Img capa
CAPA

Uma avalanche de documentos cai no colo dos ufólogos

Revista UFO | Edição 158 | 01 de Outubro de 2009

SHARE

Quando foi iniciada a campanha UFOs: Liberdade de Informação Já, em março de 2004, nem os integrantes da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU), que a lançou, imaginavam que ela seria tão bem sucedida. Hoje, passadas várias fases, há milhares de páginas de documentos liberados oficialmente pela Aeronáutica, disponíveis para consulta por qualquer cidadão na sede do Arquivo Nacional, em Brasília, assim como no Portal UFO [ufo.com.br], que tem por norma publicar imediatamente tudo o que a CBU conquista. Mas o que também não se estimava era o tamanho do trabalho que a liberação causaria aos ufólogos da entidade e da Revista UFO, que, a cada nova etapa, têm centenas de páginas para organizar, classificar e examinar. Este é um esforço hercúleo, à frente do qual estão o conselheiro especial da Revista UFO Fernando Ramalho, geógrafo da Câmara dos Deputados e relator do chamado Dossiê UFO Brasil, que permitiu boa parte da atual abertura, e o consultor Gustavo Moretti, analista de sistemas no interior de São Paulo. A eles coube, agora, destrinchar as mais de 1.300 páginas de documentos do Sioani recém recebidos pela CBU e mais de 600 da Operação Prato, entre oficialmente liberadas e vazadas antes.

SEÇÕES

ARTIGO DA CAPA

ENTREVISTA

ARTIGOS