Img capa
CAPA

Sim, há meios de se impedir uma abdução

Revista UFO | Edição 125 | 01 de Setembro de 2006

SHARE

Pelo menos, é o que garante a ufóloga veterana norte-americana Ann Druffell, uma especialista no assunto que tem em seu currículo centenas de casos estudados. Ann, consultora da Revista UFO desde outubro do ano passado, crê que técnicas mentais e físicas podem prevenir uma abdução ou até mesmo impedir que ela aconteça. Mas ela faz uma ressalva: a técnica tem que ser usada durante os momentos iniciais do procedimento, ou seja, quando os aliens estão se aproximando e demonstrando sua intenção. Após a abdução ter se iniciado, muito pouco há para se fazer. Já o entrevistado desta edição, outro peso-pesado na área das abduções e com uma ficha de serviços prestados à Ufologia que inclui mais de 4 mil casos, acha exatamente o contrário. David Jacobs, professor da conceituada Universidade de Temple e também consultor de UFO, crê que se um grupo de aliens estiver disposto a seqüestrar uma pessoa — o que fazem dentro de critérios específicos, mas desconhecidos para nós —, não há nada que possa ser feito. Mas Jacobs, pelo menos, tem uma boa notícia: ele crê que as abduções se dão como parte de um processo que visa uma aproximação de raças extraterrestres de nossa sociedade planetária, para um contato definitivo.

SEÇÕES

ARTIGO DA CAPA

ENTREVISTA

ARTIGOS

UPDATED CACHE