DESTAQUE

Arquivo X britânico de avistamentos de UFOs virá a público

Por
14 de Fevereiro de 2020
Caso Rendlesham Forest
Créditos: Revista UFO

Embora não fosse de conhecimento público, do início dos anos 50 até 2009 um departamento do Ministério da Defesa do Reino Unido documentou e investigou relatos sobre UFOs. Agora, mais de uma década após o término do programa, muitos desses arquivos serão disponibilizados ao público pela primeira vez.

O Ministério da Defesa já havia feito algo parecido há alguns anos, publicando alguns relatos on-line no site do Arquivo Nacional do Reino Unido, informou o jornal The Telegraph. Agora, todos os relatórios sobre UFOs da agência serão divulgados “em uma página dedicada do gov.uk", disse um porta-voz da Força Aérea Real (RAF) ao mesmo periódico.

 

Winston Churchill

 
Sir Winston Churchill, ex- primeiro-ministro britânico

A decisão foi tomada depois que a PA Media, uma agência de notícias britânica, entrou com um pedido de consulta de arquivos com base na Lei de Liberdade de Informação. Funcionários do Ministério da Defesa decidiram que "seria melhor publicar esses registros, em vez de continuar enviando documentos aos Arquivos Nacionais", disse o porta-voz da RAF.

O fascínio do Reino Unido pelos UFOs disparou por volta de 1950, levando o Ministério da Defesa a formar um Grupo de Disco Voador para tratar do fenômeno, de acordo com os documentos. Até mesmo o primeiro-ministro Winston Churchill chegou a enviar um memorando a seu ministro do ar, em 1952, perguntando: "O que significam todas essas coisas sobre discos voadores? O que isso significa? Qual é a verdade?".

 

Variedade de casuística

 

O Grupo de Discos Voadores concluiu que os UFOs eram trotes, ilusões ou objetos comuns que foram identificados erroneamente, recomendando que “nenhuma investigação adicional sobre fenômenos aéreos misteriosos relatados seja realizada". No entanto, outras divisões do Ministério da Defesa continuaram o trabalho de investigação oficial, introduzindo esses esforços no século XXI.

O último relatório UFO a ser publicado on-line pelo Ministério da Defesa data de 2009, cobrindo avistamentos que ocorreram de janeiro a final de novembro daquele ano. Eles incluem "uma luz prateada em forma de disco", relatada em janeiro , "até 20 luzes brilhantes laranja e vermelhas", relatadas em junho, "uma grande bola ou esfera prateada ou branca brilhante" relatada em julho, e "três esferas brilhantes de ouro em uma linha diagonal no céu", relatadas em setembro.

 

Nick Pope

 
Nick Pope, consultor internacional da Revista UFO

Depois que o Ministério da Defesa promulgou uma mudança de política em 01 de dezembro de 2009, "a agência deixou de registrar ou investigar avistamentos de UFOs. Mas o que eles descobriram será publicado on-line nos próximos meses", disse o consultor internacional da Revista UFO Nick Pope, que durante muitos anos foi investigador de UFOs do Ministério da Defesa.

"Deve haver algumas pepitas interessantes nesses novos arquivos", disse Pope ao jornal The Express.

Assim que os arquivos forem disponibilizados, nós os colocaremos à dsposição dos leitores da UFO.

Fonte: Live Science

Assista a um video legendado em portugues sobre as atualizações do Caso Rendlesham Forest, o mais famoso caso ufológico do Reino Unido:

Você já fez sua inscrição para o XXV congresso Barsileiro de Ufologia? Se não fez, corra, as primeiras 400 vagas já se esgotaram e as vagas extra estão no final!

O XXV Congresso Brasileiro de Ufologia ocorrerá entre 27 a 29 de março, no Hotel Bourbon, em Curitiba.

As inscrições para o evento estão abertas no site oficial e custam R$ 140,00, podendo ser pagas em até 12 vezes.

Site oficial: www.ufologiabrasileira.com.br

ATENÇAO: Últimas vagas!

Já está no ar a Edição 249 da Revista UFO. Aproveite!

Agosto de 2017

Um passado desconhecido