DESTAQUE

Alienígenas poderiam nos deixar mensagens codificadas reorganizando planetas

Por
12 de Maio de 2022
A proposta dos cientistas é ousada, mas não impossível.
Créditos: PinWallpaper

Pesquisadores afirmam que podemos já ter recebido uma mensagem de civilizações avançadas que visitaram nossa área há eras e deixaram um grande sinal de sua existência ao reorganizar os planetas de outra estrela em uma sequência matemática.

“Embora ainda seja debatido se tal propaganda intencional seria prudente e sábia, propomos que ressonâncias de movimento médio entre planetas vizinhos – com períodos orbitais que formam razões inteiras – poderiam, em princípio, ser usadas para codificar sequências simples que não esperaríamos que se formassem naturalmente.” Em um estudo publicado no jornal de pré-impressão arXiv, os astrofísicos Sean Raymond, Matt Clement e outros propõem que qualquer civilização capaz de viajar pela galáxia teria o poder de alterar as órbitas dos planetas de uma forma que as civilizações futuras reconheceriam como um modelo matemático que não poderia ocorrer naturalmente.

“Este seria um marco cósmico para durar por eras, para sobreviver muito depois que a própria civilização se for. Precisaria ser detectável, facilmente reconhecivel como não natural e muito robusto.” Os astrofísicos decidem que o melhor tipo de sistema solar para esta mensagem massiva é aquele com “cadeias ressonantes” de planetas cujas órbitas se realinham regularmente com um planeta próximo porque seus períodos orbitais formam uma proporção de dois pequenos inteiros, como 2:1 ou 3:1. Enquanto uma razão de ressonância de dois planetas não salta para o observador casual, três ou mais certamente o faria – especialmente em um padrão simples como 1, 2, 4, 8, 16.

Esse seria um padrão matemático claramente reconhecível – mas não é impossível. Em nosso próprio sistema solar, as três grandes luas mais internas de Júpiter - Io, Europa e Ganimedes - formam uma cadeia ressonante de 1, 2, 4, e o sistema de exoplanetas HR 8799 tem quatro planetas em uma cadeia ressonante de 1, 2, 4, 8. Raymond e Clement se colocaram no lugar de alienígenas planejando deixar uma mensagem ousada e estabeleceram quatro cadeias que são aparentemente impossíveis na natureza - números inteiros consecutivos (1, 2, 3, 4, 5, 6), números primos consecutivos (1 , 2, 3, 5, 7, 11), a famosa sequência de Fibonacci (1, 1, 2, 3, 5, 8, 13) e a sequência do Lazy Caterer (de cortar um bolo onde cada novo corte deve cruzar todos os cortes anteriores e a sequência é o número de peças (1, 2, 4, 7, 11, 16).


Poderiam extraterrestres avançados alinhar sistemas planetários, a fim de deixar uma mensagem?
Fonte: GettyImages

Como alienígenas avançados moveriam planetas em uma dessas proporções? O estudo forneceu um exemplo teórico em que um asteroide é direcionado para atingir um planeta, fazendo com que ele salte contra um planeta maior e troque energias orbitais. Eles acham que isso é possível, mas especulam que uma civilização avançada teria uma solução mais elegante. A próxima pergunta que a equipe fez é se os planetas forçados a um desses alinhamentos permaneceriam no lugar por bilhões de anos através do crescimento e declínio da estrela que estão orbitando.

Eles descobriram que os planetas mais internos provavelmente seriam absorvidos por uma estrela que se transforma em uma gigante vermelha e depois colapsa em uma anã branca. No entanto, os planetas externos, especialmente se forem gigantes gasosos, permaneceriam no lugar em três das quatro cadeias (não inteiros consecutivos) – deixando os planetas em uma configuração de sistema solar não natural, facilmente reconhecível e duradoura. Isso nos leva à última pergunta: poderíamos nós, insignificantes terráqueos, detectar uma cadeia tão ressonante em torno de outra estrela?

A resposta é sim. Raymond e Clement dizem que os astrônomos podem usar a técnica atual de observar quedas periódicas no brilho de uma estrela à medida que os planetas passam na frente dela – ajuda se os planetas estiverem dispostos em nossa linha de visão. Claro, qualquer civilização capaz de mover planetas deveria ser capaz de colocá-los em nossa linha de visão para fácil detecção... certo? Raymond e Clement pensam assim. Eles recomendam que os astrônomos comecem a procurar por sinais alienígenas em sequências de números primos, Fibonacci ou Lazy Caterer.

Fonte

Já está no ar a Edição 287 da Revista UFO. Aproveite!

Março de 2022

A noite oficial dos UFOs no Brasil