DESTAQUE

Astrônomos afirmam que um buraco negro supermassivo está se deslocando pelo espaço

Por
25 de Março de 2021
Uma das explicações para tal comportamento poderia ser um sistema de buracos negros binário.
Créditos: Mark Myers/ARC Centre of Excellence for Gravitational Wave Discovery (OzGrav)

Um buraco negro supermassivo está acelerando pela galáxia, e os astrônomos não sabem a causa. O buraco negro, que é cerca de 3 milhões de vezes mais pesado que o Sol, está viajando a mais de 170.000Km/h, a cerca de 230 milhões de anos-luz da Terra, de acordo com pesquisadores do Centro de Astrofísica de Harvard e Smithsonian.

“Não esperamos que a maioria dos buracos negros supermassivos se movam; eles geralmente se contentam em ficar parados”, disse Dominic Pesce, astrônomo do Centro de Astrofísica que liderou o estudo, em um comunicado. “Eles são tão pesados que é difícil colocá-los em movimento.

Os cientistas há muito pensavam que os buracos negros podiam se mover, mas esse movimento é raro porque seu tamanho imenso precisaria de uma força igualmente substancial para colocá-los em movimento. “Considere como é muito mais difícil chutar uma bola de boliche do que chutar uma bola de futebol - percebendo que, neste caso, a ‘bola de boliche’ tem vários milhões de vezes a massa do nosso Sol”, disse Pesce. “Isso exigiria um chute bem poderoso.”

Pesce e uma equipe de pesquisadores trabalham há cinco anos para observar essa raridade, comparando as velocidades de buracos negros e galáxias supermassivos. Eles inicialmente estudaram 10 galáxias distantes e os buracos negros supermassivos em seus núcleos. Eles se concentraram em buracos negros com água em seus discos de acreção, que são espirais que giram para dentro em direção ao buraco negro.


Em meio a tantas especulações pelo que poderia causar o deslocamento de um corpo tão massivo, a fusão de dois buracos negros pode ser uma explicação plausível.
Fonte: SXS

Pesce disse que, enquanto a água orbita o buraco negro, um feixe de luz de rádio semelhante a um laser é produzido. Quando analisado com uma rede combinada de antenas de rádio, o feixe de luz - conhecido como maser - pode ajudar a medir a velocidade de um buraco negro. Os pesquisadores descobriram que apenas um dos 10 buracos negros parecia estar se movendo - um que fica no centro de uma galáxia chamada J0437 + 2456. Mas a razão de seu movimento não é clara.

Eles suspeitam de duas possibilidades. Uma é o resultado da fusão de dois buracos negros, fazendo com que “o buraco negro recém-nascido dê um coice”, disse Jim Condon, um radioastrônomo do Observatório Nacional de Radioastronomia que participou do estudo. A outra possibilidade é que o buraco negro faça parte de um sistema binário.

“Apesar de todas as expectativas de que eles realmente deveriam estar lá em abundância, os cientistas têm dificuldade em identificar exemplos claros de buracos negros supermassivos binários”, diz Pesce. “O que poderíamos estar vendo na galáxia J0437 + 2456 é um dos buracos negros desse par, com o outro permanecendo oculto para nossas observações de rádio por causa de sua falta de emissão de radiação.” Os cientistas disseram que mais estudos são necessários para encontrar uma causa definitiva para o raro movimento do buraco negro.

Fonte

Já está no ar a Edição 274 da Revista UFO. Aproveite!

Novembro de 2019

Anunnakis nas Américas