DESTAQUE

Cassini irá fotografar a Terra

Por
24 de Junho de 2013
Imagem obtida pela Cassini em 2006; a Terra é o ponto à esquerda, próximo ao anel intermediário
Créditos: NASA

Em 1990 a nave Voyager 1, que estava a 6 bilhões de quilômetros da Terra, foi orientada a tomar uma série de imagens dos planetas de nosso sistema solar, como um retrato de família. A ideia foi do saudoso Carl Sagan e devido ao reflexo da luz solar sobre a nave, a Terra parece, de acordo com suas palavras, um pálido ponto azul sobre um raio de Sol. A icônica imagem tornou-se mundialmente famosa, resultando em um vídeo que deixa bastante claro nosso lugar no universo.

Outra nave da NASA, a Cassini, lançada em 15 de outubro de 1997 e que chegou à órbita de Saturno em 25 de dezembro de 2004, já realizou várias imagens do planeta anelado mostrando a Terra ao fundo, a cerca de 1,45 bilhões de km. Agora, relembrando o feito extraordinário da Voyager 1, a NASA destaca que em 19 de julho de 2013, pela primeira vez, a humanidade saberá com antecipação que uma nave espacial irá fotografar seu planeta a partir de uma distância tão grande. Mesmo que a Terra ocupe somente cerca de dois pixels na imagem da Cassini, a NASA está incentivando as pessoas a sair de casa, olhar e acenar para o alto, em uma inteligente campanha para celebrar a exploração espacial.

Levando em consideração que a luz refletida pela Terra demora 80 minutos para chegar a Saturno e a Cassini, a NASA pede que as pessoas acenem para o céu entre 14h27 e 14h42, no horário da costa norte-americana do Pacífico. No Brasil já será noite, mas mesmo assim o esforço para celebrar essa grande realização sem dúvida será compensador. Como disse Carolyn Porco, líder da equipe de imagens da Cassini: "Em mais de cinquenta anos de exploração espacial, além de nos darmos conta da complexidade do sistema solar, da enorme gama de ambientes onde processos biológicos podem estar ocorrendo, o mais profundo legado é a perspectiva, aquela visão clara e cristalina de nosso lugar cósmico, que apaga todas as ilusões e nos confronta com o reconhecimento de nós mesmos. Um reconhecimento que nunca falha em nos incentivar".

Carolyn complementa e faz um convite: "De todas as imagens que obtemos dos mundos do sistema solar, as que nos atingem mais profundamente são aquelas de nosso próprio planeta, pequeno e sozinho em meio à escuridão do espaço sem fim. A nave Cassini obteve uma dessas imagens em setembro de 2006, quando colocada na sombra de Saturno a fim de flagrar toda a glória dos anéis do planeta, permitindo também uma visão, a mais de um bilhão de quilômetros de distância, da Terra. Uma imagem inigualável, que pode fazer qualquer um chorar de alegria, amor, preocupação, um senso de companheirismo e uma indescritível admiração. Com a aproximação do final da missão Cassini, imaginamos uma oportunidade de repetir isso, e em 19 de julho de 2013 a Cassini irá olhar para a Terra. Então, no horário que sugerimos, saia e reuna-se com sua família e amigos, pense na beleza de nosso planeta, a maravilha de nossa existência e as coisas incríveis que já conseguimos fazer. Então, olhe para cima e sorria".

Página da NASA sobre a imagem Pálido Ponto Azul da Voyager 1

Vídeo O Pálido Ponto Azul narrado por Carl Sagan

Convite da NASA para o dia 19 de julho

Site da missão Voyager

Site da missão Cassini

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: 50 Anos de Exploração Espacial Parte 3

crédito: Revista UFO
50 Anos de Exploração Espacial Parte 3
50 Anos de Exploração Espacial Parte 3

Esta é a terceira parte de uma coleção memorável de documentários que mostram a história da NASA desde sua fundação até seu 50º aniversário, apresentando de forma inédita suas conquistas, as inúmeras dificuldades e tragédias que marcaram sua trajetória e os planos da agência espacial para o futuro da humanidade no cosmos. Confira também os demais títulos da série: A Conquista da Lua: Dificuldades e Surpresas (Parte 1) e Sobrevivendo no Espaço: Desafios à Frente (Parte 2).

Já está no ar a Edição 130 da Revista UFO. Aproveite!

Fevereiro de 2007

Um dos mais ferrenhos combatentes da Ufologia revê seus conceitos