DESTAQUE

Balões de WiFi são confundidos com UFOs nos Estados Unidos e em outros países

Por
09 de Julho de 2020
Balão de Loon
Créditos: Loon

Não é um pássaro. Não é um avião. Não é super-homem. Mas é algo que está quase fora deste mundo. Algo que é realmente único e pode ajudar aqueles com serviço de internet ruim.

 Alguns moradores dos estados norte-americanos da Virgínia, Carolina do Norte e Virgínia Ocidental estão vendo pequenos "pontos brancos" no céu.

O primeiro pensamento, claro é que são UFOs, o que não está totalmente errado já que são objetos, voam e as pessoas não sabem o que eles são, mas não há anda ali de extraterrestre, são apenas balões de Loon

Esses balões transparentes flutuam a aproximadamente 18.000 m sobre o solo. Existem muitos balões trabalhando juntos para fornecer Wi-Fi em áreas da Virgínia, Carolina do Norte e ao redor do mundo, inclusive no Brasil.

Não raramente por aqui também as pessoas confundem os balões com UFOs, uma vez que embora a existência deles tenha sido largamente anunciada pela mídia, nem todo mundo tomou conhecimento e acredita estar vendo naves de outro planeta.

 

Internet no céu


Balão de Loon com equipamento acoplado. Crédito: Loon

O projeto funciona da seguinte forma: imagine um grande balão meteorológico que flutua levando em sua base uma caixa com receptores de rádio, transmissores e painéis solares. O balão viaja para uma área e depois manobra e paira, conectando-se a uma base no chão.

A partir dessa base, o balão fornece um sinal de WiFi que permitirá aos usuários transmitir dados para a web. Esses balões também podem "ligar", permitindo um sinal ainda maior sobre uma área, para fornecer mais alcance.

Essa não é uma tecnologia nova, ela está em desenvolvimento há vários anos, mas finalmente está sendo implantada e alguns estão vendo esses balões nos céus dos Estados Unidos e também do Brasil

Esses balões são rastreados por muitos programas de voo diferentes. Você pode até rastrear os balões online .

 

Fonte: Mystery Wire  

Assista, abaixo, um video sobre o assunto:

Já está no ar a Edição 276 da Revista UFO. Aproveite!

Janeiro de 2020

A Ufologia e seus demônios