DESTAQUE

A lenta mudança da comunidade científica em direção aos UFOs

Por
28 de Julho de 2020
Disco Voador
Créditos: Artstation

O Fenômeno UFO, há décadas desacreditado pela mídia e pela comunidade científica, passou a ganhar uma aura de respeitabilidade a partir de dezembro de 2017, com a matéria do The New York Times. E essa tendência parece estar ganhando força.

 Pode ser algo passageiro, mas desde 2017, quando o The New York Times publicou a primeira matéria falando sobre a investigação do Pentágono sobre UFOs, estamos vendo aparecer aqui e ali artigos de cientistas sobre a importância de se olhar para os UFOs de maneira mais séria.

Semana passada o jornal soltou mais uma matéria sobre a ligação entre a Defesa dos Estados Unidos e os UFOs, desta vez falando sobre a recuperação de objetos acidentados ou material vindo de acidentes envolvendo UFOs.

Mesmo que a matéria do New York Times tenha algumas inexatidões que estão sendo corrigidas diariamente pelo próprio jornal, ela mais uma vez mexeu com a curiosidade de alguns cientistas que acreditam que já é hora de a ciência conduzir sua própria investigação sobre o assunto.

Investigação com seriedade


Pentágono: sede da Defesa dos Estados Unidos Crédito: History

Segundo Ravi Kopparapu, cientista no Goddard Space Flight Center da NASA e Jacob Haqq-Misra, pesquisador do Instituto de Ciência Blue Marble Space, em matéria no site da Scientific American, “é difícil, se não impossível, dizer o que realmente são [Os UFOs], sem contexto”

O que eles propõem é que haja uma investigação multidisciplinar sobre o assunto, algo nos termos do Relatório Condon, porém feito de maneira a registar realmente aquilo que foi encontrado, sem vieses políticos ou religiosos, apenas ciência aplicada.

Para os dois cientistas, “os avistamentos recentes de UFOs ou UAPs, no entanto, até agora falharam em gerar interesse semelhante entre a comunidade científica. Parte do motivo pode ser o aparente tabu em torno dos fenômenos UAP, conectando-o ao paranormal ou à pseudociência, ignorando a história por trás dele”

Os pesquisadores também afirmam que a razão primeira para alguém seguir a carreira científica é a curiosidade e que está na hora de se aplicar essa curiosidade ao Fenômeno UFO.

Os tempos estão mudando. Talvez, se a ciência realmente se dedicar ao assunto, consigamos chegar a algum grau da verdade sobre os UFOs, embora essa verdade talvez, não agrade àqueles que veem a Ufologia como religião, será muito bem vinda por todos os demais.

 Para ler o excelente artigo publicado pela Scientific American, por favor, clique aqui.

Assista, abaixo, um excelente video sobre o Relatório Condon:

Já está no ar a Edição 270 da Revista UFO. Aproveite!

Julho de 2019

Anunnaki: Aqueles que do céu desceram à Terra