DESTAQUE

Cassini inicia no dia 22 a etapa final de sua missão em Saturno

Por
15 de Abril de 2017
O mistério sobre o hexágono na região polar de Saturno é um dos alvos da Cassini em sua última missão
Créditos: NASA

Uma das mais espetaculares e prolíficas jornadas espaciais de todos os tempos iniciará sua fase final no próximo dia 22 de abril. A nave Cassini da NASA passará pela última vez pela lua Titã de Saturno, cuja gravidade a impulsionará em uma trajetória que a fará passar entre a parte inferior do anel D do planeta e as nuvens mais altas deste. A nave realizará então outras 22 órbitas passando por essa perigosa região, até que em 15 de setembro realizará um mergulho na atmosfera de Saturno onde queimará e fará parte para sempre do gigantesco planeta.

Quando o controle da missão decidiu, em 2010, utilizar cada quilograma restante de combustível para explorar o mais detalhadamente possível o sistema saturnino, o destino da Cassini foi selado. Com os tanques cada vez mais vazios, a nave ficaria impossibilitada de manobrar, e poderia eventualmente cair em Titã ou Enceladus, as duas luas do planeta que podem abrigar vida alienígena. A Cassini foi esterilizada antes de seu lançamento, em 15 de abril de 1997 a bordo de um foguete Titan IVB/Centaur, porém os cientistas não querem correr qualquer risco de que algum microrganismo remanescente possa contaminar as luas, optando pelo mergulho suicida na atmosfera saturnina.

A Cassini chegou a Saturno em 01 de julho de 2004, e o módulo Huygens da Agência Espacial Europeia foi lançado em 25 de dezembro do mesmo ano, pousando em Titã em 14 de janeiro de 2005. Os dois veículos comprovaram que a lua possui rios, lagos e mares de hidrocarbonetos. A Cassini ainda realizou a histórica descoberta dos gêiseres de Enceladus em 2005, fazendo a pequena lua um dos mais importantes candidatos a abrigar vida alienígena no Sistema Solar. Várias outras descobertas foram feitas pela missão de 3,2 bilhões de dólares, comprovando com a simplicidade dos fatos o acerto desse investimento, ao contrário do que dizem os eternos detratores da ciência e da exploração espacial. Com suas últimas 22 órbitas, a Cassini embarca em uma viagem final de descobertas, possíveis somente agora que a missão está no fim.

INÚMERAS DESCOBERTAS ATÉ O FINAL

crédito: NASA
A viagem entre o planeta e seus anéis pode revelar inúmeras informações até agora inéditas
A viagem entre o planeta e seus anéis pode revelar inúmeras informações até agora inéditas

A região entre as nuvens superiores de Saturno e a parte interna de seu anel D é aparentemente tomada por partículas que viajam entre os anéis e o planeta, podendo representar risco para a Cassini. A nave estará viajando então a 122.000 km/h, e o choque com uma partícula maior poderia causar sérios danos. Os cientistas irão posicionar a nave para proteger seus instrumentos de impactos, e estão confiantes que ela irá sobreviver incólume até o final. A Cassini irá também produzir mapas detalhados dos campos gravitacional e magnético de Saturno, auxiliando os cientistas a determinar sua estrutura interna. Além disso será a melhor oportunidade para também desvendar o mistério do hexágono de nuvens observado no polo norte de Saturno. A Cassini usará seus instrumentos para analisar os gases da atmosfera saturnina em seu mergulho, enquanto usa o combustível remanescente para manter sua antena apontada para a Terra até os instantes finais. Será um final espetacular para uma das explorações que mais descobertas realizou na Era Espacial.

crédito: NASA
em seu final, a Cassini será para sempre adicionada a Saturno
Em seu final, a Cassini será para sempre adicionada a Saturno

Visite o site oficial da missão Cassini

Assista a um vídeo explicando o grande final da Cassini

Lua de Saturno pode abrigar vida em oceano oculto

Nave Cassini fotografa interrupção no anel mais externo de Saturno

Nave Cassini flagra estranho formato de lua de Saturno

Nave Cassini pode auxiliar na busca pelo Planeta Nove

Explicados misteriosos objetos nos mares de Titã

NASA estuda missão para procurar vida alienígena em lua de Saturno

Fonte de energia para seres vivos foi detectada em lua de Saturno

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

crédito: Revista UFO
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

Veja em 50 Anos de Exploração Espacial os momentos mais emocionantes da trajetória da NASA, desde o primeiro homem em órbita até as missões do ônibus espacial. Reveja o incrível vôo de John Glenn na missão Friendship 7, o sucesso da Apollo 11 e os primeiros passos de Neil Armstrong na Lua, as viagens seguintes ao satélite e as operações conjuntas com a nave soviética Soyuz. Conheça a verdadeira razão de não voltarmos mais à Lua e descubra que o destino agora é Marte, Vênus, Júpiter e mundos além do Sistema Solar, e quais são os planos da NASA para alcançá-los.

Já está no ar a Edição 237 da Revista UFO. Aproveite!

Agosto de 2016

Visões diferentes para a mesma questão