DESTAQUE

A polêmica sobre os UFOs do Pentágono: terrestres ou alienígenas?

Por
06 de Agosto de 2020
Encontro entre pilotos e UFOs
Créditos: Revista UFO

Tem havido muita discussão se os objetos filmados pelos pilotos de caça eram uma tecnologia terrestre avançada ou se o que foi filmado eram naves alienígenas. Embora o termo extraterrestre esteja em todos os subtextos, a atitude de cautela tem prevalecido.

A matéria do New York Times dizendo que o departamento secreto do Pentágono que estuda UFOs ainda está ativo voltou a agitar as coisas dentro da Ufologia e levantou a suspeita de que o governo dos Estados Unidos esteja escondendo pedaços de UFOs acidentados.

Mas desde que foi publicada, os jornalistas que escreveram a matéria foram repreendidos por uma das fontes citadas, o ex-senador de Nevada Harry Reid, justamente a pessoa que incentivou que o Pentágono estudasse os avistamentos anos atrás.

Reid falou com vários canais da mídia, tanto abertamente quanto em off, notadamente com o site Mystery Wire, diversas vezes, sobre os rumores em andamento sobre veículos acidentados, materiais recuperados e outros segredos sombrios.

 

UFOs sim, extraterrestres não


UFO filmado por pilotos da Marinha dos Estados Unidos
Crédito: History Channel

O novo artigo do The New York Times despertou interesse público em UFOs em todo o mundo. O jornal publicou detalhes de que um estudo secreto sobre UFOs, ou como o governo os chama agora, fenômenos aéreos não identificados (UAPs), continua dentro do Gabinete de Inteligência Naval.

A força-tarefa dos UAP está estudando relatórios, vídeos e dados de radar de encontros recentes entre aviões de guerra dos Estados Unidos e embarcações avançadas de origem desconhecida. O Congresso recebeu instruções a portas fechadas, e agora está se colocando a favor de divulgações públicas sobre a força-tarefa da UAP.

Mas a história do jornal também se concentrou em um ângulo mais controverso, as chamadas recuperações de colisões, que supostamente geraram peças de materiais exóticos de origem desconhecida.

A matéria cita Reid dizendo que ele "chegou à conclusão de que havia relatos - alguns eram substantivos, outros não tão substantivos - de materiais reais que o governo e o setor privado possuíam".

 

 O longo braço de Bigelow

 
Bigelow Airspace. Crédito: Revista UFO

O mesmo artigo citou o astrofísico doutor Eric Davis, consultor do Programa Avançado de Aplicações em Sistemas Aeroespaciais de Armas (AAWSAP), o estudo secreto de UFOs iniciado por Reid e baseado em Las Vegas.

Davis viveu em Las Vegas e trabalhou para o bilionário Robert Bigelow, que recebeu um contrato do Pentágono para estudar o mistério dos UFOs. Davis disse ao jornal que informou ao Pentágono e ao Congresso sobre "recuperações de veículos de fora deste mundo, não feitos nesta Terra".

Os funcionários de Reid reagiram à história da publicação exigindo uma correção, que o Times forneceu, mas os repórteres dizem que ainda mantêm a história e a citação de Reid.

O senador, então, disparou uma mensagem nas redes sociais, reiterando que ele não tem conhecimento e nunca sugeriu que o governo tenha detritos de discos voadores ou outros mundos.

 

 Então, como surgiu a discordância?


Senador Harry Reid. Crédito: Las Vegas Review-Journal

O principal interesse do senador em UFOs sempre foi a segurança nacional e se a Rússia ou a China poderiam duplicar a tecnologia exibida em incidentes conhecidos de UFOs antes dos Estados Unidos. Reid diz que nem ele nem ninguém sabe ao certo de onde se originam essas embarcações misteriosas. 

Em 2009, ele tentou criar um programa de acesso especial que poderia buscar informações, arquivos e evidências sobre UFOs que estivessem ocultas em outros programas secretos. Seria também rastrear rumores persistentes sobre discos travados e tecnologia alienígena.

"Uma razão pela qual fiz isso é que sempre há esse boato ... algumas pessoas dizem que existem empresas públicas que têm materiais que devemos examinar", disse Reid em uma entrevista em 2019. "Agora, eu queria ter certeza de que isso era válido ou não".

Quando perguntado por George Knapp se ele achava que alguém tinha peças ou artefatos, ele disse: “Mas eu não sei, George. Não sei por que eles querem colocar deixar isso esquecido. A menos que haja algo diferente ali”.

 

Fonte: Mystery Wire

 

Assista, abaixo, a entrevista com o senador Reid:

Já está no ar a Edição 272 da Revista UFO. Aproveite!

Setembro de 2019

ETs em nossos dormitórios