Edição 232

As abduções vão além do corpo físico

01 de Março de 2016

IMPRENSA UFOLÓGICA

O Que a Mídia Fala dos Discos Voadores

O Futuro da Mente
Michio Kaku
Rocco, 2015

crédito: ROCCO
O insuperável Michio Kaku agora às voltas com os mistérios do cérebro humano
O insuperável Michio Kaku agora às voltas com os mistérios do cérebro humano

Com base naquilo que comprovadamente conhecemos sobre a história da humanidade e das civilizações, e até onde sabemos, pelo menos, nunca houve uma época tão tecnológica como a nossa. Mesmo as mais iluminadas mentes dos séculos anteriores, que previram aviões, helicópteros e tantas outras coisas, falharam em imaginar, por exemplo, um telefone celular e seus milhares de aplicativos. E se por um lado a civilização passa por um momento de transição, ameaçada por conflitos destrutivos, por outro o ritmo das descobertas se acelera, tornando acessíveis maravilhas inimagináveis para nossos bisavôs.

Hoje podemos passear por Marte ou pela Lua utilizando nossos computadores pessoais, podemos explorar o espaço, podemos ver, em tempo real, o que se passa em vários locais do planeta por meio de câmeras ligadas à internet. E, dentre todas essas maravilhas, uma se destaca: estamos começando a descobrir nosso cérebro e aquilo que ele é capaz de fazer. Em seu novo livro, O Futuro da Mente, Michio Kaku — autor que dispensa apresentações — nos mostra em que ponto estão as pesquisas e tudo o que podemos esperar, em termos de avanços.

Pesquisar nosso cérebro é um bom caminho para responder à pergunta que nos persegue desde sempre sobre quem somos e nos alçar a patamares que hoje mal podemos imaginar. Com infinita capacidade de guardar memórias, com alta tecnologia na transmissão de dados e um sistema tão sofisticado de funcionamento que mais parece uma criação deliberada, nosso cérebro é a maior e mais misteriosa maravilha que conhecemos. E é sobre isso que discorre o livro de Kaku. Segundo o autor, da telepatia à telecinese, tudo é possível a nosso cérebro, desde que consigamos entender como ele funciona e como ativar determinadas áreas ou funções de maneira proposital.

O livro nos leva por uma viagem pelas mais recentes descobertas da neurociência, computação, física e outras disciplinas, guiando o leitor de forma segura e clara, como é característica de Kaku, a um futuro que inclui, por exemplo, transmissão de memórias e imortalidade. Um futuro no qual poderemos gravar e visualizar nossos sonhos, transmitir dados e informações com o pensamento e visualizar nossas ideias instantaneamente. Mais do que uma obra sobre ciência, O Futuro da Mente nos leva a refletir sobre nossas capacidades e sobre como podemos utilizá-las para nos tornarmos — ou não — uma civilização melhor.

Crânios Alongados do Peru e Bolívia
Brien Foerster
Anunaki, 2015

crédito: ANUNAKI
Brien Foerster faz uma pesquisa interessante sobre as deformações
Brien Foerster faz uma pesquisa interessante sobre as deformações

Brien Foerster é um conhecido pesquisador que por anos tem realizado expedições para o Peru e para a Bolívia com o intuito de apresentar e discutir as incríveis obras arquitetônicas existentes naqueles países. Suas descobertas e análises são interessantes porque ele não se prende à temática extraterrestre, embora não a descarte — o pesquisador busca provar aquilo que é possível de ser provado.

Em Crânios Alongados, ele mostra a grande quantidade e variedade de esqueletos e múmias que têm crânios natural e artificialmente deformados que existem por todo o mundo, mas sua pesquisa se concentra mesmo, como diz o título, em nossos dois países vizinhos. Foerster descobriu que parte dos crânios foi deformada para que se alongassem, talvez porque representassem uma casta superior ou os povos tinham contatos com ETs, e faziam o processo imitando-os.

Outro resultado da pesquisa foi a descoberta de que a maioria dos crânios se encontrava em locais que fazem parte daquilo que ficou conhecido como Caminho de Viracocha — o deus andino ligado à criação do mundo. O livro nos fornece um panorama muito interessante sobre os antigos habitantes daquelas regiões.