DESTAQUE

A diretora de Inteligência dos Estados Unidos e o relatório sobre UFOs para o Senado

Por
05 de Abril de 2021
A nova diretora de Inteligência dos Estados Unidos, Avril Haynes, pode fazer a diferença no relatório do Pentágono sobre os UFOs.
Créditos: Shutterstock

O senado norte-americano está esperando um relatório da Força-Tarefa UFO do Pentágono até 25 de junho sobre o que se sabe a respeito dos vários fenômenos aéreos não-identificados. Porém, alguns informantes alegaram que a Força-Tarefa teve apenas recursos mínimos implementados para preparar o relatório, enquanto outros dizem que o Pentágono está fechando o cerco contra as pessoas que pedem as informações necessárias para cumprir as diretrizes do Senado. É aí que entra Avril Haines, diretora de Inteligência Nacional (DNI): a pessoa mais diretamente responsável pelo cumprimento da diretriz.

A nova DNI só está no trabalho há pouco mais de dois meses e teve uma batata quente seriamente jogada em seu colo sobre o assunto UFO. É um tópico que, por mais de meio século, foi envolto em segredo e ofuscação, ao mesmo tempo que atrai o desprezo e o ridículo das autoridades governamentais e científicas. Mas tanto o Comitê de Inteligência Selecionado do Senado quanto o Comitê das Forças Armadas têm levado isso a sério, recebendo informações confidenciais sobre o assunto de uma variedade de testemunhas militares e da comunidade de inteligência. As apostas são altas, considerando o fato de que eles estão avaliando se esses veículos enigmáticos (se é o que são) representam uma ameaça significativa à segurança nacional.

Então, o que Avril Haines fará? Bryce Zabel, do Medium.com, escreveu uma carta aberta à DNI, implorando que ela faça a coisa certa. Zabel cobre a história que levou à solicitação do relatório e aponta para descobertas significativas e evidências que apoiam a realidade dos UFOs e defende que o Pentágono termine o trabalho que lhe foi atribuído, liberando o máximo de informações possíveis na versão não classificada do relatório.

Ele termina com um apelo apaixonado por transparência: “Já existem relatos surgindo de que o Escritório do Diretor de Inteligência Nacional (ODNI) dedicou recursos mínimos a esse esforço e há uma boa chance de que seu relatório atrase. Isso seria lamentável, e a DNI deve se esforçar para não permitir que isso aconteça. Queremos prosseguir com qualquer que seja a próxima fase, seja ela maravilhosa ou perturbadora, assustadora ou tranquilizadora. Simplesmente chegou a hora. Ajude sua nação e o mundo. Você recebeu uma oportunidade incrível de desempenhar um papel específico e importante na formação da história do planeta Terra daqui para frente. Não se esquive do dever, não adie o inevitável. Vá em frente. Fale a verdade. Podemos realmente encarar isso.”

Não estamos falando sobre algum tipo de questão partidária aqui, onde republicanos e democratas da esquerda e da direita precisam encontrar alguma desculpa para transformar isso em uma luta por comida. O estudo do Comitê de Inteligência do Senado foi completamente bipartidário por natureza e foi apoiado quase igualmente por senadores de ambos os partidos. A resistência à criação e divulgação deste relatório não vem dos corredores do Congresso. Vem dos recessos mais sombrios do complexo militar-industrial que há mais de 70 anos lutam contra a publicação desse tipo de informação, caluniando quem busca discutir o assunto abertamente.


Pôster com a chamada para o evento “The Big Phone Home”, projeto que visa pedir a representantes eleitos apoio para a divulgação de um relatório abrangente e sem censura sobre o Fenômeno UFO.
Fonte: thebigphonehome.com

Joe Biden e sua administração – particularmente o Escritório do Diretor de Inteligência Nacional – têm uma oportunidade única diante deles. O próprio Biden prometeu uma nova era de transparência no governo e afirmou que deseja ser um presidente de fala direta que lida honestamente com o eleitorado. Ao puxar as cortinas do governo sobre a questão ufológica, este governo tem a oportunidade de preparar o terreno para algo que é potencialmente revolucionário. As respostas para algumas das perguntas mais desconcertantes que têm atormentado a humanidade por toda a nossa existência estão potencialmente mais perto de nosso alcance do que nunca. Biden e Avril poderiam fazer história com isso e não lhes custaria nada do capital político.

Atualmente, há esforços em andamento no setor público para chamar mais atenção para este relatório, especialmente entre os membros do Congresso, que terão que decidir o que fazer a seguir se o relatório for abandonado ou caiado. Um deles é o “The Big Phone Home”. No sábado, 24 de abril, pessoas de todo o país se reunirão para ligar e escrever para seus representantes eleitos, instando-os a se manifestarem publicamente em apoio ao Comitê de Inteligência Selecionado do Senado e pedir a apresentação de um relatório abrangente sobre o que o governo sabe a respeito dos UFOs, fornecendo todas as informações possíveis que não prejudicariam seriamente a segurança nacional.

As pessoas que estão organizando o “The Big Phone Home” estão fornecendo informações de contato dos funcionários eleitos em todo o país, juntamente com o conteúdo da mensagem sugerida, caso a pessoa não esteja familiarizada o suficiente com o tópico para saber o que está sendo solicitado. Afinal, o que há para se perder? O pior que pode acontecer é o governo divulgar um relatório malfeito.

Fonte

UFO Recomenda

Já está no ar a Edição 279 da Revista UFO. Aproveite!

Setembro de 2020

Segredos ufológicos nos corredores do Pentágono