O encontro dos mistérios
Edição 73

O encontro dos mistérios

04 de May de 2018

Não há lugar no mundo com tamanha quantidade de lendas e mitos. A Amazônia, sinônimo de exuberância em todos os sentidos, é também o local da Terra onde se registra — quando se consegue registrar — o maior número e a mais ampla diversidade de histórias originadas do povo ribeirinho e de nativos exultando sua religiosidade e superstições na forma de folclore. São “causos” incontáveis que, invariavelmente, têm como elemento causador algo luminoso, às vezes um aparelho nítido envolvo em forte luminosidade, às vezes um espectro brilhante de algo que lembra fogo. Curiosamente, estas fontes de luz estão sempre no céu, não raramente sobrevoando vilas distantes. Em muitas ocasiões, também, estes artefatos brilhantes são vistos saindo de rios, lagos e igarapés, levando os locais a presumirem ser algum tipo de monstro aquático. Isso é a Amazônia e muito mais, como veremos na terceira parte desta série.

Artigo da Capa

Um exame de documentos liberados pelos militares mostra como funcionava a missão militar que pesquisava discos voadores na Amazônia