Escrevendo a história da Ufologia Brasileira
Edição 200

Escrevendo a história da Ufologia Brasileira

04 de May de 2018

Há em todo o mundo, hoje, no máximo umas 20 publicações especializadas em Ufologia circulando regularmente. Há poucas décadas, eram mais de 300 revistas sobre o tema, mas a maioria sucumbiu às inúmeras dificuldades que rondam o mercado editorial de qualquer parte do mundo, aliado à especificidade do tema, que não interessa a um número significativo de pessoas. Outra causa da extinção de tantas revistas especializadas em discos voadores está no avanço da internet, que oferece informações em abundância — mas, infelizmente, de baixa qualidade — gratuitamente a quem busca. Por fim, com a aparente estabilização da Ufologia, cujo progresso muitas vezes parece imperceptível ao observador menos atento, boa parte do interesse da sociedade pelo tema se esvaiu. Em três décadas de circulação praticamente ininterrupta, a Revista UFO resistiu a todas estas intempéries e a muitas outras, próprias de um país que pouco estimula a leitura e a cultura. Pois foi aqui, no Brasil, que prosperou e chegou à marca de 200 edições a publicação especializada em discos voadores mais antiga da Terra. Acompanhe um pouco de sua história.