Img capa
CAPA

Primeiro contato

Revista UFO | Edição 17 | 01 de Outubro de 1991

SHARE

Fazer uma edição de UFO como esta que você está lendo é algo que nos dá grande satisfação e um sentimento de profunda realização. É aquela sensação do \"dever cumprido\" que, no campo da produção editorial periódica (leia-se \"Indústria de revistas\"), é algo que deve se repetir todo o mês. Entretanto, alguns meses são mais produtivos, outros menos. Nossa edição anterior, na qual tratávamos do desagradável episódio Trigueirinho (e outros), foi um dos melhores números que já lançamos em nossa existência como publicação especializada em Ufologia - a única no Brasil. Centenas de cartas, telefonemas e até visitas de amigos, associados e leitores de vários lugares do Brasil marcaram aquela edição. Mas este presente número talvez esteja ainda melhor para o leitor - nele, tratamos de matérias da maior importância e relevância para a Ufologia. Entre elas, publicamos o primeiríssimo trabalho estatístico da casuística ufológica brasileira, um estudo inédito e de alta qualidade feito por um de nossos mais ativos consultores, Claudeir Covo. A partir da publicação deste trabalho, os ufólogos brasileiros podem finalmente conhecer em detalhes todos os aspectos da \"nossa\" Ufologia. Mas esta não é a única jóia desta edição: três ótimos artigos sobre os misteriosos círculos ingleses estão aqui, abrindo de uma vez só nossa participação nas discussões sobre esse fascinante mistério. A partir de agora, UFO e o CBPDV se engajam no debate e prometem boas surpresas aos leitores, aguardem! Por fim, temos dois outros artigos que mostram um lado já não tão fascinante da Ufologia, o ataque dos alienígenas a humanos, de autoria do norte-americano Bob Pratt, especialista em casuística brasileira, e do cearence Reginaldo de Athayde. Mostrando também a face negativa da Ufologia, esperamos estar cumprindo \"ao pé da letra\" nosso dever de bem informar todos os aspectos da Ufologia com imparcialidade. Os ETs não são todos bonzinhos como gostaríamos – e é necessário também estarmos alertas a isso. Boa leitura e até dezembro, com uma nova edição especial!

SEÇÕES

ARTIGO DA CAPA

ARTIGOS