Fomos visitados
Edição 266

Fomos visitados

15 de Mar de 2019

O astrônomo da Universidade de Harvard Abraham Loeb fez uma estrondosa declaração ao jornalista israelense Oded Carmeli, que a apresenta na matéria de capa desta edição. Ele disse que o Oumuamua — este corpo celeste que tanta polêmica causou — não era um asteroide, um meteoro e nem um cometa, mas uma nave enviada por alguma civilização extraterrestre na direção do Sistema Solar. Isso “somente” já seria algo muito significativo para a humanidade. Mas Loeb vai muito além e diz que artefatos como o Oumuamua podem existir aos montes no universo e muitos já devem ter passado pela Terra quando não tínhamos a tecnologia para detectá-los que temos hoje. Esta é, sem dúvida, uma afirmação espantosa, ainda mais partindo do diretor do Departamento de Astronomia da conceituada instituição. O artigo de Carmeli, contendo o diálogo que teve com Loeb em Tel Aviv está nesta edição, com exclusividade.

Artigo da Capa

A busca da ciência por vida extraterrestre não é nova, mas quando se estuda o pensamento das grandes mentes do passado e o comparamos com aquilo que dizem os cientistas hoje, a impressão que temos é a de que, conforme a tecnologia avança, os horizontes humanos diminuem. Por que a ciência resiste tanto a aceitar a existência daquilo que ela própria busca?

Artigos