CAPA

?Mais respeito aí com o ET de Varginha, gente?

Revista UFO | Edição 204 | 01 de Outubro de 2013

SHARE

IMPRENSA UFOLÓGICA

O Que a Mídia Fala dos Discos Voadores

AB Origine — Desde a Origem
André de Pierre
Editora Dracena, 2013

crédito: Dracena
André de Pierre recorre a elementos da casuística ufológica para compor sua obra
André de Pierre recorre a elementos da casuística ufológica para compor sua obra

Apesar da pouca divulgação, a ficção científica brasileira está em uma fase muito produtiva, tanto quantitativa quanto qualitativamente. Um dos livros dessa nova safra é o de André de Pierre, pesquisador, escritor e blogueiro que atualmente mora no interior de São Paulo. O autor diz encontrar inspiração na arte, na música, na natureza e, principalmente, no estudo dos povos antigos. Esse último item, inclusive, é o mote principal de AB Origine — Desde a Origem. A narrativa gira em torno de dois eixos: um vivenciado no Brasil atual e outro em um passado distante. Na atualidade, um importante oficial do Exército Brasileiro é encontrado morto em circunstâncias misteriosas. Um de seus filhos, até então distante e rebelde, não se conforma com a morte repentina do pai e resolve investigar o que realmente pode ter acontecido. À medida que o tempo passa ele descobre que a realidade é muito mais complicada do que imaginava: o militar guardava segredos que poderiam mudar o rumo da história da nossa espécie. O filho se questiona: estaria preparado para receber tal conhecimento? E a trama segue seu curso.

Na parte da história vivida no passado, dois jovens apaixonados passam por situações que abalam sua fé nos deuses, os criadores da humanidade. Samyaza, líder dos “expulsos do céu”, aproveita o momento vivenciado pelo casal para tentar manter seu legado. Seria possível contrariá-lo? São duas histórias distintas, vividas em momentos diversos da história, mas que acabam se encontrando. AB Origine — Desde a Origem é uma obra envolvente, que faz o leitor viajar no tempo ao não perceber o tempo passado por prender a atenção. Aliás, não somente este interessante trabalho, mas também toda a atual produção de escritores brasileiros de ficção científica deve ser prestigiada devido à qualidade das obras. E mesmo porque, em muitas ocasiões, a Ufologia que estudamos é a fonte de inspiração. Fazer exercícios intelectuais com esse assunto tão fascinante sempre agrega positivamente.


A pioneira da Ufologia Brasileira Irene Granchi, falecida em 2011, dizia nos anos 80 que a ficção científica de um século era a ciência do século seguinte. Hoje talvez a realidade seja outra, pois as coisas estão muito mais rápidas, de maneira que não é exagero dizer que, agora, a ficção científica de uma década é a ciência da década seguinte.

Curas Médicas por ETs
Virginia Aronson
Educare, 1999

crédito: Educare
Sim, ETs também podem curar, como mostra a obra
Sim, ETs também podem curar, como mostra a obra

Entre os diversos assuntos que causam controvérsia e discussão na Comunidade Ufológica Mundial estão as eventuais curas médicas realizadas por seres extraterrestres. Virginia Aronson toca nesse tema a partir de um relato pessoal. Segundo a autora, ela teria sido curada de um câncer na tireoide a partir de abduções realizadas por alienígenas, que teriam feito um tratamento por meio de uma tecnologia avançada. A autora descreve o episódio na obra e também relata casos de outras pessoas que alegam terem passado pelo mesmo processo.

O fato é que há séculos, talvez milênios, surgem relatos parecidos, porém atribuídos a anjos, seres mitológicos e afins. Essas supostas curas se realizam tanto no plano físico quanto no plano espiritual. Curas Médicas por ETs é uma fonte de referência para quem deseja conhecer a fundo o assunto. Além disso, não podemos nos esquecer do trabalho da médica Mônica de Medeiros, aqui no Brasil, que caminha no mesmo sentido e que também pode auxiliar como fonte de estudos. A Educare conta com outros livros interessantes sobre a Presença alienígena na Terra em seu acervo, que merecem uma conferida pelo leitor.



Grande Ofertas Exclusivas da Revista UFO