DESTAQUE

Chile e França acertam cooperação no estudo ufológico

Por
19 de Dezembro de 2014
Avistamentos de pilotos de aeronaves, principal alvo da cooperação entre CEFAA e GEIPAN
Créditos: National Geographic

O Grupo de Estudos de Fenômenos Aeroespaciais Não identificados (GEIPAN) é uma das entidades mais antigas e atuantes na investigação do Fenômeno UFO. Desde 1977 realiza seu trabalho de forma oficial, atuando oficialmente como órgão da Agência Espacial da França. Em sua metodologia, os casos classificados como Tipo D são os mais significativos, pois não podem ser explicados de forma convencional. O GEIPAN chegou à conclusão de que cerca de 20 por cento dos 2.200 casos em seus arquivos se enquadram nessa categoria.

Já o Comité de Estudios de Fenómenos Aéreos Anómalos (CEFAA) é o órgão oficial de pesquisa ufológica da Força Aérea do Chile. Funcionando desde 1997, já investigou dezenas de casos de avistamentos, especialmente aqueles cujas testemunhas são pilotos e tripulações de aeronaves civis e militares. O CEFAA realizou um encontro no começo deste ano, a fim de determinar se os UFOs constituem uma ameaça para a aviação. A conclusão foi de que não representam uma ameaça direta e não parecem ter intenções hostis, contudo os militares concluíram que podem representar certo risco, na medida em que os pilotos podem se distrair em sua presença.

As duas entidades firmaram recentemente um acordo de cooperação, cuja primeira reunião de trabalho aconteceu em Paris, em 28 e 29 de agosto últimos. Além dos dois organismos, participa do esforço conjunto A Sigma2, entidade que faz parte da 3AF, uma sociedade privada dedicada à ciência e tecnologia, que pode ser comparada ao Instituto Americano de Astronomia e Astronáutica. A 3AF possui um importante papel para a indústria aeronáutica europeia, e a Sigma 2 trabalhou ao lado do GEIPAN em diversos casos, sempre que os especialistas do órgão oficial não tinham a expertise requerida para determinado caso, em termos de análises físicas de eventos do Tipo D.

COOPERAÇÃO PODE INCENTIVAR A PARTICIPAÇÃO OFICIAL DE OUTROS GOVERNOS

A 3AF/Sigma 2 também concordou com as conclusões do histórico estudo publicado em 1999 pelo Comitê Cometa, publicado com exclusividade no Brasil pela Biblioteca UFO, com o titulo Dossiê Cometa. O presidente da comissão Sigma2, Luc Dini, afirmou ainda que a intenção é ampliar a cooperação: "Temos a intenção de desenvolver uma rede de especialistas técnicos e científicos, na França, na Europa, e fora da Europa, para conduzir estudos de casos e discutir análises técnicas". Especula-se que um dos futuros parceiros seja o Centro de Informação de Fenômenos Anômalos da Aviação Nacional (NARCAP), dirigido por Richard Hains e que foi entrevistado na edição 168 da Revista UFO. O NARCAP realiza um importante trabalho em prevenção do risco que os UFOs representam para a aviação, recebendo depoimentos e relatórios de pilotos civis.

crédito: 3AF
Foto da histórica reunião entre CEFAA e GEIPAN
Foto da histórica reunião entre CEFAA e GEIPAN

A cooperação entre Chile e França foi também elogiada por Leslie Kean, jornalista norte-americana, entrevistada na edição 180 da Revista UFO e autora do livro UFOs: OVNIs - Militares, Pilotos e o Governo Abrem o Jogo. Ela disse: "Sei por experiência pessoal que essa cooperação entre governos sobre esse assunto é importante para pessoas do governo norte-americano, para que um novo envolvimento oficial deste último seja considerado. O fato de duas agências importantes unmirem forças é muito significativo e temos esperanças que esse passo à frente ajude a encorajar outros governos a levarem o assunto a sério e se unir ao crescente esforço internacional de investigação. O envolvimento dos Estados Unidos é importante para incentivar outros países a também colaborar".

Site oficial do CEFAA

Visite o site do GEIPAN

Site da 3AF a respeito de fenômenos aéreos anômalos

Órgão da Força Aérea do Chile reconhece oficialmente imagem de UFO

Em marco histórico, CEFAA e Cridovni assinam acordo de cooperação

General chileno da reserva também confirma a existência de UFOs

Debate ufológico aconteceu na Universidade Americana

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

crédito: Revista UFO
Dossiê Cometa
Dossiê Cometa

Este é o documento ufológico mais explosivo dos últimos tempos. O Dossiê Cometa é o relatório da entidade homônima francesa – o Comitê Cometa – que analisou as evidências mais marcantes da atuação de ETs em nosso planeta, através de avistamentos e aterrissagens de UFOs que se prolongam há milênios e dos contatos com seus tripulantes. O documento foi entregue ao primeiro ministro francês e a outras autoridades mundiais, com uma séria advertência: devemos estar preparados para grandes transformações em nossa cultura, ciência e religião, pois em pouco tempo os UFOs causarão grande impacto em nossas vidas. Para os membros da entidade, o futuro está definido: um exame da ação de nossos visitantes deixa claro que caminhamos rapidamente para um contato oficial definitivo com outras espécies cósmicas.

DVD: UFOs nos Arquivos Secretos

Já está no ar a Edição 218 da Revista UFO. Aproveite!

Dezembro de 2014

Frente a frente com eles