DESTAQUE

Bilionário fundador da SpaceX pretende enviar humanos a Marte em 2024

Por
10 de Junho de 2016
A SpaceX espera inaugurar voos regulares a Marte com a primeira missão Red Dragon em 2018
Créditos: SpaceX

O empresário Elon Musk foi cofundador do Paypal e deu início à empresa Tesla de carros elétricos. Também fundou em 2002 a SpaceX, companhia aeroespacial cujo objetivo era avançar a tecnologia de viagens espaciais com o intuito de estabelecer uma colônia humana em Marte. Esta foi a primeira empresa privada a realizar um voo orbital, utilizando o foguete Falcon 9 e a nave Dragon, de sua própria fabricação. A SpaceX é também uma das duas empresas norte-americanas a ter um contrato com a NASA para realizar voos de reabastecimento da Estação Espacial Internacional (ISS).

Ao contrário dos demais veículos cargueiros de Rússia, Europa e Japão, a Dragon retorna à Terra, podendo trazer experimentos realizados à bordo da ISS para inspeção, além de ser reutilizável. Isso proporciona uma inédita economia para os custosos programas espaciais, fator ainda mais amplificado por meio de outro grande sucesso da SpaceX, os quatro pousos já realizados com o primeiro estágio do foguete Falcon 9, cuja altura supera os 46 metros. A empresa tem planos de reutilizar um dos exemplares nos próximos três meses (o primeiro a pousar será mantido como peça histórica). Musk afirmou em recente evento na Califórnia que os planos são de um lançamento comercial a cada duas a quatro semanas.

No mesmo evento, o bilionário afirmou que a empresa planeja enviar sua primeira missão tripulada a Marte em 2024, com chegada prevista para 2025. Em abril já havia sido anunciada a intenção de lançar uma nave Dragon não tripulada a Marte em 2018, trabalhando em cooperação com a NASA. A agência espacial forneceria sua expertise e a SpaceX a proveria com os dados colhidos durante a missão. Musk afirmou que sua empresa pretende aproveitar cada janela de lançamento a Marte a partir de 2018, a fim de estabelecer os princípios e métodos para um abastecimento regular de uma futura colônia em Marte. É importante salientar que Terra e Marte se colocam em posição favorável para o lançamento de missões espaciais a cada 26 meses.

NOVIDADES ESPERADAS PARA SETEMBRO

crédito: Arquivo
Elon Musk
Elon Musk

Elon Musk disse: "Vamos estabelecer voos de carga para Marte com os quais as pessoas possam contar". O empresário também confirmou que a versão mais potente de seu foguete, o Falcon Heavy, deverá voar pela primeira vez até o final do ano após vários atrasos. Em 2017 também está previsto o primeiro voo da Dragon V2, a versão tripulada da nave que deverá finalmente permitir que astronautas norte-americanos viagem ao espaço sem depender das Soyuz russas. Elon Musk afirma que o objetivo de ter uma cidade em Marte depende enormente de voos regulares de abastecimento, levando todos os elementos necessários para uma presença humana no Planeta Vermelho. O empresário não apresentou maiores detalhes de seus ousados planos, o que pretende fazer em setembro próximo, durante o Congresso Internacional de Astronáutica em Guadalajara, México.

Site oficial da SpaceX

Visite o site do Congresso Internacional de Astronàutica

SpaceX revela versão tripulada da nave Dragon

SpaceX realiza pouso histórico do foguete Falcon 9

Fundador da SpaceX diz que humanos precisam colonizar Marte para sobreviver

SpaceX anuncia intenção de lançar nave Dragon não tripulada a Marte

SpaceX realiza novo pouso do foguete Falcon 9

Vida em Marte poderá estar em suas regiões secas

Europa e Rússia lançam nave que irá procurar vida em Marte

Comprovação de água líquida fluindo em Marte aumenta as possibilidades de vida

Saiba mais:

Livro: Dossiê Cometa

DVD: Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

crédito: Revista UFO
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial
Pacote NASA: 50 Anos de Exploração Espacial

Veja em 50 Anos de Exploração Espacial os momentos mais emocionantes da trajetória da NASA, desde o primeiro homem em órbita até as missões do ônibus espacial. Reveja o incrível voo de John Glenn na missão Friendship 7, o sucesso da Apollo 11 e os primeiros passos de Neil Armstrong na Lua, as viagens seguintes ao satélite e as operações conjuntas com a nave soviética Soyuz. Conheça a verdadeira razão de não voltarmos mais à Lua e descubra que o destino agora é Marte, Vênus, Júpiter e mundos além do Sistema Solar, e quais são os planos da NASA para alcançá-los.

Já está no ar a Edição 77 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2014

O primeiro de muitos passos

UPDATED CACHE