NOTÍCIA

Cientistas confirmam oficialmente o avistamento de um UFO no céu do Chile

Por Mel Polidori | 08 de Janeiro de 2019

Ilustração avistamento UFO
Créditos: Revista UFO

Cientistas confirmam oficialmente o avistamento de um UFO no céu do Chile

Os cientistas no Centro de Estudos de Fenômenos Aéreos Anômalos Chileno (CEFAA), ligado à Direção Geral da Aeronáutica Civil do Chile, concluíram que um avistamento ocorrido em abril de 2013 corresponde a um UFO e divulgaram a imagem. Após um ano de análise com cientistas de alto nível, "que geralmente são muito céticos", concluiu-se que o avistamento de abril de 2013 no norte do Chile é "um Objeto Voador Não Identificado (UFO), pois  não corresponde a nada conhecido" ressaltou Ricardo Bermúdez, diretor do CEFAA.

O chefe do CEFAA, uma organização única no mundo, explicou que não se trata de uma "desclassificação" da imagem porque, segundo ele, "não temos segredos". Nessa matéria, "ninguém é o dono da verdade", então "escolhemos compartilhar as informações que temos, não as esconder", disse Bermudez, que observou que o Chile "é o único país em que há total transparência" no que diz respeito aos assuntos ufológicos.

"Trabalhamos abertamente com aqueles que veem objetos voadores, que geralmente são pilotos de aviões ou operadores de radar, mas também com pessoas comuns que costumam fotografá-los", disse ele. Também com astrônomos, químicos, universidades, as Forças Armadas e a Polícia na análise de testemunhos e imagens, que na maioria das vezes se revelam pássaros, balões de ar quente, sondas ou outros objetos sem mistério ”, afirmou.

(UFO registrado em abril de 2013, em Tarapacá, no norte do Chile.  Crédito: CEFAA)

Sobre o Caso: Disco Prateado

Um grupo de 35 trabalhadores da mina Collahuasi, em Tarapacá, em meados de abril de 2013, viu e fotografou um disco prateado que se manteve visível por aproximadamente 2 horas. O objeto estava a aproximados 600 metros de altitude, em um dia absolutamente limpo, sem nenhuma nuvem no céu. "Era um disco de prata, de cerca de dez metros de diâmetro, que fazia deslocamentos verticais e horizontais que nenhum avião pode fazer, mas que parecia seguir um plano de voo predeterminado", explicou Bermudez. O objeto, nesse contexto, tornou-se parte dos 3% do total de avistamentos registrados no Chile desde 1998 e oficialmente reconhecidos como UFOs.

Fonte:  History, El Comercio

.

.

Veja mais:

Arquivos da KGB revelam descobertas inexplicáveis na Grande Pirâmide do Egito

Como a Força Aérea Argentina caça UFOs

Os principais eventos astronômicos de 2019

A serie De Carona com os Óvnis homenageia Tatá Noronha, de São Tomé das Letras

O que revelam os sinais recebidos pela sonda New Horizons da NASA

Inédito na história: China pousa no lado oculto da Lua

Compartilhe essa notícia:

Saiba mais sobre este assunto na edição 263 da revista

Comentários

Livros
recomendados

DVDs
recomendados

Edições
recomendadas