DESTAQUE

Cidade alemã inaugura ponto de pouso de UFOs

Por
23 de Abril de 2014
O centro histórico da cidade de Göttingen, cujas autoridades se mostram mais interessadas nos UFOs do que o governo alemão
Créditos: Wikimedia

A cidade alemã de Göttingen, no estado da Baixa Saxônia, inaugurou em março passado um ponto de pouso para discos voadores. O evento teve a presença de políticos locais, entusiastas da ciência e comediantes, e a intenção por trás do mesmo era mais voltada para o entretenimento.

O ponto de pouso é um círculo de pouco mais de 10 metros de diâmetro, marcado com a sigla internacional ULP 42. As notícias dão conta de que ULP significa UFO Landing Place, ou local de pouso de UFO, e as lideranças locais afirmam que essa área não está mais disponível como estacionamento para o público em geral, somente para naves alienígenas. Avisam também que qualquer um que tentar utilizar a vaga o faz por sua própria conta e risco.

A notícia foi publicada em primeiro lugar no site HNA.de, dedicado àquela região da Alemanha. Também é informado que esse é o segundo ponto de pouso de UFO na Baixa Saxônia, porém o primeiro não é indicado. De acordo com a notícia no citado site: "A cidade contribui para a paz mundial, o processo de comunicação intergaláctica e a tolerância, abertura e integração, mostrando que pode-se trabalhar para implementar a Resolução 33/426 de 1978 da ONU".

RESPOSTA A UMA DECISÃO DAS NAÇÕES UNIDAS

A decisão mencionada foi tomada pela Organização das Nações Unidas em 1978, convidando todos os países membros a enviar os resultados de suas investigações ufológicas para o Comitê para o Uso Pacífico do Espaço Exterior da entidade. Pelo fato de ser na verdade uma decisão, carrega menos peso que uma resolução, e não se tem notícia de que qualquer país já a tenha cumprido.

crédito: Hna.de
Pessoas ao redor do ponto de pouso para UFOs em Göttingen
Pessoas ao redor do ponto de pouso para UFOs em Göttingen

O processo foi iniciativa de Sir Eric Gairy, então primeiro-ministro de Granada, que pressionou para que a ONU criasse um departamento a fim de investigar o Fenômeno UFO em todo o mundo. O debate não prosseguiu, e Gairy foi derrubado por um golpe de estado pouco depois. A Decisão 33/426 da Assembleia-Geral da ONU, de 1978, diz:

Estabelecimento de uma agência ou departamento nas Nações Unidas para dirigir, coordenar e divulgar os resultados de pesquisas dos objetos voadores não identificados e fenômenos relacionados.

Em sua 87º reunião plenária, em 18 de dezembro de 1978, a Assembleia-Geral, com as recomendações do Comitê Político Especial, adotou o seguinte texto como representativo do consenso dos membros da Assembleia:

1- A Assembleia-Geral tomou nota dos depoimentos apresentados, e projetos de resoluções apresentados por Granada na trigésima segunda e trigésima terceira sessões da Assembleia-Geral, a respeito de objetos voadores não identificados e fenômenos relacionados.

2- A Assembleia-Geral convida estados membros interessados a tomar os passos apropriados para coordenar em nível nacional pesquisas científicas e investigações sobre a vida extraterrestre, incluindo objetos voadores não identificados, e informar o Secretário-Geral das observações, pesquisas e avaliações de tais atividades.

3- A Assembleia-Geral pede ao Secretário-Geral que transmita as declarações da delegação de Granada e a documentação relevante para o Comitê para o Uso Pacífico do Espaço Exterior, a fim de que seja considerado em sua sessão de 1979.

4- O Comitê para o Uso Pacífico do Espaço Exterior permitirá a Granada, a seu pedido, que apresente seus argumentos ao Comitê em sua sessão de 1979. A deliberaçao do Comitê será incluída em seu relatório, o qual será considerado pela Assembleia-Geral em sua trigésima quarta sessão.


Entretanto, a inauguração em Göttingen e a nota no HNA.de não significa que a Alemanha irá abrir seus arquivos ufológicos. De fato, o governo daquele país nunca deu a atenção devida ao Fenômeno UFO. As autoridades em Göttingen, entretanto, afirmam estarem prontas para receber alienígenas, e afirma-se que estariam inclusive procurando pessoas capazes de traduzir nossos idiomas para os visitantes.

Cosmonauta afirma que ONU possui instruções para contato com alienígenas

Tema da abertura ufológica deve ser discutido na ONU

Carta de Foz do Iguaçu 2013 já está no Ministério das Relações Exteriores

Saiba mais:

Livro: Terra Vigiada

crédito: Revista UFO
Terra Vigiada
Terra Vigiada

Terra Vigiada não é um livro comum, mas um verdadeiro dossiê fartamente documentado que comprova que inteligências extraterrestres observam e monitoram nossos arsenais atômicos. O livro contém dezenas de depoimentos prestados por militares norte-americanos que testemunharam a manifestação de discos voadores sobre áreas de testes nucleares, nas décadas de 40 a 70, comprovando que outras espécies cósmicas mantêm nossas atividades bélicas sob severa e contínua vigilância. Hastings vai mais além e mostra em Terra Vigiada que não é incomum discos voadores interferirem nos experimentos de lançamento, muitas vezes inutilizando as ogivas nucleares a serem detonadas, ou sobrevoarem silos de mísseis armados.

DVD: Pacote DVDs UFOZ 2012

Já está no ar a Edição 208 da Revista UFO. Aproveite!

Fevereiro de 2014

Nova etapa, novos desafios