DESTAQUE

A SpaceX planeja trazer dois astronautas da NASA de volta amanhã, mas há um furacão no caminho

Por
01 de Agosto de 2020
Os astronautas da NASA, Doug Hurley e Bob Behnken
Créditos: NASA

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley, que em 30 de maio se tornaram as primeiras pessoas a serem lançadas em órbita a bordo de um veículo SpaceX, podem ver seus planos de regresso no domingo voarem com o vento.

 Depois de atracar a nave Crew Dragon da SpaceX na Estação Espacial Internacional (ISS) e passar dois meses lá, os dois astronautas estão se preparando voltar à Terra no domingo por volta das 14h42, horário do Atlântico.

A NASA está supervisionando a missão experimental da SpaceX, chamada Demo-2. Na quarta-feira, a agência deu à empresa a permissão para prosseguir com seus planos de pouso. Mas o furacão Isaias poderá forçar os astronautas a permanecerem em órbita por mais algum tempo.

O ciclone já atingiu Porto Rico como uma tempestade tropical com ventos fortes e inundações, deixando centenas de milhares sem energia. Mais tarde, tornou-se um furacão de categoria 1, com ventos sustentados mais 100 km/h.

O trajeto atual de Isaias ameaça vários locais de pouso em potencial na tarde de domingo e não há como pousar a não ser que haja, pelo menos, dois locais seguros para isso.

 

Buscando um local seguro

 
O Crew Dragon e seus quatro pára-quedas quando ele caiu no  Atlântico, em 2019
Crédito: NASA

"Não deixaremos a estação espacial sem boas oportunidades de pouso à nossa frente", disse Behnken a repórteres da ISS na manhã de sexta-feira, acrescentando que a NASA e a SpaceX estão mantendo a ele e Hurley informados. 

“A maior parte desse trabalho acontece do lado deles. Não controlamos o clima e sabemos que podemos ficar aqui em cima por mais tempo”, completou o astronauta.

Já, Jim Bridenstine, administrador da NASA, declarou que “mal podemos esperar para trazer Bob Behnken e Doug Hurley de volta à Terra. Mas é claro que ainda temos tempo", durante uma coletiva de imprensa na quarta-feira.

Três das sete zonas de aterrissagem que a SpaceX e a NASA prescreveram para a missão de teste, chamada Demo-2, estão dentro do “cone de probabilidade” do caminho da tempestade.

Esses Locais, que podem ser vistos na imagem abaixo, estão situados no Oceano Atlântico, ao largo da costa das localidades de Cabo Canaveral, Daytona e Jacksonville. 


Os pontos em azul claro mostram as possibilidade de pouso da Crew Dragon
Crédito: NASA

Dadas as condições atuais, os gerentes de missão esperam pousar o Demo-2 no Golfo do México, perto da Cidade do Panamá, disse um porta-voz da NASA.

"Essa missão será um pouco incomum, pois as linhas de tempo estarão em fluxo até o momento da desacoplagem, quando finalizarmos os locais de pouso", disse o porta-voz da agência ao portal Business Insider, na sexta-feira.

Teremos que aguardar para ver o que vai ocorrer, mas se tudo der certo e os astronautas retornarem, você poderá acompanhar ao vivo clicando aqui,

 

Esta matéria foi originalmente pulicada pelo portal Business Insider.

Assista a um video sobre a missão:

Já está no ar a Edição 272 da Revista UFO. Aproveite!

Setembro de 2019

ETs em nossos dormitórios