DESTAQUE

Alteração nos polos magnéticos terrestres não causará grandes danos, nem oferece perigo imediato

Por
03 de Fevereiro de 2018
O campo magnético terrestre nos protege contra a radiação cósmica
Créditos: Arquivo

Surgiram online recentemente trechos de um livro sensacionalista que afirma ser uma reversão dos polos magnéticos terrestres algo iminente, que trará graves consequências para nossa civilização e até mesmo deixará partes do planeta inabitáveis. Cientistas sérios afirmam que tudo isso é puro sensacionalismo barato e inconsequente, e não há qualquer motivo para temer esse fenômeno natural. A reversão dos polos magnéticos, nos últimos 20 milhões de anos, acontece em média a cada 200.000 a 300.000 anos, conforme os registros deixados em antigas rochas analisadas pelos cientistas. A última grande mudança aconteceu há 780.000 anos.

Uma informação importante, e que por si só lança por terra todas as alegações de mistificadores e sensacionalistas, é que a mudança dos polos leva de 1.000 a 10.000 anos até se completar. Um período ínfimo na escala geológica, mas bastante significativo em termos humanos. Ou seja, não é um fenômeno que acontece do dia para a noite, sendo um processo lento que pode, inclusive, ser verificado na gradual mudança dos polos que já foi determinada pela ciência. O processo causa um enfraquecimento do campo magnético terrestre em algumas regiões, a própria estrutura do campo se torna mais complexa, e eventualmente podem até existir mais de dois polos. O fenômeno é causado pelo ferro fundido presente no núcleo do planeta, em constante movimento, a tal ponto que gotas desse ferro viram na direção oposta a dos átomos de ferro ao redor.

Os cientistas chamam esse fenômeno de alinhamento reverso. Quando os átomos de ferro alinhados ao universo se avolumam em número suficiente e os polos do campo magnético terrestre mudam de posição. Sinais da reversão podem ser percebidos nas medições em certos locais do campo com satélites, mostrando um enfraquecimento deste. A força do campo no total tem enfraquecido nos últimos 160 anos. É possível que, dependendo do tempo que levar a mudança, tal enfraquecimento cause alguns problemas, com a superfície terrestre ficando menos protegida do bombardeio de radiação cósmica que nos atinge todos os dias. Contudo, a atmosfera terrestre ainda provê uma boa proteção e vale lembrar que mistificadores alegam que a reversão dos polos é a causa de várias extinções em massa. Contudo, nenhum dos eventos conhecidos dessa natureza jamais coincidiu com uma mudança de polos, evidenciando mais uma mentira dos sensacionalistas. Animais que utilizam o campo magnético como orientação, como pássaros e peixes, poderão se perder em suas rotas migratórias, porém sistemas biológicos já se adaptaram antes e o farão de novo, diante das mudanças. O fato é que a alteração dos polos é um fenômeno que acontece lentamente, deixando bastante tempo para a humanidade se preparar.

crédito: NASA
Os polos magnéticos não coincidem com os geográficos
Os polos magnéticos não coincidem com os geográficos

Este artigo demistifica a mudança de polos

Mais um texto explicando como nada catastrófico irá acontecer devido ao fenômeno

Mistificadores enxergam UFO imenso em foto do Hubble

Nave Cassini flagra estranho formato de lua de Saturno

Cientista que revisou os protocolos do SETI é alvo de mistificadores

Satélite Black Knight sendo abatido, fraude com uma fraude

Saiba mais:

Livro: Contatados

crédito: Revista UFO
Contatados
Contatados

Um dos mais fascinantes e polêmicos aspectos do Fenômeno UFO é agora dissecado por um dos mais produtivos ufólogos brasileiros. O historiador Cláudio Tsuyoshi Suenaga, consultor da Revista UFO por mais de 12 anos, apresenta em seu primeiro livro uma retrospectiva de todos os mais importantes casos de contatados da Ufologia Moderna, de George Adamski a Sixto Paz, de Billy Méier a Plínio Bragatto, de Aladino Félix a Claude Vorillon Rael. Dezenas de casos de alegados encontros entre humanos e seres extraterrestres ocorridos em todo o mundo são descritos e analisados por Suenaga, que ainda apresenta um panorama dos contatos mediúnicos com aliens, examinando as mensagens recebidas por “porta-vozes cósmicos”.

DVD: Culto aos UFOs e aos ETs

Já está no ar a Edição 248 da Revista UFO. Aproveite!

Julho de 2017

E se eles revidarem?