Edição 218

Frente a frente com eles

01 de Dezembro de 2014

MUNDO UFOLÓGICO

Fatos da Ufologia Brasileira e Mundial

Faleceu o ufólogo pioneiro Reginaldo Vasconcelos de Athayde

A Ufologia Brasileira perdeu em 13 de outubro um de seus maiores pioneiros, o ufólogo, autor, conferencista e jornalista Reginaldo de Athayde. Ele estava com avançada idade e internado devido a vários problemas de saúde desde maio — seu quadro apenas piorava com o passar das semanas. Athayde foi o mais ativo de todos os pesquisadores do Nordeste, tendo investigado casos em todos os recantos da sua região, especialmente seu estado, o Ceará. São dele as investigações dos casos Quixadá e Baturité, entre milhares de outras. Muitas de suas pesquisas foram publicadas na Revista UFO, da qual Athayde era coeditor há 25 anos.

crédito: ARQUIVO UFO
Athayde foi um dos mais combatentes ufólogos brasileiros
Athayde foi um dos mais combatentes ufólogos brasileiros

Reginaldo Vasconcelos de Athayde fundou há 50 anos o Centro de Pesquisas Ufológicas (CPU), do qual foi presidente até sua morte. Foi também um dos membros da Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU), da diretoria do Centro Brasileiro de Pesquisas de Discos Voadores (CBPDV) e diretor estadual da Mutual UFO Network (MUFON). Em 2000, teve seu segundo livro lançado, ETs, Santos e Demônios na Terra do Sol, pela Biblioteca UFO, que escolheu para dar vazão ao imenso volume de informações que acumulou nos seus mais de 40 anos de pesquisas, até então [Código LIV-006 da coleção Biblioteca UFO. Confira na seção Shopping UFO desta edição e no Portal UFO: ufo.com.br]. Ainda não se sabe se as atividades do Centro de Pesquisas Ufológicas (CPU) serão mantidas pelos membros remanescentes, o que é a grande expectativa de toda a Ufologia Brasileira.

Plutão pode ter oceano interno


Em 14 de julho de 2015, pela primeira vez em décadas, a humanidade conhecerá um novo mundo. Nessa data a nave New Horizons, da Agência Espacial Norte-Americana (NASA), passará a 10.000 km de Plutão — se a passagem fosse pela Terra, suas imagens permitiriam reconhecer até edifícios. Portanto, a expectativa é grande na comunidade científica. Embora as temperaturas na superfície do planeta anão sejam de —230º C, os cientistas têm especulado a respeito da possibilidade da existência de um oceano no interior desse mundo. Os estudiosos da Universidade da Califórnia Guillaume Robuchon e Francis Nimmo calcularam que, se existir potássio radioativo suficiente no núcleo de Plutão, o calor de sua decomposição pode ser suficiente para liquefazer o gelo que existe acima.

Caronte também pode ter água

Pesquisas a respeito da grande lua Caronte — ou Charon — também apontam para a possibilidade de um oceano subterrâneo liquefeito pelas forças de maré, conforme o satélite se aproxima e se afasta de Plutão. Na superfície do planeta anão o telescópio Hubble também detectou substâncias que absorvem luz ultravioleta, primeiro indicativo de que podem existir ali compostos complexos de hidrocarbonetos, responsáveis pela tênue cor avermelhada registrada. A New Horizons iniciará as observações de longa distância em janeiro de 2015, contra um fundo de estrelas conhecidas, para que a posição de Plutão seja corretamente determinada. Dessa maneira, os controladores da nave poderão realizar as correções de curso apropriadas para uma trajetória correta da sonda através do sistema de Plutão. Além disso, o Hubble foi utilizado para localizar três objetos do Cinturão Kuiper, 1,6 bilhão de quilômetros além de Plutão, cada um entre 25 a 55 km de extensão, para serem visitados em seguida pela New Horizons.

Satélite clandestino é lançado

Em 16 de setembro, um foguete Atlas V da United Launch Alliance (ULA) foi lançado às 20h10 da plataforma 41 da Estação de Cabo Canaveral, na Flórida. A carga era um satélite chamado de Clio, produzido pela Lockheed Martin com base em sua série comercial A2100 de satélites de comunicações — esse foi o lançamento bem sucedido de número 88 da ULA. Mas isso é absolutamente tudo que se sabe a respeito dessa missão. Mesmo os satélites altamente secretos do Escritório de Reconhecimento Nacional dos Estados Unidos (NRO) são identificados quanto a qual agência do governo pertencem, mas não os da ULA. A imprensa pôde bater fotos do foguete Atlas V já na rampa de lançamento, com o satélite Clio no interior de seu contêiner, mas sequer a insígnia na fuselagem dava qualquer pista quanto a que órgão do governo pertence o artefato. Igualmente, a órbita do Clio e seus objetivos são totalmente desconhecidos — sites especializados em astronáutica ainda tentam conseguir mais informações a respeito.

As religiões e os ETs

crédito: reuters
Mesmo no Corão, livro sagrado do Islã, há passagens sobre seres em outros planetas
Mesmo no Corão, livro sagrado do Islã, há passagens sobre seres em outros planetas

O astrônomo norte-americano David Weintraub, da Universidade Vanderbilt, publicou recentemente o livro Religions and Extraterrestrial Life [Religiões e a Vida Extraterrestre, Springer Praxis Books, 2014], onde exemplifica como as diferentes religiões encarariam a existência de alienígenas. A conclusão é que de que a descoberta não iria abalar as fundações das crenças, como se tornou senso comum imaginar. Religiões asiáticas, como o Hinduísmo e o Budismo, não teriam problemas, uma vez que várias de suas figuras — como pensadores hindus — já especularam sobre humanos reencarnarem como alienígenas e vice-versa. A cosmologia budista igualmente fala em milhares de mundos habitados espalhados pelas profundezas do universo. No Corão, livro sagrado do Islã, há passagens sobre seres espirituais em outros planetas, enquanto nos escritos do Judaísmo não há nada contra ou a favor de extraterrestres.

Um debate mais complexo

Para o Cristianismo o debate seria mais complexo, e entre os temas haveria a dúvida a respeito de o pecado original recair sobre alienígenas. Contudo, o Vaticano tem mostrado nos últimos anos uma posição amplamente favorável à existência de vida fora da Terra. O livro de Weintraub também apresenta uma pesquisa com 23 mil pessoas, feita em 2010 em 22 países pela Reuters/Ipsos, analisando o percentual de pessoas de diversos grupos que acredita em ETs. Os que acreditam são 44% dos muçulmanos, 37% dos judaístas, 36% dos hindus, 32% dos cristãos e 55% dos ateus.

Avião espacial secreto

crédito: NASA
O avião espacial não tripulado X-37B pousou na Base Aérea de Vandenberg, em 17 de outubro, cercado de mistério promovido pela NASA e Boeing
O avião espacial não tripulado X-37B pousou na Base Aérea de Vandenberg, em 17 de outubro, cercado de mistério promovido pela NASA e Boeing

Após 675 dias em órbita, em missão iniciada em 11 de dezembro de 2012, o avião espacial não tripulado X-37B pousou na Base Aérea de Vandenberg, em 17 de outubro. Desenvolvido pela Boeing em 1999, o veículo era destinado à NASA antes de o programa ser transferido para a Agência de Projetos de Pesquisa Avançados de Defesa (DARPA). Este exemplar do X-37B realizou também a primeira missão do tipo, chamada de Veículo de Teste Orbital (OTV-1), em 2010, passando 225 dias em órbita. O segundo de dois veículos disponíveis voou 469 dias em 2011.