DESTAQUE

Apaches residentes próximos de base militar afirmam que alienígenas mutilam seus animais

Por
28 de Dezembro de 2021
Membros da tribo Jicarilla Apache relatam mutilações, e apontam base militar como fonte do problema.
Créditos: USA Today

Membros da nação Jicarilla Apache, no Novo México, Estados Unidos, afirmam que seu gado foi levado e mutilado por alienígenas que estão situados nas proximidades de uma base subterrânea secreta.

Uma tribo mexicana falou sobre sua traumática provação de viver entre uma suposta base militar secreta dos Estados Unidos por décadas, que eles afirmam ter hospedado alienígenas que roubam suas vacas. Moradores frustrados, que vivem no local há mais de 60 anos, afirmam que frequentemente veem UFOs ao redor da montanha, que abrigaria a Base de Dulce, perto da cidade de Dulce, Novo México.

Pessoas que vivem na pequena comunidade afirmam ter ouvido ruídos estranhos e notado luzes irradiando da montanha Archuleta Mesa. Alguns até afirmam que foram sequestrados e levados para um esconderijo subterrâneo. Membros da sede da nação Jicarilla Apache tiveram seu gado mutilado e dizem que viram misteriosas naves em forma de ovo.

O ex-detetive da polícia Avery Tafoya disse: “Todo mundo em Dulce sabe muito sobre isso e todos nós percebemos que está lá. Há um interesse crescente nisso e é mundial, não apenas aqui.” Os rumores em torno da atividade alienígena na região começaram em meados da década de 70, depois que um oficial de segurança do governo dos Estados Unidos tentou alertar a polícia local, relata o The Sun Online.

Tafoya afirma ter se deparado com uma cópia de um relatório supostamente escrito por investigadores federais que continha desenhos bizarros, enquanto trabalhava no turno da noite. Ele disse que acredita que as imagens ilustrem um enorme laboratório dirigido por humanos e alienígenas - que supostamente hospedava experimentos genéticos com o objetivo de criar organismos híbridos.


Mutilações são relatadas em todas as partes do mundo e muitos acusam extraterrestres como os culpados.
Fonte: Chuck Zukowski

Os engenheiros militares dos Estados Unidos podiam viajar secretamente para o subsolo, revelou a publicação do The Sun Online, após obter acesso a documentos por meio de um pedido de liberdade de informação. Tafoya espera rastrear uma entrada para o misterioso local subterrâneo de sete níveis e disse que está planejando uma expedição até a Mesa Archuleta.

Outra moradora, da cidade de Dulce, chamada Merna Hansen, disse que estava voltando para casa com seu filho de seis anos quando viu um suposto UFO erguer uma vaca com um feixe de luz. Depois de ficar abalada com o incidente, seu carro ficou parado por várias horas. A mãe, preocupada, contatou o experiente ufólogo, Leo Sprinkle. Ela então se lembrou de ter sido abduzida por alienígenas “cinzas” sob hipnose e disse que ela e seu filho foram levados a bordo de uma nave onde foram despidos e examinados.

Merna disse que também testemunhou uma vaca sendo cortada e viu recipientes com partes de corpos humanos suspensos dentro. Apesar das afirmações bizarras, foi descoberto que a polícia investigou um caso de vacas mutiladas pouco antes de seu relatório. Na década de 70, o policial estadual do Novo México, Gabriel Valdez, relatou uma série de horríveis mutilações em gado e disse que viu uma vaca morta que parecia um “ser humano, um macaco e uma rã.”

Fonte

Já está no ar a Edição 285 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2021

Quando eles são hostis aos humanos