Um passado quase desconhecido
Edição 207

Um passado quase desconhecido

04 de May de 2018

Pouca gente suspeita que o passado do país também esteja repleto de ocorrências ufológicas envolvendo desde avistamentos de naves até contatos diretos com seus tripulantes, mas está. Os livros que retratam a história brasileira nada falam sobre estes fatos, evidentemente, mas tratam com abundância de fenômenos luminosos inexplicados que surgiam nas áreas rurais, recebendo os nomes mais exóticos, quase todos de origem indígena, como o Boitatá. O que eram esses fenômenos? Os mesmos livros também relatam inúmeras observações de seres fantasmagóricos, às vezes alados, que insistiam em atormentar os moradores do interior e até mesmo nossos índios. Quem eram estes seres? No fundo, portanto, ao retratarem nosso passado assim, tais livros estão falando mesmo é de situações ligadas a sondas ufológicas, naves e seus tripulantes. Isso é o que mostra nesta edição, após profunda pesquisa, o consultor Ataíde Ferreira da Silva Neto, em artigo que apresenta um panorama da relação entre nossos antepassados e nossos visitantes espaciais, em especial em seu estado, o Mato Grosso. Prepare-se para conhecer a história brasileira dos últimos séculos sob uma perspectiva diferente.

Artigo da Capa

Narrativas indígenas e histórias populares encontradas no Mato Grosso trazem sob o rótulo de folclore verdadeiras descrições de fenômenos ufológicos que se relacionam com outras descobertas em diferentes partes do mundo