DESTAQUE

Após meio século, homem escreve livro sobre seu sequestro alienígena

Por
23 de Janeiro de 2019
capa do livro de Calvin Parker
Créditos: Meritas

Depois de 45 anos mantendo segredo de sua própria família, a saúde em declínio de um homem da Costa do Golfo lhe deu uma razão para escrever um livro e deixar seu legado. Calvin Parker está pronto para contar a história do evento que mudaria sua vida para sempre.

Em 1973, Calvin Parker tinha 19 anos. Ele era um trabalhador que só queria construir uma casa e criar uma família. Esses planos seriam descarrilhados durante uma viagem de pesca em Pascagoula. "Um raio de luz real apareceu para nós e meio que nos cegou por um segundo e, quando recuperei minha visão, vi três criaturas volumosas vindo em nossa direção", disse Parker.

Parker disse que, por causa desta noite, ele passou os últimos 45 anos escondido, com medo de encarar o curioso e implacável olhar público. Mas, depois de sofrer um derrame e ter duas cirurgias de coração, em uma rara entrevista, Parker contou sobre a noite que mudou sua vida. "Nós paramos e eu notei que havia algumas luzes azuis nebulosas refletindo vindo das minhas costas, do outro lado da água e elas estavam refletindo na água ...então eu me levantei pensando que estava sendo preso, levado para a prisão. Eu me virei e, naquele momento, Charlie se levantou e se virou também. Percebemos então que as luzes azuis estavam vindo de algo diferente do que eu pensava que era. Eu sabia que não era um carro de patrulha da polícia e eu ainda não conseguia entender", relatou Parker.

(Calvin Parker)

Logo ao norte de onde fica o Estaleiro Ingalls, Parker e seu amigo de pesca, Charles Hickson, de 42 anos, não faziam nada além de pescar naquela noite. "Eu vi três criaturas de aparência volumosa vindo em nossa direção. Elas tinham provavelmente entre 1 metro e 1 metro e meio de altura, robustas como jogadores de futebol. Eu percebi que elas meio que se moviam mecânicamente e estavam flutuando no chão. Quando nos levantamos e nos viramos, elas estavam em cima de nós ao mesmo tempo. Duas delas pegaram Charlie, uma delas se apoderou de mim e instantaneamente eu senti que estava relaxado ", disse Parker.

Parker alegou que ele e Hickson foram levitados para a espaçonave."Havia o que eu chamo de uma sala de exames e a grande criatura feia que me trouxe me pegou e me deitou na mesa de exame, recuando para longe. Eu não consegui me mexer nem nada. Tudo o que eu pude fazer foi olhar. Havia algo do tamanho de um baralho de cartas que saía do teto e pairava cerca de 30 cm na frente dos meus olhos e então ele foi para o lado direito da minha cabeça clicou; foi para trás da minha cabeça e clicou. Foi para o lado esquerdo da minha cabeça e clicou, em seguida, direto para a frente e, em seguida, disparou de volta para o teto e foi aí que ouvi um barulho de bagunça e esta criatura mais feminina apareceu. Parecia completamente diferente do que eu chamo de robô, esse era meio feminino. Ela tinha dedos regulares e me beliscou na bochecha e, em seguida, pegou o dedo e correu pela minha garganta, ficando atrás e tentando subir na minha cavidade nasal. Foi aí que começou a machucar e eu comecei a engasgar. Fiquei com medo e ela meio que telepaticamente me disse: Não tenha medo, não quero  machucar você".

Com essas palavras, Parker disse que os alienígenas largaram ele e Hickson de volta ao barco. Congelado de medo, Parker não queria deixar ninguém saber o que havia acontecido. Hickson, no entanto, disse que eles tinham que contar a alguém e ligaram para o xerife do condado de Jackson.

O ex-capitão do condado de Jackson, Glenn Ryder, recebeu o telefonema contando que os dois tinham sido apanhados por um UFO e começo a rir. Ainda assim, Ryder disse aos homens para irem até a delegacia.

Os adjuntos do xerife do condado de Jackson tinham duas escolhas naquela noite: eles podiam acreditar que Parker e Hickson tinham sido realmente levados por alienígenas ou provaram que os dois estavam contando uma grande história. Então, para chegar à verdade, eles secretamente colocaram um gravador em uma sala de interrogatório na delegacia e deixaram os dois sozinhos. O que eles ouviram a seguir foi prova suficiente para eles, os dois podem não estar mentindo.

Ryder disse: "Eles estavam preocupados. Achei que eles diriam ‘nós pegamos esses caras enganados’, mas esse menino estava especialmente apavorado. Você não pode inventar esse tipo de medo". Os homens fizeram testes de detector de mentiras e passaram. Ufologistas e pesquisadores chegaram logo para entrevistar e hipnotizar os dois, concluindo que experimentaram algo traumático. Os dois foram enviados para a base da Força Aérea de Keesler em Biloxi para garantir que não estivessem radioativos.

"Foi um circo, um circo da mídia", disse o ex-repórter da WALA-TV, Rennie Brabner. Em poucos dias, a história se tornou global. Depois que os dois foram verificados, Brabner alcançou-os. "Na porta do pronto-socorro, havia uma fila de xerifes de carros. Entramos com nossas câmeras e, pela primeira vez, vimos os dois caras", disse Brabner.

Brabner disse até hoje que ainda é algo que os espectadores parecem nunca esquecer. “A maioria das histórias que se faz, se vai amanhã ou no dia seguinte mas essa sempre me intrigou um pouco, despertou algum interesse, anos e  anos depois ", disse Brabner. 

Charles Hickson escreveu um livro sobre seu encontro e falou inúmeras vezes sobre isso. Ele faleceu em 2011. Parker disse que ele era um homem religioso e acreditava que há uma explicação pelo que ele passou, por enquanto, ele ainda pondera o porquê disso ter acontecido com eles. "Você não pode realmente definir tudo. Você realmente não sabe e esse é o ponto que eu sustento. Eu não sei o que aconteceu, eu sei que algo aconteceu", disse Parker. Parker disse que a cidade de Pascagoula agora planeja colocar um marcador nas margens do rio neste verão.

Parker disse que depois de um ano promovendo seu novo livro e falando, ele se retirará dos holofotes novamente. Ele planeja comprar uma casa flutuante e viver com a esposa.

Você pode obter uma cópia de seu livro The Closest Encounter aqui .

Assista ao documentário legendado aqui:

Fonte: FOX10tv, Canal João Marcelo, Tunguska legendas

Veja Mais:

Stephen Hawking reflete sobre origem do universo, ETs e viagem no tempo

Confirmado: Oumuamua não era asteroide, mas uma nave alienígena

Programa ultrassecreto estudou dobras espaciais e armas a laser nos EUA

Nova ferramenta online já permite manter a vida alienígena debaixo dos olhos

De Carona com os ÓVNIs apresenta hoje o portal dimensional

Gigante disco de gelo chama a atenção nos Estados Unidos

Há vida na Lua, mas foi a China que acabou de plantar

BBC censura astrofísica que diz que sinais FRBs poderiam ser de ETs

Já está no ar a Edição 264 da Revista UFO. Aproveite!

Janeiro de 2019

Sexo com ETs

UPDATED CACHE