DESTAQUE

Certas regiões brasileiras têm forte potencial para o Ufoturismo

Por
06 de Junho de 2010
Créditos:

No dia 21 de novembro, o ufólogo paulista Paulo Aníbal G. Mesquita, membro do Grupo EXO-X e consultor da Revista UFO, participou de um programa na Rádio Aliança, na região de Concórdia, Santa Catarina, para dá seu parecer a respeito do relato de que alguns moradores afirmam ter observado um UFO sobrevoando a região na noite anterior. O senhor Michel Teixeira, que está a par das investigações, já encaminhou ao ufólogo as gravações que serão exibidas em primeira mão no último evento promovido pelo grupo paulista EXO-X em 2008, no dia 14 de dezembro, na sede dos Grupo Espírita Auta de Souza (GEAS). Atendendo ao convite feito pela equipe da rádio, Paulo Aníbal estará nos próximos dias nesta região do interior do estado de Santa Catarina para a realização de uma efetiva apuração da casuística ufológica, inclusive de uma suposta formação circular numa plantação de trigo nas proximidades da cidade.

Os moradores relataram que uma luz estranha chamou a atenção de todos no Bairro Industriários na noite de quinta-feira, 20 de novembro, em Concórdia. O casal Beloni e Avelino Ficagna, residentes à Rua Silvino Ciarini, viram por volta das 22h00, uma luz no céu em movimento. "Brilhante, cores diferentes e descia devagarzinho do céu até a o chão", descreveu Ficagna. Segundo ele, a luz tinha uma forte intensidade e chegou a permanecer visível por até uma hora, aparecendo por várias vezes. A testemunha disse não acreditar que pudesse ser um avião ou satélite. De acordo com a assessoria da Rádio Aliança, a emissora chegou a receber quatro telefonemas de pessoas que também observaram a luz estranha. "Eu vi junto com minha netinha, ela também estava vendo, chamamos os vizinhos para observar e eles também viram", completou Avelino Ficagna. Para a dona-de-casa Beloni Ficagna, esse tipo de aparição é raro. "É difícil a gente ver isso aí. Nós já vimos várias vezes, mas há muito tempo", comentou. Ela descreveu que a luz parecia uma bola de fogo. Marcos Rampazzo, genro do casal, também observou a luz. Segundo ele, não se trata de avião porque não piscava com intensidade. Incrédulo, foi o último dos sete presentes na casa a ver o que estava acontecendo. "Não era uma aeronave, pois não piscava, e sim era uma luz intermitente que subia e descia devagar", lembrou.

Paulo Aníbal acha muito importante as ocorrências em Santa Catarina, pois para ele se trata de uma onda ufológica em andamento no interior do estado, podendo estar relacionado com o Ufoturismo como uma forma de ajudar a divulgar a presença do Fenômeno UFO, bem como a preservação do local, onde ocorreu os avistamentos. Segundo Aníbal, há elementos para inserir o interior de Santa Catarina neste trabalho de Ufoturismo. De acordo com o ufólogo, o Brasil é um país com um vasto território na América do Sul com um grande potencial para a realização do turismo ufológico e místico, pois possui belíssimas paisagens. Também há regiões com elevadas incidências de avistamentos ufológicos, inclusive com manifestações energéticas de natureza desconhecida. As regiões com grandes belezas naturais estão norte e no sul do país, tais como a Chapada dos Guimarães e a Serra do Roncador, em Mato Grosso, e Chapada dos Veadeiros e nas proximidades de Alto Paraíso, em Goiás, no sul do estado do Piauí, Ilha de Marajó e alguns outros pontos do litoral paraense, na de Chapada de Diamantina, na Bahia, São Thomé das Letras, em Minas Gerais, alguns pontos do litoral fluminense como Niterói, e localidades do estado mais industrializado do país, como Analândia, Botucatu e Araçoiaba da Serra.

Para Aníbal, coincidentemente a grande maioria são regiões com elevações montanhosas com exuberante beleza natural, muitas das quais envolvem áreas de proteção ambiental protegidas por lei, pois abrigam ecossistemas complexos como a Mata Atlântica, o cerrado, a Amazônia e até a caatinga. Inclusive algumas delas são de enorme importância geológica devido à presença de evidências fósseis e arqueológicas, com formações de cavernas e a presença de cristais de rocha e de minério, como titânio e radioativos - urânio e tório. “As perguntas que não querem se calar: Será mera coincidência de que estas regiões são constantemente visitadas por UFOs? Será que todas essas localidades podem ser pontes energéticas específicas? Por que em certos locais ocorrem mais aparição de UFOs do que outros? Será que nossas riquezas naturais e mineralógicas são de grande interesse para os UFOs?", acrescentou o ufólogo, afirmando que em breve serão todas respondidas.

Saiba mais:

UFOs no Brasil - Misteriosos e Milenares

Destino Terra

UPDATED CACHE