NOTÍCIA

Cientistas detectam sinal poderoso de rádio de origem misteriosa

Por Mel Polidori | 08 de Agosto de 2018

Rede de radiotelescópios CHIME, no Canadá
Créditos: Hypescience

Cientistas detectam sinal poderoso de rádio de origem misteriosa

Nosso universo está repleto de luz invisível. Além do espectro visível, diversos sinais de rádio e micro-ondas inundam o espaço, provenientes das mais diversas fontes, como estrelas em colapso, campos magnéticos, nuvens de poeira espacial e buracos negros famintos.

Mas um desses sinais de luz – chamado de “rajadas rápidas de rádio”, ou “explosões rápidas de rádio” (do termo original em inglês “fast radio bursts” ou FRB) – tem intrigado enormemente os cientistas porque não conseguimos determinar sua origem. São muito poderosas e duram apenas alguns milissegundos. Na manhã de 25 de julho, uma dessas explosões de energia passou zunindo por uma nova série de radiotelescópios localizada nas montanhas da Colúmbia Britânica, no Canadá, registrando um dos mais raros desses eventos já detectados.

O sinal misterioso, denominado FRB 180725A, foi transmitido em frequências de até 580 megahertz, quase 200 MHz abaixo de qualquer outro FRB detectado. Sua frequência rápida e baixa sugere que as explosões são extremamente brilhantes e originam-se de uma fonte insanamente poderosa em algum lugar do cosmos. Procedências possíveis incluem supernovas, buracos negros supermassivos e algumas outras fontes de radiação eletromagnética poderosa, como os pulsares, mas, até agora, não identificaram uma fonte natural para os FRBs com confiança.

O CHIME é um radiotelescópio do Canadá, de última geração, projetado para detectar ondas de rádio antigas, enviadas quando o universo era apenas uma criança, entre 6 e 11 bilhões de anos atrás. Embora esteja em operação há apenas cerca de um ano, ele já detectou vários FRBs notáveis, incluindo diversos sinais de baixa frequência que se seguiram logo após o poderoso FRB 180725A na semana passada.

Logo, os cientistas não descartam uma “origem artificial” dos sinais – isto é, inteligência extraterrestre. Por enquanto, as FRBs permanecem um mistério para os astrônomos. Quem sabe mais tecnologias como o CHIME ajudem os cientistas a finalmente desvendarem tais rajadas rápidas de rádio e sua origem elusiva.

Site do radioelescópio CHIME

Catálogo de todas as FRBs captadas

Natureza de sinais de rádio misteriosos permanece desconhecida

Cientistas descobrem exoplanetas onde a vida poderia se desenvolver como na Terra

Febre das criptomoedas dificulta a busca por sinais extraterrestres

Fonte: Livescience.com, tradução por Ana Carbone


Saiba mais:

Livro: Somos Todos ETs



DVD: Buscando Vida Fora da Terra

Compartilhe essa notícia:

Saiba mais sobre este assunto na edição 259 da revista

Comentários