CAPA

?Mais respeito aí com o ET de Varginha, gente?

Revista UFO | Edição 204 | 01 de Outubro de 2013

SHARE

MUNDO UFOLÓGICO

Fatos da Ufologia Brasileira e Mundial

Chile e França se unem para fazer pesquisa ufológica oficial

Foi anunciado em julho que o Comitê de Estudos de Fenômenos Aéreos Anômalos (CEFAA), órgão oficial de pesquisa ufológica do Chile, estabeleceu parceria com o Grupo para Estudo e Informações sobre os Fenômenos Aéreos Não Identificados (GEIPAN), seu congênere francês, com o objetivo de promover novas investigações. Os representantes dos dois organismos se encontraram pela primeira vez durante uma conferência em Greensboro, Estados Unidos, e chegaram à conclusão de que uma cooperação seria benéfica para os dois países. Jose Lay, diretor internacional do CEFAA, disse na oportunidade: “Sabemos que na Europa o GEIPAN tem uma grande reputação e nós somos conhecidos na América do Sul pelos nossos contatos oficiais. Esperamos que esse gesto encoraje outros países a estabelecer suas próprias agências de investigação”. A jornalista Leslie Kean, consultora da Revista UFO, saudou o anúncio: “Um acordo oficial na pesquisa de fenômenos aéreos não identificados entre Europa e América do Sul é um grande passo. Agora precisamos que os Estados Unidos também colaborem com esse esforço”.

crédito: Alejandro Rojas
Os ufólogos oficiais Xavier Passot, do GEIPAN [E], e Jose Lay, do CEFAA, estabeleceram parceria
Os ufólogos oficiais Xavier Passot, do GEIPAN [E], e Jose Lay, do CEFAA, estabeleceram parceria

Como se pode ver nos últimos meses, não apenas surgem a cada dia novas instituições governamentais de pesquisa ufológica — e elas se mostram cada vez mais abertamente —, como órgãos de diferentes países se unem para estabelecer protocolos de trabalho na direção das cada vez mais numerosas ocorrências ufológicas. Enquanto isso ocorre até mesmo em nosso continente, onde Chile, Uruguai, Argentina, Peru e Equador têm entidades do gênero, no Brasil continuamos aguardando a boa vontade de nossas autoridades para fazerem o mesmo.

Geoff Marcy inicia busca por civilizações extraterrestres

Geoff Marcy já foi chamado de louco, mas hoje é celebrado na comunidade astronômica não somente por haver descoberto 70 dos primeiros 100 exoplanetas, como também por ser defensor do uso de mais recursos para esse campo de estudo. Marcy, agora, parte em busca de novos objetivos — ele acaba de receber um financiamento da Templeton Foundation para procurar por civilizações alienígenas. Os planos são de utilizar raios laser de alta potência e Marcy explica que eles seriam um meio muito mais eficiente para uma sociedade se comunicar com suas colônias em outros mundos. O cientista afirma que sinais laser de aliens seriam imediatamente reconhecidos como tal, sem as dúvidas que cercam a busca por sinais de rádio do SETI. “O universo é simplesmente grande demais para não existir outras civilizações inteligentes lá fora. De fato, a questão é apenas o quão distante está nosso vizinho inteligente mais próximo?”, afirmou Geoff Marcy.

Documentos da CIA confirmam a existência da Área 51

crédito: USAF
A existência da Área 51 não é segredo para os ufólogos há décadas, e agora o governo decide admitir que é real
A existência da Área 51 não é segredo para os ufólogos há décadas, e agora o governo decide admitir que é real

Foram publicados para o Arquivo de Segurança Nacional da Universidade George Washington, como resultado de um requerimento feito em 2005 com base na Lei de Liberdade de Informações norte-americana (FOIA), documentos da Agência Central de Inteligência (CIA) que confirmam oficialmente e pela primeira vez a existência da Área 51. Segundo se divulgou, a base militar secreta teve sua origem ligada ao programa do avião espião Lockheed U-2, ainda nos anos 50. O próprio Kelly Johnson, legendário projetista e principal nome por trás da empresa, sobrevoou a região do Lago Groom, no Deserto do Nevada, considerando-a ideal para testes secretos, de acordo com os documentos — e assim foi construída a base.


