DESTAQUE

Ainda não foram encontradas transmissões alienígenas vindas de Oumuamua

Por
15 de Dezembro de 2017
Segue a pesquisa sobre o misterioso asteroide interestelar Oumuamua
Créditos: ESO

Continuam a surgir várias teorias e especulações a respeito da natureza do objeto conhecido como 1I/2017 U1 Oumuamua. Descoberto pelo Telescópio de Varredura Panorâmica e Sistema de Rápida Resposta (Pan-STARRS) em 19 de outubro, alguns mistificadores depressa alegaram se tratar de uma nave alienígena. A possibilidade de Oumuamua ser artificial, contudo, foi seriamente debatida nos meios científicos devido a seu inusitado formato. O asteroide mede 400 m de comprimento, e um décimo disso em largura, e embora extremamente remota uma tentativa de determinar se Oumuamua é artificial está sendo feita pelo Projeto Breakthrough Listen. O radiotelescópio de Green Bank, West Virginia, foi utilizado para tentar captar algum sinal de rádio vindo do viajante interestelar, mas a resposta foi o silêncio.

Contudo, a equipe do Breakthrough Listen obteve 90 terabytes de dados ao longo das duas horas de observação, e outras três campanhas devem ser realizadas em breve. Espera-se que a análise dos dados já obtidos, além dos que serão captados nas próximas observações, possam fornecer mais informações a respeito da constituição de Oumuamua, com o que talvez sejam conseguidas respostas sobre sua origem. Enquanto isso Jason Wright da Penn State University, o primeiro cientista a levantar a hipótese de que o estranho comportamento da estrela KIC 8462852 pudesse se dever a uma megaestrutura alienígena sendo construída em suas proximidades, apresentou uma teoria caso se confirme que o objeto é artificial. Ele afirmou em seu blog que Oumuamua poderia ser uma sonda Von Neumann desativada.

Esse conceito foi apresentado pelo matemático e físico John Von Neumann, pioneiro na ciência da computação. Ele afirmou que uma civilização avançada poderia enviar um número limitado de sondas para percorrer a galáxia, com capacidade de se replicar utilizando recursos encontrados no espaço. Assim elas se multiplicariam de forma exponencial e conseguiriam obter um enorme volume de informações. O fato é que Oumuamua gira em torno de seu eixo menor a cada 7,3 horas, e na remota hipótese de ser uma nave alienígena está desativada há muito tempo. Outra teoria que tenta explicar sua origem foi apresentada por Matija Cuk, do Instituto SETI na Califórnia. Ele destaca a falta de atividade cometária no objeto, além de seu formato estranho, e aponta a possibilidade de ser um fragmento resultante da destruição de um planeta cerca de dez vezes maior que a Terra. Esse mundo pode ter se aproximado demais de sua estrela, uma anã vermelha, e se despedaçado, sendo os destroços atraídos por uma estrela companheira da primeira, formando um sistema binário. Assim vários dos fragmentos, incluindo Oumuamua, teriam sido lançados para fora desse sistema, iniciando sua trajetória de milhões de anos através da galáxia. O cientista sugere que o modelo pode ser aperfeiçoado analisando sistemas binários, e a comunidade científica aguarda os resultados das novas análises de Oumuamua, bem como a chegada de outros visitantes interestelares.

crédito: NRAO/AUI
O radiotelescópio de Green Bank está pesquisando Oumuamua
O radiotelescópio de Green Bank está pesquisando Oumuamua

Visite o blog de Jason Wright

Confira o artigo de Matija Cuk

Projeto Breakthrough Listen irá investigar se Oumuamua é um objeto artificial

Objeto interestelar em nosso Sistema Solar foi batizado como Oumuamua e tem formato insólito

Projeto Breakthrough Listen divulga seus primeiros resultados

Cientistas ainda debatem o mistério da estrela KIC 8462852

Saiba mais:

Livro: Guia da Tipologia Extraterrestre

crédito: Revista UFO
Guia da Tipologia Extraterrestre
Guia da Tipologia Extraterrestre

Há séculos a espécie humana assiste à chegada de estranhos seres geralmente bípedes e semelhantes a nós, que descem de curiosos veículos voadores sem rodas, asas ou qualquer indício de forma de navegação. Quase sempre estas criaturas têm formato humanoide e não raro se parecem com uma pessoa comum, mas com um problema: elas não são daqui, não são da Terra. O que pouca gente sabe é que existem dezenas de tipos deles vindo até nós, alguns com o curioso aspecto de robôs, outros se assemelhando a animais e há até os que se parecem muito com entidades do nosso folclore. O Guia da Tipologia Extraterrestre faz uma ampla catalogação de todos os tipos de entidades já relatadas, classificando-as conforme sua aparência e características físicas diante de suas testemunhas, resultando num esforço inédito para se entender quem são nossos visitantes.

DVD: Planetas Alienígenas

Já está no ar a Edição 217 da Revista UFO. Aproveite!

Novembro de 2014

A descoberta de novos mundos

UPDATED CACHE