DESTAQUE

Algumas pessoas realmente compareceram ao evento 'Invasão à Área 51'

Por
20 de Setembro de 2019
Alienstock, 20 de setembro, em Rachel, próximo à Área 51, EUA
Créditos: BRIDGET BENNETT

Apesar de todos os avisos, um grupo de pessoas realmente foi até a Área 51. Antes de ser deletado, o evento no Facebook tinha mais de 1 milhão de pessoas confirmadas e cerca de 900 mil interessadas, mas, pela manhã, apenas cerca de 100 pessoas estavam por lá.

Cerca de 100 entusiastas se encontraram no portão dos fundos da Área 51, perto de Rachel, para seguir o plano original da Storm Área 51.


Um participante corre em direção ao portão dos fundos da Área 51, em homenagem à ideia original da Invasão à Área 51 por volta das 3 horas da manhã, durante o festival Alienstock na sexta-feira, 20 de setembro de 2019, em Rachel. (LE Baskow  @Left_Eye_Images)

Quando foi criada, Matty Roberts, o rosto por trás do movimento, disse em uma piada no Facebook que se encontraria no portão às 3 horas da manhã de 20 de setembro para invadir a Área 51 para "ver os alienígenas".

A Área 51, localizada dentro da área de teste e treinamento de Nevada tem sido considerada por teóricos da conspiração há muito tempo como detentora de vida alienígena e de sua tecnologia. Mas os entusiastas da Ufologia mesmo, sabem que a Área 51 nao abriga mais, se algum dia abrigou, nenhum material ufológico. Acredita-se que, realmente, a Área 52, próxima a essa mas sem localização divulgada, é que abriga o que algum dia esteve na Área 51: restos de naves apreendidas e tecnologia alienígena. 


O pessoal de segurança patrulha o portão dos fundos da Área 51 para monitorar o festival Alienstock na sexta-feira, 20 de setembro de 2019, em Rachel. (LE Baskow )

Policiais bloquearam a estrada a cerca de 1,6 km do portão, com os participantes andando pelo resto do caminho. Cerca de uma dúzia de policiais estavam estacionados no portão, prontos para agir se alguém tentasse invadir a área. Para a recepção das 3 horas da manhã, um policial com um cachorro da polícia a reboque veio de dentro dos portões e manteve a guarda.


Um indivíduo mascarado chega ao portão traseiro da Área 51 e fica diante do pessoal de segurança para prestar homenagem à idéia original da Área 51, enquanto Alienstock continua na vizinha Rachel, na sexta-feira, 20 de setembro de 2019. (LE Baskow / Las Vegas Review-Journal)

Algumas pessoas agiram como se fossem "invadir" os portões, mas pararam depois de rir da multidão, enquanto a "contagem regressiva final" soava no alto-falante de um participante.

As autoridades policiais ficaram bastante entusiasmadas com a reunião, brincando com a multidão. Eles deram um aviso severo a um homem com uma máscara roxa de Lucha Libre por tocar no portão enquanto ele posava para fotos. 

Um porta-voz do xerife do condado de Lincoln disse que uma pessoa foi presa por exposição indecente depois de urinar no portão de segurança. Uma segunda pessoa foi detida, mas liberada por avançar ou ameaçar passar por baixo do portão.

Rebekah Scholes, 27, do Colorado, fez a jornada para o deserto de Nevada apenas para participar de eventos com temas alienígenas nas proximidades de Rachel e Hiko . Ela tinha que ver se as pessoas realmente apareceriam no portão. “Saí alguns meses atrás, mas tive que voltar. Está bonito por aqui - disse Scholes. "Eu pensei que seria interessante ver o que aconteceria."

Um morador de Portland, Oregon, Nathan Brown, vestia sua própria roupa da SWAT. Ele foi de Portland para se juntar ao movimento. No caminho para a reunião, Brown adivinhou se alguém mais apareceria e ficou surpreso ao ver a multidão quando ele parou na estrada poeirenta que levava ao portão da rodovia estadual 375.


Nathan Brown, de Portland, Oregon, chega ao portão dos fundos da Área 51 por volta das 3 horas da manhã durante o festival Alienstock na sexta-feira, 20 de setembro de 2019, em Rachel. (LE Baskow )

"Eu meio que esperava, porque não havia tráfego, estava morto aqui", disse Brown, 21 anos. “Eu estava nervoso, mas então chegamos aqui e foi como, 'Oh, as pessoas gostam disso'. Apesar do grande grupo, Brown disse que sentiu a ocasião um pouco abaixo do esperado depois que milhões de pessoas disseram que estariam no portão do post do Facebook. Mas ficou feliz por ele ter feito a viagem.

"Estou um pouco decepcionado, porque são muito menos pessoas do que disseram online", disse ele. “Acho que não voltarei (à área) novamente."

Invasão vira festa rave

Chamado de Alienstock, o encontro faz homenagem ao famoso Woodstock, a icônica celebração hippie em uma fazenda no estado de Nova York, em 1969.


Participante de festa com homenagem aos supostos alienígenas da Área 51 (Foto: Marília Marasciulo)

Os visitantes começaram a chegar na quinta-feira 19 e montaram um pequeno acampamento diante do único ponto comercial da pacata Rachel, cidade próxima da base militar, instalando-se em carros, barracas e trailers. Alguns turistas penduraram extraterrestres infláveis em seus veículos.

A organização não mediu esforços para entreter o público e convencer as pessoas a permanecerem em Las Vegas. Patrocinada por uma marca de cerveja, a “rave” para ufólogos tinha jogos gratuitos, como um graviton, demonstração de videogames e uma mini-montanha russa.

De fato, parece ter funcionado: a maioria das pessoas pode até ter vindo de longe para estar ali (tinha gente de Washington, do Alabama...), mas não tinha a menor intenção de tentar invadir a base militar. “Eu até gostaria, mas tenho que trabalhar”, me disse Juan Alvarado, morador de Las Vegas, mostrando que, apesar de estar fantasiado de alienígena, ele ainda tinha um pé na Terra.


Festa em Las Vegas reúne fãs de histórias sobre alienígenas (Foto: Marília Marasciulo)

Outro morador de Las Vegas, Eric Holloway, andava para lá e para cá com um cartaz “vidas verdes importam” e visões filosóficas: “acho que finalmente estamos prontos para saber o que há lá dentro, essa nova geração seria mais receptiva com os aliens do que as anteriores”. Mas ele não tinha a menor intenção de tentar a invadir a Área 51. “Isso é loucura, e mesmo que de fato consigam passar do portão, ouvi dizer que a base em si fica cerca de 30 quilômetros para dentro”, alertou.

Situado cerca de 240 quilômetros ao norte de Las Vegas, o povoado remoto de moradores na casa dos 50 anos de idade não têm nem um mercadinho ou um posto de gasolina, e as autoridades esperam que cerca de 30.000 pessoas compareçam ao festival.

Invasão à Área 51 se transformou em uma grande festa (Foto: Marília Marasciulo)

Nada disso, porém, serviu para cancelar outros dois eventos paralelos que surgiram após o cancelamento do original: o "Alienstock 2.0", que ocorre em Rachel e o Storm Area 51 Base Camp em Hiko, outra cidade minúscula próxima a Rachel. 

Fonte: Reviewjournal  Galileu

Já está no ar a Edição 272 da Revista UFO. Aproveite!

Setembro de 2019

ETs em nossos dormitórios