Um deles intitulado The Secret History of the U-2 [A História Secreta do U-2], os documentos ainda descrevem o desenvolvimento do Projeto Oxcart, que deu origem ao supersecreto SR-71 Blackbird, também da Lockheed [Veja edição UFO 161, agora disponível na íntegra em ufo.com.br]. Pode-se também conferir mapas em que a Área 51 é designada como parte do enorme complexo de testes de Nevada, onde foram feitas experiências atômicas e testes com aeronaves estrangeiras, como um Mig 21 russo. Lamentavelmente, não foi feita qualquer menção à existência de seres ou tecnologia extraterrestre na base secreta.

Curiosity completa um ano produtivo em Marte

No último mês de agosto, o rover Curiosity da NASA completou um ano de missão em Marte, após o complexo pouso em 05 de agosto de 2012. Depois de examinar as formações batizadas de Aeolis Palus e Yellowknife Bay, o robô iniciou uma longa viagem até o objetivo principal da expedição, o Monte Sharp — a viagem de cerca de 8 km deve durar um ano ou mais. O Curiosity garantiu seu lugar na história da ciência ao localizar, após analisar amostras obtidas em uma perfuração, compostos como enxofre, nitrogênio, hidrogênio, oxigênio, fósforo e carbono, elementos essenciais à vida como a conhecemos. Misturados à água líquida que existiu na Cratera Gale e banhou os locais visitados pelo Curiosity, os especialistas da NASA anunciaram em 12 de março de 2013 que aquele ambiente era habitável há bilhões de anos, podendo ter dado origem à vida. O próximo objetivo do rover Curiosity é se encaminhar para o Monte Sharp, cujas encostas guardam vestígios de exposição à água líquida, conforme já foi revelado pelas sondas orbitais.

Nova versão da série Cosmos será produzida pela Fox

crédito: JPL
Cena histórica de Cosmos, com Sagan, levada ao ar nos anos 80, inspirou toda uma geração de ufólogos
Cena histórica de Cosmos, com Sagan, levada ao ar nos anos 80, inspirou toda uma geração de ufólogos

Foi anunciado um remake da série Cosmos, apresentada originalmente pelo saudoso Carl Sagan, a ser produzida pela Fox e pela National Geographic. A ideia partiu de Ann Druyan, viúva de Sagan, e do produtor Seth MacFarlane, que convidaram o astrônomo e divulgador Neil DeGrasse Tyson para ser o apresentador. Cosmos: Uma Odisseia no Espaço e no Tempo terá 13 episódios, mesmo número da original, e deverá estrear no ano de 2014. A série original de Sagan marcou época inclusive no Brasil, onde foi exibida pela Rede Globo, sendo a produção científica mais assistida de todos os tempos. Informações dão conta que a Fox a exibirá ainda em 2013, preparando a audiência para a estreia ano que vem. MacFarlane comentou: “É nesse momento, mais que em qualquer outro na era moderna, que precisamos nos lembrar da colossal importância e o papel fundamental que a ciência, a exploração espacial e a busca da humanidade por conhecimento devem continuar para nosso desenvolvimento como espécie. Devemos explorar vigorosamente o Sistema Solar, e quem melhor para nos inspirar do que Ann Druyan, Neil DeGrasse Tyson e claro, Carl Sagan?”.

A abdução de Chico Bento

A Maurício de Sousa Produções anunciou o lançamento do terceiro número do selo Graphic MSP, que será protagonizado por Chico Bento. Os dois primeiros volumes, Astronauta — Magnetar, de Danilo Beyruth, e Turma da Mônica — Laços, de Lu e Vitor Caffagi, foram absoluto sucesso de público e crítica, com histórias mais extensas e elaboradas do que o padrão da casa. Chico Bento — Pavor Espaciar, colocará o personagem, o primo Zé Lelé, o porco Torresmo e a galinha Giserda às voltas com uma invasão alienígena. Elaborado por Gustavo Duarte, o álbum mostra nas prévias já liberadas pelo estúdio várias menções a produções como Sinais [2002] e O Gigante de Ferro [1999]. Chico Bento — Pavor Espaciar, assim mesmo em “caipirês”, estava programado para lançamento no final de agosto.



Grande Ofertas Exclusivas da Revista UFO