DESTAQUE

Avolumam-se as evidências quanto à existência do Planeta Nove

Por
13 de Outubro de 2017
Concepção artística do Planeta Nove passando diante da Via Láctea
Créditos: ESO

Em 2016, após a publicação de um estudo realizado pelos astrônomos do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), Konstantin Batygin e Mike Brown, alguns crédulos se apressaram em espalhar suas habituais mentiras, afirmando que o imaginário Nibiru havia sido encontrado. Contudo, ao contrário do que os mistificadores fazem, a existência do Planeta Nove é inferida graças a sérios estudos científicos, e as evidências mais e mais vão indicando que é muito provável que esse longínquo astro de fato exista.

Em um novo estudo, publicado no The Astronomical Journal, os próprios Brown e Batygin analisam as evidências de outros estudos para afirmar que, caso o Planeta Nove não exista, então os astrônomos se verão com ainda mais problemas a fim de tentar explicar certas características observadas no Sistema Solar. Konstantin Batygin explicou: "Existem agora cinco diferentes linhas de evidências observacionais apontando para a existência do Planeta Nove. Se você imagina que esse astro não existe, então você cria mais problemas do que resolve. Seriam então cinco enigmas, e seriam necessárias cinco teorias diferentes para explicá-los".

Várias descobertas observadas por todo o Sistema Solar se revelam consistentes com a existência desse ainda não descoberto mundo, que deve estar aproximadamente 20 vezes mais distante do Sol em média do que Netuno, e ser dez vezes mais massivo que a Terra. No estudo de 2016 eles descobriram que as órbitas de seis objetos do Cinturão Kuiper estão inclinadas apontando para a mesma direção. Em simulações de computador os mesmos Batygin e Brown descobriram que as órbitas de outros corpos deveriam estar a 90 graus em relação as dos planetas, e observações posteriores revelaram a existência de cinco objetos que se encaixam nessa descrição. Outro estudo, liderado pela astrofísica e cientista planetária Elizabeth Bailey do Caltech, revelou que o Planeta Nove deveria ser o responsável pela inclinação média das órbitas dos outro oito planetas, que está seis graus defasada em relação ao equador do Sol.

DESCOBERTA PODE SER ANUNCIADA EM BREVE

Finalmente, outros astrônomos descobriram que o Planeta Nove pode explicar porque vários objetos do Cinturão Kuiper têm órbitas na direção oposta a de todos os demais corpos do Sistema Solar. Batygin e Brown pretendem utilizar o Telescópio Subaru, no Observatório Mauna Kea no Havaí, para tentar encontrar esse distante mundo, enquanto a comunidade científica especula qual pode ser sua natureza. Ele poderia ser uma super-Terra, um planeta rochoso maior que o nosso e marcado por vulcanismo, ou um mega-Plutão, um mundo de gelo com vulcões de gelo e um oceano interno que seria o maior do Sistema Solar. Contudo, as maiores apostas são de que o Planeta Nove seja um mini-Netuno, o quinto planeta gasoso de nosso sistema, consistente com vários modelos computacionais e que teria sido impelido para sua posição atual após um encontro próximo com Júpiter. A resposta poderá vir em breve.

Konstantin Batygin fala sobre o Planeta Nove

Confira um documentário sobre o Planeta Nove

Planeta Nove poderá ter sua descoberta confirmada em breve

Nono planeta do Sistema Solar pode existir, de acordo com astrônomos

Rios e lagos podem ter existido em Plutão, além de uma atmosfera mais densa

E o fim do mundo novamente não aconteceu

Mistificadores enxergam UFO imenso em foto do Hubble

Estudo aponta que planetas do sistema Trappist-1 podem ter retido grande quantidade de água

Saiba mais:

Livro: Contatados

crédito: Revista UFO
Contatados
Contatados

Um dos mais fascinantes e polêmicos aspectos do Fenômeno UFO é agora dissecado por um dos mais produtivos ufólogos brasileiros. O historiador Cláudio Tsuyoshi Suenaga, consultor da Revista UFO por mais de 12 anos, apresenta em seu primeiro livro uma retrospectiva de todos os mais importantes casos de contatados da Ufologia Moderna, de George Adamski a Sixto Paz, de Billy Méier a Plínio Bragatto, de Aladino Félix a Claude Vorillon Rael. Dezenas de casos de alegados encontros entre humanos e seres extraterrestres ocorridos em todo o mundo são descritos e analisados por Suenaga, que ainda apresenta um panorama dos contatos mediúnicos com aliens, examinando as mensagens recebidas por “porta-vozes cósmicos”.

DVD: Planetas Alienígenas

Já está no ar a Edição 245 da Revista UFO. Aproveite!

Abril de 2017

Múltiplos formatos e origens