Nos limites da existência
Edição 257

Nos limites da existência

20 de Jun de 2018

O artigo principal dessa edição mostra uma realidade desconhecida de muita gente, inclusive de ufólogos tarimbados: o Continente Gelado, como também é conhecida a Antártida, é uma fonte de curiosidade para nossos visitantes extraterrestres. Mas por que estas avançadas inteligências cósmicas se sentiriam atraídos por um local tão longínquo e inóspito? Esta é a pergunta que fez Ruben Morales, um dos mais respeitados ufólogos argentinos. E não parou por aí: ele foi à busca de informações de fontes civis e militares de ocorrências ufológicas no distante e gélido local, descobrindo que as inúmeras bases de operações científicas lá instala-das, dos mais variados países, são regularmente visitadas e observadas por nossos curiosos amigos

Artigo da Capa

Nos anos 60, eventos espantosos ocorreram na Antártida envolvendo não apenas a Marinha Argentina, mas também a Força Aérea do Chile. Por que ETs estariam interessados no Continente Branco, território que abrange 14 milhões de quilômetros quadrados e onde não cresce uma só árvore?

Artigos