tipos de entidades já relatadas, classificando-as conforme sua aparência e características físicas diante de suas testemunhas, resultando num esforço inédito para se entender quem são nossos visitantes.

DVD: Planetas Alienígenas

Já está no ar a Edição 245 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2017

Múltiplos formatos e origens

UPDATED CACHE